WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘índios’

Índios tupinambás mantêm ocupação da fazenda em Ilhéus

Correio

Eles pedem agilidade no processo de demarcação da terra da região.

 

Polícia Federal negocia desocupação das terras com os indígenas

Cerca de 50 índios da tribo tupinambá ocupam desde a manhã de segunda-feira (12) a Fazenda São José, em Ilhéus. O local, que fica na zona rural do município do sul do estado, próximo ao Rio Itararé, tem cerca de 90 hectares e está em área indígena. Os índios pedem agilidade no processo de demarcação de terra da região.

Segundo a TV Santa Cruz, o líder da tribo negou que eles estivessem armados e fazendo os proprietários da fazenda como reféns. O proprietário da fazenda, Juvenal Correia Oliveira, disse que a ocupação foi pacífica, mas que sua família deixará o local. Segundo ele, todos os cômodos da casa da sede foram ocupados pelos índios.

:: LEIA MAIS »

Relatório do Cimi aponta omissão do Estado no apoio a povos indígenas

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi), organismo vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), adiantou os pontos centrais do relatório sobre a violência contra povos indígenas 2009, indicando que no Estado do Mato Grosso do Sul ocorreram 54% dos assassinatos de indígenas no país.
Dos 60 casos registrados no país no ano passado, 33 ocorreram naquele Estado da Federação. Além desse dado macabro, o governo liderou outras formas de violências e descasos, omisso nos conflitos por terra e violência, em que se opõem o agronegócio e o latifúndio – com apoio dos ruralistas e dos três poderes – e os povos indígenas, como vítimas.
Nos últimos cinco anos, os relatórios publicados trazem diferenças flagrantes em relação aos demais Estados. As denúncias ganharam tal repercussão na mídia brasileira e internacional que o Conselho do Cimi, liderados por seu presidente, dom Erwin Kräutler, e o secretário geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, visitaram comunidades Guarani Kaiowá em março deste ano. O objetivo era conhecer de perto sua realidade e demonstrar o apoio da Igreja Católica a esses grupos humanos. :: LEIA MAIS »

Nossa Amazônia: Indígenas de Rondônia ocupam escola por melhor condição no transporte

Renata Gimenes Do Globo Amazônia, em São Paulo

Cerca de 40 estudantes indígenas da aldeia Sagarana ocuparam nesta quarta-feira (19) escolas no distrito de Surpresa. Eles moram a cerca de 10 quilômetros da escola e pedem melhorias no transporte escolar. A cidade mais próxima é Guajará-Mirim, que fica a cerca de 250 quilômetros da aldeia, em Rondônia.

“Há mais de três meses, esses povos não frequentam as aulas, pois o micro-ônibus oferecido pela prefeitura está quebrado. As aulas são oferecidas somente no período noturno, dificultando o acesso dos estudantes”, diz Ivanilda Torres dos Santos, coordenadora do Conselho Indigenísta Missionário (Cimi) de Guajará-Mirim.
Os estudantes levam mais de duas horas para fazer o percurso de 10 quilômetros, segundo Ivanilda. “Alguns vão a pé ou de bicicleta, atravessando mata. Eles chegam em casa já de madrugada”, completa.
Os estudantes, pais e líderes indígenas também dizem que há falta de professores em disciplinas fundamentais, como português e matemática. “Essas duas escolas do ensino médio só chegaram no distrito há dois anos. Os alunos rurais também estão aderindo às mesmas exigências dos índios”, diz a coordenadora.

:: LEIA MAIS »

Jogos Indígenas atraíram milhares de pessoas à Aldeia Pataxó de Coroa Vermelha

Organizados pela Associação Comunitária Indígena Pataxó, os jogos contam, desde 2007, com o apoio do Governo do Estado

SANTA CRUZ CABRÁLIA – O encerramento da 10ª edição dos Jogos Indígenas Pataxó realizados na Aldeia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália, extremo sul baiano, ocorreu na última segunda, 21, em homenagem ao Dia do Índio.

Mais de 700 atletas de quatro etnias (Pataxó, Pataxó Hã Hã Hãe, Tupinambá e Kiriri) participaram dos jogos. Entre as modalidades disputadas os destaques são para o arco e flecha, arremesso de tacape, corrida com tora, canoagem, luta corporal, natação e cabo de guerra.

“Após os Jogos, nos reunimos para analisar erros e acertos com o intuito de aperfeiçoar o evento e fazer melhor na próxima edição”, afirma Louro Pataxó, coordenador cultural dos jogos, que são organizados pela Associação Comunitária Indígena Pataxó e contam, desde 2007, com o apoio do Governo do Estado. Do Bahia Dia Dia

Índios e produtores buscam apoio de Lula

Os índios das aldeias tupinambás, no sul da Bahia, se mobilizam para reivindicar nesta sexta-feira, 26, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a demarcação da área onde estão situadas as aldeias.  A área vai do aprazível sítio turístico de Olivença, em Ilhéus, passa pelo município de Una e termina nas terras férteis de Buerarema.

Os índios tupinambás reivindicam a demarcação da área onde estão localizadas as suas aldeias

O conflito transformou a região num barril de pólvora culminando na prisão de Rosivaldo Ferreira da Silva, de 35 anos, o Cacique Babau. Nos últimos meses ocorreram invasões de propriedade privada, ameaça, agressões que resultaram em vários inquéritos na Polícia Federal, em Ilhéus. “Os fazendeiros e o setor de hotéis são contrários, e o clima está cada vez mais tenso”, afirma a cacique Jamapoty.

Protestos – O presidente desembarcou, na quinta-feira, à noite, no aeroporto de Ilhéus e vai à Itabuna inaugurar o primeiro trecho do Gasene – Gasoduto da Integração Sudeste-Nordeste, que tem 1.387 km de extensão e interliga as malhas das duas regiões do País. O gasoduto conduzirá para o Nordeste o gás natural produzido nas bacias do Sudeste.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia