WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


:: ‘h1n1’

Vacinação contra Gripe A atinge 88% do público alvo

Agência Estado

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, divulgou hoje os números de vacinação contra a gripe A (H1N1) no Brasil. Desde o início da campanha até as 18h de ontem, foram vacinadas 81 milhões de pessoas, o que corresponde a 88% do público alvo da campanha de 92 milhões de brasileiros.

“Os números demonstram o grande sucesso da iniciativa. Esta foi a maior campanha de vacinação já realizada no mundo”, afirmou Temporão.

O Estado que atingiu maior cobertura foi o Paraná, com 106%, o que significa que um grupo fora do esperado foi vacinado. Em seguida, São Paulo e Santa Catarina, ambos com 97% de vacinação. O Estado com menor índice de cobertura foi Roraima, com 69%.
:: LEIA MAIS »

Vacinação contra gripe H1N1 é ampliada para crianças menores de 5 anos

estadao.com.br

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou a ampliação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe H1N1 para crianças entre 2 anos e 5 anos. Pais ou responsáveis pelas crianças já poderão levá-las aos 36 mil postos de todo o País a partir da próxima segunda-feira, dia 24, para a vacinação.

Capital paulista prorroga campanha de vacinação contra H1N1

O prazo termina em 2 de junho. Neste período, pessoas de 30 a 39 anos e gestantes que ainda não se vacinaram também devem procurar um posto de saúde.

O Ministério da Saúde recomenda também que os municípios reforcem a campanha de vacinação – inclusive com busca ativa – de pessoas pertencentes aos demais públicos-alvos e que não tenham atingido a meta de cobertura. Isso inclui doentes crônicos, crianças de seis meses e menores de dois anos e adultos de 20 a 29 anos. Os idosos que ainda não se vacinaram contra a gripe comum também poderão ser imunizados até o dia 2.

:: LEIA MAIS »

Bahia vacinou apenas 53% do público contra H1N1 após dois meses de campanha; prazo acaba amanhã

do G1 | A Tarde

Como as crianças precisam de duas doses, muitas já receberam a primeira vacina, mas não conseguem tomar a segunda. A Associação Brasileira de Imunizações admite a falta do produto.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe H1N1, que começou no mês de março, termina nesta sexta-feira, 21, e a Bahia está longe de alcançar a meta de imunizar 6.863.914 milhões de pessoas. Por enquanto, apenas 53% do público recebeu a dose do medicamento. Apenas as crianças que precisam tomar a segunda dose da vacina serão atendidas após esta sexta.

Clínicas particulares estão sem doses da vacina:

Os grupos mais críticos são de adultos de 30 a 39 anos (neste grupo, foram vacinados apenas 29% do público estimado de 2.162.121 milhões de pessoas); adultos portadores de doença crônica com menos de 60 anos (foram imunizados 42% dos 1.302.243 milhões de baianos); gestantes (vacinados 49% do público-alvo de 273.510 mil) e adultos jovens com idades entre 20 e 29 anos (62% das 2.880.743 milhões de pessoas foram imunizadas).

Em contrapartida, a meta de vacinação estimada pelo Ministério da Saúde para crianças até dois anos foi ultrapassada, assim como a meta de portadores de doenças crônicas com mais de 60 anos e profissionais de saúde.

Vitória da Conquista: Saúde divulga balanço parcial da vacinação contra a Gripe H1N1

Trezentos e cinqüenta profissionais de saúde trabalharam na campanha.

A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista divulgou na segunda-feira, 12, o balanço parcial do número de jovens adultos, com idades entre 20 e 29 anos, vacinados contra a gripe H1N1. No “Dia D” da campanha, realizado no último sábado, foram 19.369 jovens imunizados.
Para atender a população foram instalados em escolas, supermercados, feiras, Rodoviária, shopping, pizzarias, praças e no Terminal de Ônibus da Avenida Lauro de Freitas, além das unidades de saúde. Ao todo, foram 41 postos de vacinação. Trezentos e cinqüenta profissionais de saúde, entre técnicos, enfermeiros e médicos e cerca de 500 pessoas de apoio, entre elas, agentes comunitários de saúde e motoristas, trabalharam na campanha.
:: LEIA MAIS »

Bahia: Nove casos da gripe H1N1 já foram confirmados

Nove casos da gripe H1N1 já foram confirmados na Bahia este ano. Cinco casos foram em Santa Rita de Cássia, três em Salvador e um em Itabuna. Outros 18 casos e três mortes estão sendo investigados pela secretaria da saúde do estado.

Outras doenças – Foram confirmados 101 casos de dengue grave este ano no estado. O número de mortes chega a seis. Salvador e Brumado, no sudoeste, são as cidades com o maior número de casos. :: LEIA MAIS »

Mais de 15 milhões de brasileiros já se vacinaram

O número representa 25,7% do público-alvo estimado para as três primeiras etapas da campanha

image

O Ministério da Saúde informou no sábado (10) que 15,1 milhões de brasileiros já tomaram a vacina contra a influenza A (H1N1) – gripe suína desde o início da campanha, em março.
O número representa 25,7% do público-alvo estimado para as três primeiras etapas da campanha de vacinação, que inclui gestantes, indígenas, profissionais de saúde, doentes crônicos, crianças de seis meses a dois anos de idade e jovens de 20 a 29 anos.
Até a manhã de sexta-feira (9), um dia antes do Dia D da vacinação nos postos de saúde, um balanço parcial do ministério informava que 12,9 milhões de pessoas haviam sido imunizadas desde o início da estratégia nacional.
Ibahia

Mulheres são maioria entre os mortos por gripe A

BRASÍLIA – Foram confirmados 361 casos de gripe suína neste ano no País, com 50 mortes, mostra boletim do Ministério da Saúde com dados até 3 de abril. Segundo o relatório, a Região Norte tem a maioria dos casos – 56,2%. Dos pacientes graves internados, 20% são gestantes. Até o momento, 38 mortes ocorreram entre mulheres – 16 eram gestantes.

O secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Gerson Penna, disse que os dados mostram “uma tendência de crescimento dos casos de síndrome gripal nessas últimas semanas”.

Apesar dos números, ainda é baixa a adesão da população à campanha de vacinação. Até agora, foram imunizadas 13,5 milhões de pessoas, pouco mais de 22% do público-alvo para as três primeiras etapas. Um movimento abaixo do esperado. :: LEIA MAIS »

Vacina contra H1N1 tem Dia D no sábado (10)

Quem ainda não foi vacinado contra a gripe A H1N1 terá uma nova oportunidade de ser imunizado neste sábado (10), quando acontece o Dia D de Vacinação Contra a Gripe A.

Poderão se vacinar doentes crônicos, grávidas, crianças de seis meses a 1 ano, onze meses e 29 dias, adultos de 20 a 29 anos e profissionais de saúde.

Os postos ficarão abertos das 8h às 17h, em 3.080 salas distribuídas nos 417 municípios baianos.

Shoppings da capital também recebem postos intinerantes de vacinação. Barra, Center Lapa, Paralela e Piedade terão balcões a partir das 9h até o fechamento de cada estabelecimento. As informações são do Ibahia.

País já tem 361 casos de gripe suína, com 50 mortes

Foram confirmados 361 casos de gripe suína no País este ano, com 50 mortes. Boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, com dados até 3 de abril, mostra que a maior parte dos casos está concentrada na Região Norte, com 56,2% das infecções. Dos pacientes graves internados, 20% são gestantes. Até o momento, ainda de acordo com o ministério, 76% das mortes registradas ocorreram entre mulheres, 32% entre gestantes.

“Os dados coletados nas unidades sentinela mostram uma tendência de crescimento dos casos da doença nestas últimas semanas”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Gerson Penna.  Apesar dos números, ainda é baixa a adesão da população à campanha contra gripe.

Até agora foram imunizadas 13,5 milhões de pessoas, o equivalente a pouco mais de 22% do público estimado. A adesão é considerada baixa. A expectativa é de que sábado, com o Dia Nacional de Vacinação contra a Gripe H1N1, o número de pessoas vacinadas aumente de forma significativa. :: LEIA MAIS »

Clínicas particulares terão vacina contra a gripe suína na semana que vem

A vacina contra a gripe suína começa a chegar a clinicas particulares na semana que vem, segundo o laboratório Solvay Pharma, fabricante que pertence à Abbott e é o único que já conseguiu aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para disponibilizar sua vacina na rede privada.

O preço médio será de R$ 80, segundo clínicas ouvidas pela Folha que já programam para iniciar as aplicações na próxima semana. É o caso da Vaccin, da Clínica Faster e da Pró Vacina, todas de São Paulo. Não há um dia exato para o início. :: LEIA MAIS »

Bahia é um dos estados com menor percentual de vacinação contra H1N1

A Bahia está entre os estados com menor cobertura da vacina contra a gripe A no que diz respeito ao público alvo. A Bahia imunizou 22,58% das 331.411 crianças menores de dois anos (esse é o quarto menor percentual de cobertura, atrás apenas de Roraima, Acre e Amazonas). Em relação à vacinação de grávidas, a situação é ainda pior. A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) aplicou a dose contra a H1N1 em apenas 11,23% das 273.510 gestantes (apenas o Acre tem um índice menor).

A coordenadora da Imunização da Sesab, Fátima Aguirra, atribui a dificuldade de vacinar a população baiana a existência de dois públicos alvos novos (pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde) e os “falsos efeitos adversos”. “A vacina é segura e tem baixa probabilidade de efeitos adversos. Milhões se vacinaram sem nenhum efeito adverso. As informações sobre problemas após a vacinação estão emperrando o avanço da campanha na Bahia”, diz. :: LEIA MAIS »

Vacinação de jovens contra “gripe suína” começa nesta segunda-feira

Começa nesta segunda-feira, dia 5 de abril, a terceira etapa da campanha nacional de vacinação contra a influenza H1N1 ou “gripe suína”. Adultos com idade entre 20 e 29 anos têm até o dia 23 de abril para tomar a vacina.

Em virtude do feriado da Semana Santa, o Ministério da Saúde prorrogou a vacinação de grávidas, doentes crônicos (exceto idosos) e crianças de seis meses a menores de dois anos até o dia 23 de abril. Assim, a segunda etapa, que terminaria na última sexta-feira (2), deverá continuar ao longo da terceira fase.

Os Estados, em parceria com os municípios, são responsáveis por definir e divulgar os locais e horários de vacinação. Em todo o País, são mais de 36 mil salas de imunização. Para serem vacinadas, as pessoas de 20 a 29 anos devem ir aos postos de vacinação levando documento de identidade com foto. :: LEIA MAIS »

Pessoas de 20 a 29 anos podem se vacinar contra nova gripe amanhã

Começa amanhã (5) a terceira etapa de imunização contra a influenza A (H1N1). Até o próximo dia 23, pessoas saudáveis com idade entre 20 e 29 anos podem procurar os postos de saúde de todo o país e receber a dose. Segundo o Ministério da Saúde, a meta é imunizar pelo menos 80% do público-alvo desse grupo, que engloba 35,1 milhões de pessoas.
De acordo com a pasta, a faixa etária de 20 a 29 anos foi a que teve o maior número proporcional de casos de doença respiratória grave causada pelo vírus Influenza H1N1 em 2009: 24% do total de 44.544 casos, em todo o país. O grupo também concentra 20% das mortes ocorridas no ano passado, de um total de 2.051. No Brasil, a vacina aplicada durante a campanha é a injetável.
O ministério orienta que a população denuncie em caso de dúvidas de procedência, distribuição e uso do produto. Segundo a pasta, a vacina tem uma efetividade média superior a 95%. A resposta máxima de anticorpos pode ser observada entre o 14º e o 21º dia após a imunização. :: LEIA MAIS »

Vacinação para adultos contra gripe suína começa dia 5

Começa na segunda-feira (5) a terceira etapa da campanha de vacinação contra a gripe A (H1N1) no Estado de São Paulo, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Nesta fase, adultos entre 20 e 29 anos deverão tomar a vacina. No Estado, há 7,3 milhões de pessoas com esse perfil – só na capital paulista são quase 2 milhões de pessoas. Essa etapa da imunização vai até o dia 23 de abril.

Para tomar a dose da vacina, basta ir a um posto de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Excepcionalmente, no sábado, dia 10, os postos ficarão abertos no mesmo horário para que a população conte com mais uma data para a imunização. :: LEIA MAIS »

Nova gripe já provoca 45 mortes em diferentes regiões do país neste ano

O Brasil já registrou 45 óbitos provocados pela nova gripe neste ano, de acordo com levantamento feito pelo G1 com as secretarias da Saúde de 25 estados e do Distrito Federal. Nove estados confirmaram óbitos pela nova gripe em 2010. O Pará tem o maior número de mortos. De acordo com boletim divulgado na quarta-feira (24), o estado registrou 22 óbitos desde o início deste ano.

O Paraná vem em seguida, com sete mortes confirmadas. Amazonas, Ceará e Maranhão registraram cinco, quatro e três óbitos, respectivamente. Os estados de Alagoas, Minas Gerais, Paraíba e São Paulo tiveram uma morte cada um.

Do total de 45 mortos, 16 eram gestantes. A segunda etapa da vacinação contra a nova gripe começou nesta segunda-feira (22) e vai até 21 de maio. Mulheres grávidas, crianças entre 6 meses e 1 ano e 11 meses de idade e pacientes com doenças crônicas e menos de 60 anos devem procurar um posto de saúde. :: LEIA MAIS »

Vírus da gripe suína é similar ao da espanhola

Os anticorpos capazes de vencer o vírus da gripe suína também são eficazes contra a influenza espanhola, de 1918. Dois artigos publicados na revista Science desvendam os mecanismos bioquímicos da proteção cruzada contra as cepas pandêmicas.

 A descoberta pode inspirar medidas que previnam novas pandemias ou diminuam seu impacto. Também explica porque 33% das pessoas com mais de 60 anos têm resistência ao vírus: elas possuem anticorpos contra a gripe espanhola.

Os cientistas ficaram surpresos com a semelhança entre duas cepas tão distantes. Em geral, depois de poucos anos, a vacina usada contra um subtipo de vírus precisa ser reformulada. O microrganismo sofre mutações que o tornam imune aos anticorpos induzidos pela vacina. :: LEIA MAIS »

Amazonas confirma segunda morte de grávida por gripe suína este ano

Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas confirmou a morte de mais uma grávida por influenza A (H1N1) – gripe suína no Estado. Foi a segunda morte de gestante no Estado por causa da doença em 2010.
Segundo a fundação, a mulher, que estava grávida de sete meses, apresentou os primeiros sintomas da gripe no dia 3 deste mês, mas procurou o atendimento médico somente dez dias depois, com quadro avançado de problemas respiratórios. O bebê escapou e está internado em estado grave, mas estável.
O Estado do Amazonas já registrou cinco mortes provocadas pela gripe este ano, sendo duas gestantes. O Ministério da Saúde deu início na segunda-feira (22) à vacinação de mulheres grávidas, crianças de seis meses a dois anos de idade e doentes crônicos com menos de 60 anos contra a doença.

De acordo com a fundação amazonense, tem sido baixa a procura de grávidas pela vacina no Estado. Para o órgão, um dos motivos pode ser o medo de a vacina provocar alguma deformidade no bebê. No entanto, não há contraindicação da vacina para gestantes. Pelo calendário do Ministério da Saúde, a vacinação delas vai até o dia 2 de abril.

No Piauí, o governo estadual decretou nesta semana situação de emergência depois que duas grávidas morreram com suspeita da gripe.

O Estado do Amazonas aguarda o resultado de 17 exames de casos suspeitos da doença.

AGÊNCIA BRASIL



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia