WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘governo’

Dilma entende o recado e diz que conversará mais com a base aliada antes de tomar decisões

ESTADÃO

Na posse de Ideli Salvatti na pasta de Relações Institucionais, presidente admite a necessidade de negociar consensos e afirma que não existe dicotomia entre um ‘governo técnico e um governo político’; Congresso aguarda reflexos da nova gestão.

Na posse de Ideli, Dilma admite que deixará de lado seu estilo unilateral de comando

No momento em que realiza a primeira minirreforma ministerial para refazer pontes com partidos aliados e o Congresso, a presidente Dilma Rousseff deu nesta segunda-feira, 13, sinais claros de que vai dar início a uma nova forma de governar em que a política, e não mais só o perfil gerencial – que foi o norte da administração nos primeiros meses -, será preponderante. A presidente aproveitou a posse dos ministros das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e da Pesca, Luiz Sérgio, para informar que buscará consensos no Congresso e no Judiciário para aprovar propostas de interesse do governo.

“Do meu ponto de vista, não existe dicotomia entre um governo técnico e um governo político. Valorizo muito a capacidade técnica e a gestão eficiente, até porque nenhum país do mundo conseguiu um elevado padrão de desenvolvimento sem eficiência nas suas atividades governamentais e absorção das técnicas mais avançadas disponíveis. Mas, simultaneamente, tenho a convicção de que as decisões políticas constituem a base das opções governamentais”, afirmou, numa clara tentativa de se afastar do perfil de “gerentona”.

:: LEIA MAIS »

Ministro Luiz Sérgio pedirá demissão na sexta-feira, diz fonte

Reuters

O ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, pedirá à presidente Dilma Rousseff para deixar o governo na sexta-feira, revelou à Reuters uma fonte do governo.

O ministro acredita que não tem mais condições de se manter no cargo, disse nesta quinta-feira a fonte que pediu anonimato, depois que vários petistas e aliados de outros partidos avaliaram que o desempenho da articulação política do governo continuará precária se ele permanecer no ministério.

O nome mais cotado para suceder Luiz Sérgio é o da ministra petista da Pesca, a catarinense Ideli Salvatti, segundo um senador do PT que também não quis se identificar. Ideli foi líder do PT e do governo no Senado na legislatura passada. Na viagem a Blumenau (SC), nesta quinta, para entregar unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida, Dilma despachou a sós com Ideli.

Se a escolha da presidente for mesmo Ideli, haverá descontentamento de parte dos aliados no Congresso. Durante seu período no Senado, a ministra catarinense acumulou desgaste com alguns colegas peemedebistas e da oposição. ”Isso seria um desastre”, disse o senador petista.

:: LEIA MAIS »

Exclusivo: PTN Conquista agora é da base do governo municipal

da Redação

Numa  entrevista exclusiva ao Blog do Wal Cordeiro, o vereador Joel Fernandes acaba de confirmar que após uma reunião na manhã desta Quarta ((19), entre o prefeito Guilherme Menezes (PT) e a comissão provisória do PTN, composta por: Capitão Lima (presidente),  Joel (vereador), advogado Tárcio Lima (primeiro secretário), Wilson Brasil (vice presidente) e Juarez Cordeiro (tesoureiro) foi sacramentada  a ida do partido para a base de situação do Prefeito Guilherme Menezes.

Indagado sobre o motiva da nova estratégia do PTN na cidade de Vitória da Conquista, o edil demonstrou a sua grande admiração pelo trabalho realizado pelo prefeito nas zonas urbana e rural. ” Tenho observado a preocupação do prefeito Guilherme com o desenvolvimento da cidade, e não posso ficar de fora desse momento, quero contribuir, juntamente com PTN, com o atual governo que vem realizando um excelente trabalho a frente da terceira maior cidade da Bahia. As reformas das escolas municipais, mais de 40 KM de asfaltamento nas ruas da cidade, e outras obras importantes me levam a crer que o momento é de unir as forças para que na Câmara de Vereadores possamos apoiar as iniciativas do governo e defender os interesses da população.”  Afirmou Fernandes.

O vereador Joel disse, ainda,  ao Blog do Wal Cordeiro que antes do partido tomar alguma decisão fez questão de reunir diversas vezes com a comissão provisória e consultar o presidente estadual do PTN, Deputado João Carlos Bacelar que se manifestou a favor da decisão e que vai apoiar no que for possível para que o partido possa crescer ainda mais no município.

O presidente do partido Capitão Lima  está elaborando um documento oficial com as justificativas do PTN para que ao iniciar as sessões na Câmara, Joel Fernandes já esteja integrado a bancada de situação.

Governo ignora trégua com o PMDB e mexe em 208 cargos do segundo escalão

João Domingos, de O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – A ordem da presidente Dilma Rousseff para que fossem suspensas as nomeações para o segundo escalão até fevereiro – uma forma de evitar novas brigas entre o PT e o PMDB por causa do domínio dos cargos – não virou lei nem dentro do Palácio do Planalto. Todos os dias o Diário Oficial da União traz novas nomeações para esses cargos, assinadas por uma única pessoa: o ministro Antonio Palocci, da Casa Civil, que despacha em um gabinete no quarto andar do Palácio.

Do dia 5, quando passou a valer a ordem de Dilma Rousseff, até ontem, Palocci assinou 208 nomeações e exonerações para cargos do segundo escalão, o que dá uma média de 23 por dia.

De acordo com o levantamento feito pelo Estado, boa parte dessas nomeações atende aos ministérios comandados pelo PT, como Comunicações e Saúde, que já foram do PMDB e agora se transformaram no ponto principal da discórdia dos dois partidos que comandam o Poder Executivo. :: LEIA MAIS »

Em site do Planalto, Dilma apresenta as 13 diretrizes de seu governo

G1

Presidente eleita promete erradicar a pobreza e fortalecer a democracia. Ela pretende ainda defender o meio ambiente e melhorar a educação.

A presidente eleita, Dilma Rousseff, divulgou neste sábado (1º), no site da Presidência da República, as 13 diretrizes de seu governo. No primeiro ponto, ela prometeu “expandir e fortalecer a democracia política, econômica e socialmente”.

Nos demais pontos, ela promete  implementar um projeto nacional de desenvolvimento, defender o meio ambiente, erradicar a pobreza absoluta e prosseguir reduzindo as desigualdades sociais.

site da Presidência, que chama Dilma de presidenta, traz fotos, biografia e agenda da presidente eleita, além das diretrizes de governo. Veja na tabela abaixo as 13 diretrizes do governo Dilma.

DIRETRIZES DE GOVERNO
1. Expandir e fortalecer a democracia política, econômica e socialmente.
2. Crescer mais, com expansão do emprego e da renda, com equilíbrio macroeconômico, sem vulnerabilidade externa e desigualdades regionais.
3. Dar seguimento a um projeto nacional de desenvolvimento que assegure grande e sustentável transformação produtiva do Brasil.
4. Defender o meio ambiente e garantir um desenvolvimento sustentável. :: LEIA MAIS »

Lula já deixou o Palácio do Planalto

Depois de um último dia atribulado, o presidente do Brasil deixou, por volta das 16h00 desta sexta-feira (31), pela última vez a frente do cargo, o seu tradicional local de trabalho – o Palácio do Planalto. Em meio ao comboio de veículos oficiais, Lula abaixou o vidro do carro e acenou para alguns pessoas que o aguardavam na saída do edifício. O presidente deve passar agora pelo Palácio do Alvorada e depois encontra-se com Dilma Rousseff. Já no sábado (1º), depois da posse, Lula será recebido com festa em São Bernardo do Campo (SP). As informações são do site R7.

Governo quer comissão especial para PEC 300

A atuação da polícia na megaoperação contra o tráfico de drogas no Rio de Janeiro na última semana parece não ter sensibilizado o governo. A votação da principal reivindicação de policiais no Congresso – a aprovação da PEC que estabelece o piso salarial da categoria – será novamente adiada. Em resposta, representantes da categoria sinalizam paralisação geral da polícia no dia 1º de janeiro, dia da posse da presidente eleita, Dilma Rousseff.

A manobra de adiamento – articulada pelo governo, para atender ao pedido de governadores, que temem o forte aumento de gastos nos estados – foi feita pelo líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), junto a líderes de partidos. Quase seis meses depois da votação da PEC 300/2008 em primeiro turno no plenário da Casa, o líder da base propôs a criação de uma comissão especial de segurança pública.

A intenção é debater nessa comissão diversos projetos na área de segurança e incluir entre as matérias as propostas de emenda à Constituição que estabelecem o piso salarial de policiais civis e militares e bombeiros militares. A criação da comissão foi apresentada a representantes da categoria na noite de quarta-feira (1º), durante a votação do pré-sal no plenário. :: LEIA MAIS »

Ministério da Defesa libera envio de 800 militares do Exército ao RJ

O Ministério da Defesa informou, na noite desta quinta-feira (25), que, a pedido do governo do Rio de Janeiro, serão enviados 800 militares do Exército para auxiliar a polícia local no combate à onda de violência na capital do estado e em cidades vizinhas.

 

A autorização para liberar reforços ao estado foi dada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o Ministério da Defesa, os 800 militares estarão sob o comando de um oficial de autoridade militar e vão trabalhar em articulação com as forças policiais estaduais e federais.

O ministério informou que o embarque dos militares é imediato e os soldados devem estar nas ruas da capital fluminense já na manhã desta sexta-feira (26). Segundo o documento assinado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, os soldados serão “utilizados na proteção de perímetro de áreas conflagradas a serem tomadas pelas forças estaduais e pela Polícia Federal”.

Para complementar o envio de tropas, o governo federal também vai mandar para o Rio dois helicópteros da Força Aérea, 10 blindados de transporte, e serão fornecidos, temporariamente, equipamentos de comunicação entre aeronaves e tropas em solo, além de óculos para visão noturna (ao final desta reportagem, leia a íntegra da diretriz ministerial).

Desde domingo, o Rio vive uma onda de violência, com arrastões, veículos queimados e ataques a forças de segurança. Segundo o governo, é uma reação à política de Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs, na qual a polícia ocupa áreas antes dominadas por criminosos. Em toda a região metropolitana, 72 veículos foram queimados e houve 188 pessoas presas ou detidas em eventos relacionados aos ataques, segundo balanço divulgado às 20h desta quinta. :: LEIA MAIS »

Resgate de mineiros começará de terça para quarta, à meia-noite

Último Segundo

Segundo ministro da Mineração, cápsula Fênix, que levará trabalhadores à superfície, foi testada a 610 metros de profundidade.

O ministro da Mineração do Chile, Laurence Golborne, afirmou nesta segunda-feira que o resgate dos 33 homens presos na mina San José começará de terça-feira para quarta-feira, à meia-noite.

Golborne afirmou que a cápsula Fênix, que levará os homens à superfície, foi testada nesta segunda-feira. “A cápsula chegou a 610 metros de profundidade e os resultados são positivos”, afirmou.

Revestimento

Na manhã desta segunda-feira, o processo de revestimento do túnel por onde serão retirados os mineiros no norte do Chile foi terminado às 6h.

Segundo autoridades chilenas, foram revestidos 90 metros do túnel e agora o passo seguinte é instalar a plataforma que sustentará a cápsula Fênix, que vai içar um mineiro por vez. Depois do revestimento, será colocado um sistema de guindastes e roldanas capazes de sustentar até 40 toneladas de peso, que possibilitarão o deslocamento da cápsula. :: LEIA MAIS »

Empresário abre o jogo e solta o verbo: Grana do lobby era para Dilma, Erenice e Hélio Costa

G1

Empresário Rubnei Quícoli, pivô de escândalo, dá entrevista ao G1. Todos os citados por ele negam irregularidades.

O empresário Rubnei Quícoli, de 49 anos, que acusa pessoas ligadas a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra de tráfico de influência e cobrança de propina, disse em entrevista na tarde desta quinta-feira (16), que parte do dinheiro que o grupo tentava arrecadar para interceder por um empréstimo junto ao BNDES tinha como objetivo saldar dívidas da candidata à Presidência Dilma Rousseff, de Erenice e do ex-ministro e candidato ao governo de Minas Gerais Hélio Costa.

Em nota, Costa diz que a denúncia é caluniosa. Dilma e Erenice também negam a acusação. E o PT informou que deseja que a Polícia Federal investigue a acusação de que o dinheiro iria para campanha. Em e-mail recebido pela reportagem às 18h, Costa divulgou a seguinte nota: “O senador Hélio Costa repele a tentativa de um indivíduo de reputação comprometida por envolvimento com roubo de carga e receptação de dinheiro falso de envolver o nome da ex-ministra Dilma Rousseff e o dele, Hélio Costa, numa denúncia caluniosa. ‘A quem interessa essa calúnia a duas semanas da eleição?’, questiona Costa. O senador afirma que vai processar o caluniador. Assessoria de Comunicação da coligação ‘Todos Juntos por Minas’”.

A ligação de Quícoli com o caso começou na parceria que ele conta ter feito há mais de dois anos com a empresa EDRB, de Campinas, para buscar interessados na construção de uma usina de energia solar. Ele disse que a proposta de pagar R$ 5 milhões para obter o empréstimo de R$ 9 bilhões do BNDES ocorreu em 2010, alguns meses após ele ter se negado a assinar um contrato com a empresa Capital, consultoria ligada a Israel e Saulo Guerra, filhos de Erenice. “O Marco Antônio (ex-diretor dos Correios) chegou para mim e falou que esses R$ 5 milhões eram para apagar o incêndio da turma, dívidas da Dilma, da Erenice e do Hélio Costa”, disse.

“Depois que eu falei que não ia entregar esse dinheiro, o Israel se manifestou através do Vinícius (ex-assessor da Casa Civil) e do Marco, dizendo que, se não colocasse o dinheiro disponibilizado, que não teria mais o aporte financeiro para a EDRB. E foi exatamente isso que aconteceu.” Nos últimos dias, a reportagem tenta localizar Marco Antônio, mas não obteve sucesso.

:: LEIA MAIS »

Presos, governador do Amapá e mais 17 serão transferidos para Brasília

G1

Pedro Paulo Dias foi preso nesta sexta durante a Operação Mãos Limpas. Ele será levado para a carceragem da Superintendência da PF em Brasília.

 

O ex-governador do Amapá Waldez Góes (PDT) e seu sucessor, Pedro Paulo Dias (PP), presos em operação da PF

 O governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), preso durante a Operação Mãos Limpas, será transferido nesta sexta-feira (10) para Brasília, juntamente com outros 17 acusados de participação em uma organização criminosa que teria desviado recursos públicos do Amapá e da União, segundo informou a Polícia Federal. De acordo com a PF, todos os 18 mandados de prisão temporária foram cumpridos.

 Pedro Paulo, que está preso no quartel do Exército, em Macapá, será levado para a carceragem da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília.

  :: LEIA MAIS »

“Ronda no Bairro” da PM contempla diversos bairros em Conquista

do Jornal da Mídia

A população da cidade de Vitória da Conquista contará a partir desta quarta-feira (1º) com o programa Ronda no Bairro, que tem como objetivo diminuir o tempo de resposta da polícia. O programa será lançado às 9h30, na praça da Urbis V, com a presença do secretário da Segurança Pública, César Nunes, e do comandante da Polícia Militar, Nilton Mascarenhas.

Abordagens serão intensificadas, agora 24 horas por dia (foto: A Tarde)

As rondas serão realizadas 24h por dia em treze bairros, com a utilização de quatro viaturas e quatro motocicletas, atendendo cerca de 123 mil habitantes. Ao todo, 72 policiais reforçarão o trabalho ostensivo realizado na cidade pelas 77ª e 78ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Para obter o atendimento das unidades que integram o Ronda no Bairro em Vitória da Conquista, a população pode entrar em contato com as Polícias Civil e Militar através dos seguintes telefones, que cobrem as treze áreas: 3420-8801 e 3420-8802 (Guarani, Pedrinhas e Alto Maron), 3420-8803 (Brasil, Bateias e Urbis I, II e V) e 3420-8804 (Patagônia, Conveima, Conjunto da Vitória e Kadija). :: LEIA MAIS »

Dirceu tenta barrar avanço de Palocci em eventual governo Dilma

do Estadão

Após combater possível ida do rival para coordenar futuro governo, ex-chefe da Casa Civil quer impedir que ele retorne à economia.

A 35 dias da eleição de 3 de outubro e confiantes na vitória de Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno, os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci disputam os rumos de eventual novo governo comandado pelo partido. Depois de emitir sinais contrários à possível indicação de Palocci para a Casa Civil, Dirceu luta agora para impedir que ele volte a ditar os caminhos da economia, a partir de 2011.

Os dois “generais” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva reeditam a queda de braço que travaram no primeiro mandato do PT para definir a fisionomia do governo. Abatido pelo escândalo do mensalão, em 2005, e cassado pela Câmara, Dirceu vislumbra perda de influência se Palocci – ex-ministro da Fazenda – assumir a Casa Civil sob Dilma. :: LEIA MAIS »

População de Ilhéus e Barreiras reclama de longa espera por reformas em seus aeroportos

do A Tarde

Aeroporto de Porto Seguro também passa por reforma

As três empresas que operam no aeroporto de Ilhéus – Gol, TAM e Trip – afirmam que seus horários atendem à região e que não voam à noite porque as restrições comprometem suas normas de segurança. Segundo o superintendente da Infraero, João Bezerra, o Jorge Amado está aparelhado com o NDB, que emite sinal de rádio de localização; com farol rotativo para direcionamento das aeronaves; o Papi, que são luzes de indicação de altitude e centralização da pista; e as luzes do balizamento que delimitam a pista.

As limitações prejudicam o turismo de Ilhéus, que perdeu cerca de 50% do fluxo de visitantes desde 2007, quando a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) impôs limitações ao terminal, disse o presidente da Associação de Turismo de Ilhéus, Luigi Massa. Segundo ele, turistas se queixam de ter que pousar em Salvador ou Vitória e vir para Ilhéus de ônibus.

:: LEIA MAIS »

César Borges reclama da falta de investimentos em infraestrutura na Bahia e cita Vitória da Conquista

da Agência Senado

Após destacar que a Bahia detém o posto de 6ª economia entre os 27 estados brasileiros, o senador César Borges (PR-BA) reclamou da falta de investimentos em infraestrutura no estado, especialmente em aeroportos, portos, ferrovias e rodovias.

Dos 60 aeroportos existentes no estado, 20, segundo informou César Borges, encontram-se interditados. O Aeroporto Luiz Eduardo Magalhães, de Salvador – que está entre os maiores do país e é o 5º em movimento – foi ampliado com recursos estaduais pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), em parceria com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, mas a ampliação, disse o senador, foi insuficiente para atender a demanda, hoje em 7 milhões de passageiros. Ele citou reportagem do jornal A Tarde, segundo a qual o aeroporto já se tornou “o maior gargalo para a Copa de 2014?, da qual Salvador será subsede.

:: LEIA MAIS »

Jaques Wagner compara policial militar à “burro de carroça”, segundo site

Pura Política

O Governador da Bahia, Jaques Wagner, que é candidato a reeeleição para o referido cargo, durante pronunciamento no Palácio de Ondina, disse que, os policiais militares, são semelhantes a burros de carroça, têm que trabalhar recebendo chicotadas, pois se assim não for, não comparecem ao local de trabalho, deixando a população insegura, é o que informa o site Correio do Estado Bahia, em matéria amplamente reproduzida em vários blogs no Estado.

Segundo o site, Jaques Wagner disse ainda que soldado da Polícia Militar quer trabalhar pouco e ganhar bem mais que um oficial. Mas ressaltou o governador baiano que, enquanto ele administrar o Estado da Bahia, não vai permitir tamanha falta de respeito para com o povo.

“Burro de carroça, trabalha muito, e ganha quase nada, não tem direito de reclamar. Se um policial militar na Bahia, não ganha tão mal e não trabalha o suficiente, está reclamando de que e porque?. Perguntou o Governador da Bahia. Um PM na Bahia ganha bem no meu governo, pois antes não tinha bom salário. Já investir em novas viaturas e coletes a prova balistica. Eles querem mais o que?. Isso custa muito caro e a Bahia não está nadando em dinheiro”.

Anatel estuda proibir venda de qualquer geração do iPhone no Brasil

do Info Online

Toda a expectativa aponta para a chegada do iPhone 4 ao Brasil na leva do final de setembro (1, 2), mas por enquanto a Apple não se pronunciou oficialmente sobre o assunto e os documentos de homologação do smartphone não pintaram nos sistemas da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Enquanto aguardamos essas burocracias, o Correio Braziliense divulgou hoje que a Anatel poderá impedir a comercialização de qualquer geração do iPhone em território nacional caso a Apple não cumpra com as obrigações de representante formal do produto no Brasil — o que inclui prestar assistência técnica aos consumidores para os celulares fora do prazo ou das condições de garantia.

Os leitores que têm iPhones adquiridos no Brasil e já enfrentaram algum problema com ele sabem bem que a política da Apple é deixar tudo sob responsabilidade de suas operadoras parceiras. Os procedimentos são os mesmos na Vivo, na Claro, na TIM e/ou na Oi: o cliente leva o aparelho defeituoso a uma loja da telecom, e, se constatado defeito de fábrica, ele é trocado imediatamente. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia