WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘dunga’

Especialistas em RH analisam carta de despedida de Dunga

Marília Juste Do G1, em São Paulo

A carta enviada pelo ex-técnico da Seleção Brasileira ao presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) pode ser usada como exemplo — para o bem e para o mal — de como proceder em casos de demissão. O G1 conversou com consultores em Recursos Humanos e com uma professora de português para analisar o que é possível aprender com o texto do técnico.

Luiz Carlos Cunha, diretor da C&SA Consultores Associados, é consultor em RH há 25 anos. Juliana Nascimento é consultora em RH da DM Recursos Humanos. E Rosana Soares é professora de português e redação da rede de cursinhos AngloPara Cunha, a intenção do texto é “boa”, mas Dunga peca pelo “excesso de formalidade”. “Cartas de despedida precisam ser mais curtas, mais simples e mais diretas”, afirma. :: LEIA MAIS »

CBF demite Dunga e toda comissão técnica da seleção brasileira

da Folha

  Neco Varella/Efe  
BRA59. PORTO ALEGRE (BRASIL), 04/07/2010.- El seleccionador brasileño de fútbol, Carlos Caetano Bledorn Verri, "Dunga" (d), es saludado por un aficionado a su llegada hoy, domingo 4 de julio de 2010, al aeropuerto Salgado Filho, en Porto Alegre (Brasil), procedente de Johanesburgo (Sudafrica), después de que su equipo fuera derrotado y eliminado por Holanda en el partido por los cuartos de Final del Mundial de Sudafrica 2010. EFE/Neco Varella
Dunga conversa com torcedor no desembarque em Porto Alegre

O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, decidiu demitir neste domingo o técnico da seleção brasileira, Dunga. Além do treinador, todos os integrantes da comissão técnica serão dispensados.

Além de Dunga, o auxiliar técnico Jorginho, o supervisor Américo Faria e o médico José Luiz Runco perderam seus cargos. O fisioterapeuta Luiz Alberto Rosan também deve perder o emprego. Teixeira deverá anunciar o novo treinador na próxima semana, quando chega ao Brasil. Luiz Felipe Scolari é o mais cotado.

Dunga ficou no comando da seleção brasileira por quase quatro anos. Neste período, ele ganhou a Copa América, em 2007, e a Copa das Confederações, em 2009, além de terminar no primeiro lugar nas eliminatórias para a Copa do Mundo.

:: LEIA MAIS »

Dunga pede desculpas à torcida por palavrões e se emociona com pai

do Globoesporte.com

Técnico se retratou depois de ter balbuciado palavras fortes em coletiva no último domingo. Pai do treinador está internado no Rio Grande do Sul

Nesta quinta-feira, Dunga falou pela primeira vez depois de ter xingado um jornalista durante a coletiva de imprensa pós-jogo com a Costa do Marfim – vitória por 3 a 1. O comandante da seleção brasileira, porém, pediu desculpas somente ao torcedor brasileiro pelos palavrões e reivindicou mais tranquilidade para exercer o seu trabalho.- Quero pedir desculpas ao torcedor brasileiro, porque ele tem sempre nos apoiado e não tem nada a ver com os meus problemas pessoais ou alguma outra situação. Como brasileiro e como todo torcedor, só quero que me deixem trabalhar. O torcedor tem de estar feliz com a seleção – disse.

No último domingo, o problema de Dunga foi com Alex Escobar, apresentador e comentarista da TV Globo. Enquanto respondia a uma pergunta sobre Luis Fabiano, o técnico viu o jornalista balançar a cabeça. Ele parou de responder, perguntou a Escobar o que estava acontecendo e depois começou a sussurrar palavrões, captados pelos microfones e transmitidos ao vivo para todo o mundo. :: LEIA MAIS »

Dunga xingando jornalista da Globo lidera ranking mundial do YouTube

do Info Online

O vídeo onde o técnico Dunga aparece xingando o jornalista Alex Escobar se espalhou pelo YouTube. Os dez vídeos mais vistos no YouTube hoje trazem as imagens da coletiva de imprensa onde o episódio ocorreu.

Somados, os três primeiros superam 1 113 milhão de acessos. O primeiro e o segundo foram extraídos do Fantástico (Globo), e o terceiro do Terceiro Tempo (Band). Para acessar o ranking, clique aqui.

O treinador da seleção brasileira ironizou e falou palavrões para o jornalista Alex Escobar na coletiva de imprensa após a vitória do Brasil contra a Costa do Marfim, no domingo.

Em resposta, o jornalista da Globo, Tadeu Schmidt disse que “O técnico Dunga, no comando da seleção há quase quatro anos, não apresenta nas entrevistas comportamento compatível com a imagem de alguém tão vitorioso no esporte.” :: LEIA MAIS »

Dunga valoriza vitória na estreia, mas diz que time pode fazer mais

ANDRÉ CARDOSO – Agência Estado

Dunga valorizou a vitória na estreia da Copa do Mundo, mas admitiu que a seleção brasileira pode render mais do que mostrou nos 2 a 1 sobre a Coreia do Norte, nesta terça-feira, no estádio Ellis Park, em Johannesburgo. “Estou satisfeito pela vitória, mas a gente quer sempre mais, nunca se contenta”, explicou o treinador.

Wilton Júnior/AE

Wilton Júnior/AE

Dunga substituiu Kaká no segundo tempo

Veja também:
link JOGO –
Leia como foi Brasil 2×1 Coreia do Norte
especial RAIO-X – Os números da partida
especialRAIO-X – Os números da partida
mais imagens OLHAR SOBRE O MUNDO: A estreia
mais imagens GALERIA – Imagens de Brasil x Coreia
tabela TABELA – Jogos | Classificação | Simulador

Durante a entrevista coletiva após o jogo, Dunga lembrou que a estreia é sempre “muito difícil”. “Tem a ansiedade e o nervosismo”, explicou o treinador. Para piorar a situação, ele contou que enfrentar um adversário “totalmente fechado”, como a Coreia do Norte, dificultou a vida da seleção brasileira.

“O Brasil fez uma boa partida, principalmente no segundo tempo. No primeiro, faltou um pouco de velocidade”, avaliou Dunga, que ainda elogiou a atuação do adversário. “Vocês têm que ver também que a movimentação da Coreia para fechar os espaços na defesa era quase perfeita”.

:: LEIA MAIS »

Dunga fecha último treino ‘para valer’ antes da estreia e aposta no mistério

UOL

O Brasil irá novamente treinar “escondido”. Pela terceira vez em quatro dias, Dunga decidiu proibir a entrada da imprensa. A movimentação deste domingo será a última “para valer” da equipe antes da estreia na Copa do Mundo, diante da Coreia do Norte, nesta terça. Na véspera do jogo, a seleção realizará no estádio Ellis Park o treino de reconhecimento, geralmente mais leve.

MAIS SOBRE A SELEÇÃO BRASILEIRA

  • Getty ImagesÀ DERIVA Faltando apenas dois dias para a estreia do Brasil na Copa, o lateral Maicon admitiu que o grupo da seleção ainda espera por informações sobre a Coreia do Norte para o jogo de terça-feira
  • Ricardo Nogueira/FolhapressMURALHA Julio Cesar regressa ao posto de titular ostentando superioridade diante dos principais rivais. O brasileiro é o goleiro que não toma gol há mais tempo entre as seleções favoritas ao título.

Dunga mudou no último sábado sua postura quanto à imprensa. Preferiu restringir ainda mais o acesso ao time. Na primeira atividade fechada, na quinta-feira, o treinador vetou os jornalistas pela manhã, mas abriu normalmente os portões à tarde. Agora, nenhum minuto poderá ser registrado.

A decisão de fechar os treinos de sábado e domingo foi tomada horas antes de cada atividade. No sábado, a seleção comunicou a imprensa cerca de duras horas antes da movimentação. O caráter emergencial sinalizou uma reação à repercussão dada ao entrevero entre Daniel Alves e Júlio Baptista no dia anterior. Neste domingo, o aviso foi dado seis horas antes, já que o treino foi marcado para a noite. :: LEIA MAIS »

Calado, Lúcio tenta ser o Dunga do hexa

Paulo Passos, enviado iG

O ano era 1991. Em Sobradinho, no Distrito Federal, Lucimar, então com 13 anos, se dirige ao pódio para receber um troféu. Calado, o garoto cumprimenta o organizador do torneio, sorri com o troféu de quarto colocado na mão e volta para o canto do ginásio, onde estão os colegas de time, sem falar com ninguém. “Ele estava uma fera. Primeiro porque, antes da semifinal, uns garotos faltaram ao treino. E, depois, na decisão do terceiro lugar, ele fez um gol contra de cabeça”, conta rindo José Joaquim da Rosa, primeiro técnico do atual capitão da seleção brasileira.

Hoje dirigente do Planaltina FC, equipe em que Lúcio, na época ainda Lucimar, começou a carreira com 9 anos, Rosa era o técnico do time juvenil. Sentado em um banco no atual centro de treinamento do clube, ele se lembra do garoto desengonçado que desde pequeno queria ser zagueiro.

“Ele era calado, na dele. Não gostava de brincadeira”, afirmou o ex-técnico. O temperamento arredio fez com que, anos depois, Maria Olindina da Silva, mãe do jogador, recebesse de Luiz Felipe Scolari o que ela jura ter sido a primeira e única reclamação sobre o temperamento do filho. “Ele me encontrou em um jogo das eliminatórias de 2002, em São Luis do Maranhão, e disse que era para eu mandar o meu filho falar mais, que zagueiro precisa se comunicar”, disse.

Em 1991 Lúcio, capitão do seu time, recebe o troféu em um torneio em Sobradinho, no Distrito Federal
Foto: ReproduçãoAmpliar

Em 1991 Lúcio, capitão do seu time, recebe o troféu em um torneio em Sobradinho, no Distrito Federal

Mesmo sem muita conversa, já na época de Planaltina Lúcio era escalado para ser o capitão do time. “Ele gostava de treinar. Ficava bravo e cobrava quando os outros jogadores chegavam atrasados ou faltavam”, lembra Rosa.

Então auxiliar técnico do time, o policial militar Albion Antonio Soares também destaca o esforço do capitão do Brasil para dar certo no futebol. “Craque ele não era não, teve sorte, mas lutou muito também”, opina. O treinador da época concorda: “Tinha um moleque que era muito melhor que ele, mas acabou se perdendo na malandragem, drogas e nunca ficou em time nenhum”.

:: LEIA MAIS »

No estilo da era Dunga, Brasil bate a Tanzânia em último teste pré-Copa

da Folha

Brazil's Robinho, left, shoots past Tanzania's Stephano Mwasika to score the first goal in their friendly soccer match in Dar es Salaam, Tanzania Monday, June 7, 2010. Brazil are preparing for the upcoming World Cup, where they will play in Group G. (AP Photo/Rebecca Blackwell)

Rebecca Blackwell/AP  
 
Robinho chuta cruzado, no canto direito do goleiro para abrir o placar para o Brasil

O Brasil venceu a Tanzânia por 5 a 1, nesta segunda-feira, no estádio Nacional, em Dar Es Salaam, e encerrou sua preparação para a Copa do Mundo-2010 esbanjando o mesmo estilo do time em toda a era do técnico Dunga.

Mais do que isto, foi um bom teste para mostrar que o meia Kaká parece estar recuperado fisicamente das dores na coxa. “Sei que falta alguma coisa”, afirmou o jogador, em entrevista para a TV Globo. “Ainda estou um pouco preso”, completou ele. :: LEIA MAIS »

Dunga promete Kaká inteiro na estreia e folgas para os jogadores

Em sua primeira entrevista coletiva na África do Sul, o técnico da seleção brasileira, Dunga, prometeu que o meio-campista Kaká estará em “ótimas condições” para a estreia da equipe na Copa, no dia 15 de junho, contra Coreia do Norte.

Kaká sofre com dores na coxa esquerda e fez trabalhos mais leves que os demais jogadores nos primeiros dias de treino, em Curitiba. O jogador chegou a desfalcar o Real Madrid na última temporada em vários jogos, mas em função de uma pubalgia, problema já superado, de acordo com a comissão técnica da seleção. :: LEIA MAIS »

Convocados de Dunga valem menos do que cinco clubes europeus

RAFAEL REIS
da Folha

Se fosse um clube, a seleção brasileira que vai à Copa da África do Sul, que começa em 11 de junho, não estaria entre os cinco times mais caros do mundo.

Segundo o site “Transfermarkt”, especializado no mercado de transferências do futebol, os 23 jogadores convocados na terça-feira por Dunga para representar o Brasil no Mundial valem juntos 353,1 milhões de euros (cerca de R$ 800 milhões).

Essa fortuna, no entanto, é menor do que os valores dos elencos principais de Barcelona, Real Madrid, Chelsea, Manchester United e Inter de Milão.

O Barcelona, atual campeão europeu, lidera o ranking de times mais valiosos. Os 21 atletas que formam o grupo comandado por Pep Guardiola somam 507 milhões de euros (mais de R$ 1,14 bilhão).

Só o meia-atacante argentino Lionel Messi, seu jogador mais caro, custa 80 milhões de euros (ou R$ 181 milhões). :: LEIA MAIS »

Entrevista exclusiva com o capitão da seleção brasileira Lúcio

Convocado mais uma vez pelo técnico Dunga, Lúcio fala de Deus, família e Copa do Mundo

 Entrevista exclusiva com o capitão Lúcio

Em campo, ele é chamado de xerife e tem um ar de guerreiro e durão. Em casa, é o marido dedicado da Dione e o paizão da Vitória, do João Vitor e da Valentina.
Nascido Lucimar Ferreira da Silva, em Planaltina (DF), em 8 de maio de 1978, o zagueiro e capitão da seleção brasileira de futebol, Lúcio, teve o primeiro contato com a bola aos sete anos de idade. O exemplo de raça e determinação vem da mãe, dona Olindina.

Está indo para a terceira Copa do Mundo. Pela seleção brasileira, foi pentacampeão em 2002 e campeão da Copa das Confederações em 2005. Fez história na Alemanha quando atuava pelo Bayern de Munique e, ainda hoje, faz parte das lembranças dos torcedores que aprenderam a admirar o futebol da garra e da determinação.
Atualmente, está no Inter de Milão, na Itália, e disputa a o título da Liga dos Campeões da Europa contra o Bayern de Munique, seu antigo clube, no próximo dia 22, em Madri.
Hoje, mais uma vez, ele foi convocado pelo técnico Dunga para disputar a Copa do Mundo de Futebol na África do Sul, que começa em 11 de junho. Nesta entrevista ao CPAD News, ele fala da comunhão com Deus, da relação com a família e da expectativa para a Copa 2010.

  1. Como foi sua infância em Planaltina/DF? Foi uma infância normal, como a maioria dos brasileiros. Venho de uma família humilde, mas fui feliz aí também (sempre nos campos e quadras de futebol !).

2. Qual a participação da dona Olindina? Minha mãe é uma guerreira, nunca fugiu da responsabilidade e sempre lutou muito para nos dar o melhor e nos educou muito bem. Tenho muito orgulho dela.

3. Em que momento percebeu que o futebol fazia parte da sua vida? Desde criança sonhava ,mas não tinha ideia que iria chegar assim tão longe! Quando fui chamado para jogar no time da cidade, o Planaltina, esse sonho ficou mais forte e foi crescendo. :: LEIA MAIS »

Dunga surpreende e deixa Adriano fora da Copa; Grafite é convocado

da Folha

O técnico Dunga anunciou nesta terça-feira a lista dos 23 jogadores convocados para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo-2010, que será disputada entre os dias 11 de junho e 11 de julho, na África do Sul.

Joerg Sarbach/23.mar.2009/AP
Grafite foi o artilheiro do Campeonato Alemão na temporada 2008/09 pelo Wolfsburg
Grafite foi o artilheiro do Campeonato Alemão na temporada 2008/09 pelo Wolfsburg

A seleção estreia na Copa em 15 de junho contra a Coreia do Norte, em Johannesburgo. Ainda na primeira fase, terá pela frente Costa do Marfim (20 de junho) e Portugal (25 de junho).

O treinador manteve a base que vinha utilizando nas últimas partidas, mas surpreendeu ao deixar o atacante Adriano, do Flamengo, fora da lista. Para o lugar do Imperador, foi chamado Grafite, artilheiro da temporada 2008/09 do Alemão pelo Wolfsburg.

Outra surpresa foi a convocação de três goleiros “estrangeiros”. Victor, do Grêmio, era favorito para uma das vagas, mas foi preterido por Gomes (Tottenham-ING) e Doni, reserva da Roma-ITA. Júlio César, da Inter de Milão, já era nome certo.

Dunga ignorou ainda a pressão popular por Paulo Henrique Ganso e Neymar, destaques do Santos que foi campeão paulista. O meia-atacante Ronaldinho, do Milan, também ficou de fora.

Outros sete atletas serão chamados para compor uma espécie de lista de espera para o Mundial. Os nomes desses suplentes serão revelados ainda hoje.

Cinco vezes campeão mundial, o Brasil busca na África do Sul o hexacampeonato. O sexto título deixaria o país com folga de dois troféus para a Itália, tetra, que é a segunda maior vencedora da história.

Veja a lista de convocados do Brasil para a Copa :: LEIA MAIS »

Convocação para a copa: Neymar está fora. Ganso ainda sonha

Bruno Lousada, Sílvio Barsetti e Wagner Vilaron – O Estado de S.Paulo

A exemplo de alguns de seus antecessores, Dunga não deu ouvidos aos apelos populares pela convocação de Neymar. O jovem atacante do Santos não conquistou a confiança do técnico da seleção brasileira e fica fora da relação dos 23 jogadores que irão para a Copa do Mundo. O anúncio será feito hoje, pelo próprio treinador, às 13 horas, no Rio. No caso de Paulo Henrique Ganso, ainda existia, até o início da noite de ontem, uma remota expectativa de que o meia santista pudesse fazer parte da relação, até em razão dos incômodos que atormentam Kaká ao longo dessa temporada. Ganso, no caso, seria alternativa para a posição.

 A Fifa exige que a relação divulgada hoje traga 30 nomes. Além dos 23 convocados, outros sete entram como “extras”, ou seja, ficam à espera para o caso de ocorrer algum imprevisto, como lesões ou punições de última hora. Mudanças na lista podem ser feitas até 1.º de junho. Como a ideia da comissão técnica da seleção é evitar o clima de disputa entre os atletas, ficará claro, já na convocação, quem está no grupo e quem vai aguardar os acontecimentos. Assim, Dunga divulgará seu elenco, enquanto o site da entidade publicará, no meio da tarde, a relação dos sete que ficarão na fila de espera.

:: LEIA MAIS »

Seleção brasileira: Adriano vai mal e pressão por Neymar aumenta

O fim de semana pode ter colocado dúvidas sobre o ataque da seleção brasileira na cabeça do técnico Dunga para a convocação do dia 11 de maio: enquanto o “Imperador” Adriano foi muito mal na derrota do Flamengo para o Botafogo, o garoto Neymar, mais uma vez, brilhou na vitória do Santos sobre o São Paulo.

Nome constante nas listas de Dunga, Adriano teve atuação apagada, perdeu um pênalti e viu o Botafogo conquistar o título carioca com o 2 a 1 no placar.Por outro lado, Neymar tem números impressionantes na temporada. O artilheiro santista no ano atingiu uma incrível média de um gol por jogo, após marcar dois contra o São Paulo, no último domingo, na Vila Belmiro. No total são 21 gols, em 21 exibições. O jovem é o goleador do time, ao lado de André, no Campeonato Paulista, com 12 gols, em 17 jogos disputados. Na Copa do Brasil, ele é o artilheiro da competição, com nove gols, em apenas quatro jogos.

Diante do Santo André, na decisão do estadual, Neymar persegue o primeiro título profissional na carreira. O atacante foi promovido em março do ano passado, e chegou a disputar a final do Paulistão-2009. No entanto, a equipe perdeu a decisão para o Corinthians. :: LEIA MAIS »

Dunga convocará seleção brasileira para a Copa em 11 de maio

 CBF informou nesta sexta-feira (16) que a lista de convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo será divulgada no dia 11 de maio, exatamente um mês antes da competição ter início na África do Sul.

Dunga anunciará os nomes dos 23 jogadores que vão para a Copa a partir das 13h, em um evento em um hotel no Rio de Janeiro. O treinador, que garantiu que não haverá surpresas na lista, dará uma entrevista coletiva logo em seguida, segundo o Globo Esporte.

O treinador também selecionará sete jogadores para uma lista reserva que ficará com a Fifa para caso de contusões antes da Copa. Antes do início da competição, o Brasil deve disputar ainda dois amistosos, ainda sem adversários ou datas definidas. :: LEIA MAIS »

Jornal: Dunga diz que Hulk é candidato a ir à Copa do Mundo

PORTUGAL – Segundo a publicação do jornal português, A Bola, o técnico da Seleção Brasileira, Dunga, disse que o atacante Hulk é um candidato a representar o país na Copa do Mundo na África do Sul.

De acordo com a publicação deste sábado, o treinador disse que desde que o jogador do Porto, voltou aos campos “ele é considerado um atleta a estar junto com a Seleção no mundial”.

Dunga acrescentou que acompanha com atenção as partidas de Hulk e que, quando não pode ir ao estádio, “determina a gravação dos jogos para assistir depois”. :: LEIA MAIS »

Confira como foram os jogadores da Seleção contra a Irlanda

A Seleção venceu a Irlanda por 2 a 0 nesta terça-feira, no Emirates Stadium, em Londres. Este foi o último amistoso do Brasil antes da convocação oficial para a Copa do Mundo da África do Sul.

Após um primeiro tempo truncado, o Brasil dominou todo o segundo tempo. Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico Dunga disse que os jogadores tiveram chances para se garantir no grupo do Mundial.

Confira como os atletas foram contra a Irlanda: :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia