WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘exemplo de vida’

Obesidade geral prevê risco cardíaco tão bem quanto gordura localizada

Mariana Lenharo – O Estado de S.Paulo

Medidas de obesidade geral – como o Índice de Massa Corporal (IMC) – são tão boas para prever risco cardiovascular quanto estimativas de obesidade localizada – como a medida de circunferência abdominal. É o que diz estudo da Universidade de Cambridge publicado na revista The Lancet.

O resultado contesta o consenso anterior, que afirma que a medida de circunferência abdominal prevê com uma precisão três vezes maior o risco de enfarte do miocárdio quando comparado às estimativas baseadas no IMC.

A pesquisa avaliou informações sobre 221.934 pessoas, que participaram de 58 estudos de longo prazo. Os autores avaliaram o impacto de três variáveis comumente relacionadas ao surgimento de doenças cardiovasculares: a medida da circunferência do abdome, o IMC e a relação entre a medida do abdome e do quadril.

A conclusão foi que esses três fatores têm capacidade igual de determinar riscos cardiovasculares, desde que se levem em consideração dados adicionais sobre pressão sanguínea, histórico de diabetes e colesterol.

De acordo com o cardiologista Heno Lopes, coordenador do Ambulatório de Síndrome Metabólica do Instituto do Coração (Incor-USP), esses resultados concordam com os estudos que estão sendo realizados dentro do instituto paulista.

Ele enfatiza que, apesar de alguns médicos considerarem que a medida da circunferência abdominal diz mais sobre os riscos cardíacos do paciente, a tendência dos estudos atuais é considerar mais o IMC ao tentar estimar os riscos. :: LEIA MAIS »

Jovem paraplégico dá exemplo de esperança

Um jovem que teria muitos motivos para desistir da vida, mas não faz isso, e dá exemplo de esperança. Plínio Eduardo era surfista e perdeu todos os movimentos. Em vez de reclamar, é no sorriso e nas palavras de incentivo que ele ajuda outros pacientes, alegra a família e todos que cuidam dele.
Plínio está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Otávio de Freitas, na Região Metropolitana do Recife (RMR). “Esse é um setor difícil, há muito sofrimento, muito desespero, e é um setor que precisa de muita oração. Às vezes nós chegamos aqui para baixo, e ele me dá uma palavra, pega a bíblia abre e vamos ler, vamos conversar. Ele dá uma palavra de força. Eu sei que a força dele vem de Jesus”, falou o coordenador da UTI, Thales Marcelo Pinto Gonçalves. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia