WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘inter’

Tudo de novo! Inter bate o Chivas e é bicampeão da América!

G1

Campeão da América. Campeão do mundo. Campeão de tudo. E agora campeão da América de novo. Campeão de tudo e mais um pouco. Campeão de tudo que existe e um tanto mais. Campeão, campeão e campeão! Mil vezes campeão! Não foi apenas em um jogo de futebol que o Inter venceu o Chivas por 3 a 2 e virou bicampeão da Libertadores. Foi em uma cerimônia muito superior: uma celebração do coloradismo, um ritual de entrada na maturidade dos gigantes do futebol mundial. Não termina mais aquilo que começou em 2006. Não tem mais fim. O Inter é campeão! De novo!

E é campeão porque um dia os deuses do futebol decidiram que Rafael Sobis viria ao mundo para fazer o Inter campeão. Foi dele o gol do empate, quando o Inter perdia por 1 a 0 e via os fantasmas dos anos 90 sobrevoarem o Gigante. Leandro Damião, novato, promessa do clube, entrou em campo para fazer o segundo, para entrar na história com um chute, uma conclusão, um gesto! Giuliano, predestinado, iluminado, fez o terceiro! :: LEIA MAIS »

Crescem rumores de que Scolari já estaria de malas prontas para o Inter

do Globoesporte.com

Fontes ligadas à família de Scolari teriam confidenciado que o treinador já teria até acertado salários. Fernando Carvalho desconversa e diz que não há nada

 

Felipão já teria acertado salários com o Inter e assumiria o time após a Copa

 Em meio às especulações sobre quem será o novo treinador do Inter, crescem as chances de Luiz Felipe Scolari voltar a Porto Alegre, desta vez, contudo, para treinar o Colorado.

 Segundo fontes ligadas a familiares de Felipão, até os altos salários já estariam acertados. O treinador viria para o Beira-Rio ao final da Copa do Mundo, onde atuará como comentarista para uma televisão sul-africana, por cerca de R$ 720 mil mensais.

 Questionado sobre a possibilidade, Fernando Carvalho, disse que não havia nada e preferiu desconversar.

 – Não tem nada. Mesmo que eu tivesse eu não ia te falar – dispara o dirigente.

 Carvalho ainda falou que não tem pressa para definir o nome do novo comandante e que não pensa em técnico para a intertemporada, o que reforça a tese de que o Inter busca um grande treinador para o lugar de Fossati.

:: LEIA MAIS »

Com gol no fim, Inter vence Estudiantes no Beira-Rio

Gazeta Esportiva

Inter comemora

Inter e Estudiantes proporcionaram jogo com poucas emoções no Beira-Rio. A partida foi definida aos 42 minutos do segundo tempo, quando os colorados marcaram o gol da vitória por 1 a 0, com Sorondo. A cabeçada do zagueiro modificou o desfecho que parecia natural para uma disputa de poucas oportunidades criadas, nesta quinta-feira.

Das três metas propostas pelos colorados neste confronto de ida, duas foram alcançadas. O time gaúcho venceu e não sofreu gols. Faltou o objetivo mais ambicioso, levar uma boa vantagem para o segundo jogo, situação impossível pelo desenrolar do embate. Para chegar à semifinal, os gaúchos precisam de um empate na volta.

O segundo jogo ocorre na quinta, na Argentina. Antes o Estudiantes decide o torneio Clausura. Para ser campeão, precisa vencer o Colón e torcer para que o Argentinos Juniors, no máximo, empate com o Huracán. O Inter não terá essa pressão pelo Campeonato Brasileiro, enfrentando o Goiás na segunda rodada da competição, no domingo.


O jogo
A cara do primeiro tempo não foi das melhores. O Beira-Rio lotado não foi suficiente para sufocar o Estudiantes. A etapa inicial não foi ruim para ninguém. Tão pouco foi boa. Foram 45 minutos de escassas emoções, raras jogadas bonitas e muita marcação. Como visitantes, o confronto sem sal apetecia aos argentinos.

O time de Verón se impôs durante exatos dez minutos. Nesse período, os argentinos travaram o Inter. O Estudiantes pouco deixou o adversário ultrapassar a linha do meio-campo. Depois, a situação ficou mais equilibrada.

O primeiro chute ao gol saiu com Pérez, aos 15 minutos. A bola passou próxima da trave de Abbondanzieri. Os colorados responderam no mesmo tom, com Alecsandro. O resultado final foi igual. O grande lance foi uma enfiada de bola para Andrezinho, aos 18 minutos. Prensado pelo goleiro e um zagueiro, o meia não conseguiu marcar.

As deficiências do Inter se repetiam. Os jogadores se movimentavam pouco, dando pouca opção para quem tinha a bola nos pés. Os lances mais perigosos ocorriam pelo lado esquerdo, com Kleber e D’Alessandro, mas sem um acabamento feliz.

:: LEIA MAIS »

Inter segura o Barcelona e decide a Liga dos Campeões

Allan Brito, especial para o iG

A Inter de Milão está na final da Liga dos Campeões. Disciplinada taticamente, a equipe comandada pelo técnico José Mourinho garantiu a vaga mesmo com a derrota por 1 a 0 para o Barcelona, nesta quarta-feira, no estádio Camp Nou.

O jogo foi como um treino de ataque contra defesa, graças à postura defensiva da Inter desde o começo do jogo, ainda mais após a expulsão de Thiago Motta no primeiro tempo. O Barcelona dominou completamente o segundo jogo da semifinal, mas só rompeu o bloqueio adversário uma vez. Acabou eliminado porque perdeu por 3 a 1 a partida de ida, na Itália.

Assim, a Inter disputará sua quinta final de Liga dos Campeões, tendo conquistado dois títulos, em 1964 e 1965. Porém, o time não sentia o gostinho de jogar a decisão desde 1972, quando perdeu para o Ajax em Roterdã, na Holanda.

Desta vez, a equipe italiana enfrentará o Bayern de Munique na decisão, no dia 22 de maio, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Os alemães eliminaram o Lyon na terça-feira, quando Olic fez os três gols do triunfo por 3 a 0. O Bayern já havia vencido o jogo de ida por 1 a 0.

AFP
Até o técnico José Mourinho caiu na festa junto com Eto’o após o jogo

O jogo (veja como foi a partida lance a lance)
A Inter de Milão começou o jogo com uma surpresa que demonstrava qual seria sua postura em campo: a entrada do defensor Chivu no lugar do atacante Pandev. A troca provocou uma mudança tática no time italiano e permitiu que o Barcelona dominasse a partida desde os instantes iniciais. O chute perigoso de Pedro, após drible em Maicon, logo aos dois minutos, foi uma prova disso.

O Barça seguiu com a maior posse de bola, já que a Inter apostou apenas no contra-ataque e na forte marcação. A tática de José Mourinho funcionou inicialmente, e os espanhóis sofreram para conseguir chegar ao ataque durante os 15 minutos iniciais. Eles tocavam a bola de um lado para o outro, mas não conseguiam criar oportunidades de gol.

:: LEIA MAIS »

Daniel Alves promete Barça ofensivo contra a Inter em Milão

Mesmo cansado após uma longa viagem de ônibus entre Barcelona e Milão, já que o time espanhol não utilizou avião devido à erupção de um vulcão na Islândia, o lateral Daniel Alves se mostrou otimista quanto a uma boa atuação se sua equipe nesta terça-feira, contra a Inter.

Os dois times se enfrentam em jogo de ida da semifinal da Copa dos Campeões (às 15h45 de Brasília). Segundo o brasileiro, o Barça permanecerá “fiel à sua essência” de buscar o ataque e, se possível, tentará deixar praticamente encaminhada sua classificação à final do torneio.

“A essência dessa equipe e o que nos faz grandes é buscar sempre o gol adversário. Por isso jogaremos de forma ofensiva para mantermos nossa identidade e continuarmos fiéis à nossa filosofia”, explicou. :: LEIA MAIS »

Com gol no final, Internacional bate Emelec na estreia da libertadores

Agência Estado

O Internacional venceu o Emelec, de virada, por 2 a 1, nesta terça-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O resultado deixou o time brasileiro em segundo lugar no Grupo 5 da Copa Libertadores da América, com três pontos e saldo de um gol. O líder é o Cerro, do Uruguai, também com três pontos, mas com saldo de dois gols. Emelec e Deportivo Quito, ambos do Equador, ainda não ganharam pontos.
A marcação superou a criatividade durante todo o primeiro tempo, quando o Internacional só concluiu uma vez, numa bola que Bolívar cabeceou para fora, sem grande perigo. Os equatorianos anularam as principais jogadas dos brasileiros controlando os movimentos do ala esquerdo Kleber e do meia Giuliano. Conseguiram, com isso, evitar que o atacante Alecsandro, isolado, recebesse bolas na área.
O jogo ficou mais veloz na segunda etapa. O Emelec abriu o placar aos três minutos, num lance coletivo. Rojas puxou um contra-ataque, conduziu a bola e, num passe perfeito, deixou Quiróz livre para marcar. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia