WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘denúncia’

Dnit pagou R$ 287 milhões a empresário mineiro durante o mandato parlamentar

Estadão

Pavotec, empresa da qual o ex-deputado estadual Djalma Diniz é sócio majoritário, está entre as 10 que tiveram negócios mais volumosos com o departamento em 2010. A Constituição federal e a mineira vedam aos deputados “firmar ou manter contrato com pessoa jurídica.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes(Dnit) pagou R$ 286,9 milhões, entre 2004 e 2010, a uma empresa de Djalma Diniz (PPS), ex-deputado em Minas Gerais. No período, Diniz era detentor de mandato parlamentar. A contratação, pela administração pública, de empresas de deputados é vedada pela Constituição Federal e pela mineira. A empresa do ex-deputado mineiro está entre as dez que mais receberam do Dnit no País no ano passado.

Apenas em 2010, a Pavotec Pavimentação e Terraplanagem, da qual Diniz é sócio majoritário, recebeu do Dnit R$ 151,1 milhões para “manutenção” e “adequação” de trechos rodoviários em estradas federais de Goiás, Rio Grande do Norte, Piauí e Minas. Até então, o maior valor recebido pela empresa no período de um ano foram os R$ 36,3 milhões ganhos em 2009. O ex-parlamentar foi deputado na Assembleia mineira por quatro mandatos. O primeiro teve início em 1995 e último terminou em 31 de janeiro de 2011. Diniz chegou a pedir registro de candidatura para tentar um novo mandato, mas desistiu. :: LEIA MAIS »

Servidores do PSF são demitidos da ASAS por determinação da Prefeitura de Vitória da Conquista

Ascom | Simmp

Médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e técnicos de saúde bucal do Programa de Saúde da Família de Vitória da Conquista foram surpreendidos nessa tarde de quinta-feira, dia 07 de julho, com o protocolo de aviso prévio entregue pela ASAS (Associação de Apoio à Saúde Conquistense), que determina a demissão em massa desses profissionais.

Existe um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), assinado pela presidente da ASAS e pelo prefeito municipal, o Sr. Guilherme Menezes, com o Ministério Público do Trabalho, que determina o fim do convênio entre Prefeitura e ASAS até 31 de dezembro desse ano, além da realização de concurso público para o provimento dessas vagas. Porém, o governo municipal, surpreendentemente, antecipou essas demissões para o dia de hoje.

O SINDSAÚDE, SINDMED, ASAS e Governo Municipal participaram da terceira rodada de negociação salarial, ontém (06/07), onde foi discutida a pauta de reivindicação salarial da categoria e a transição entre a demissão e recontratação desses servidores. Ficou acordado que seria montada uma comissão bipartite, entre sindicatos e governo, para conduzir esse processo. Porém, o governo atropelou o processo de negociação, de forma autoritária, desrespeitando os acordos firmados em mesa.

:: LEIA MAIS »

PM’s e advogado são denunciados pelo MP por morte de jovem em Caetité

Rede Bahia | G1

Sete policiais militares estão envolvidos na morte do adolescente, diz MP. Ministério pediu afastamento deles da função pública.

Sete policiais militares e um advogado foram denunciados pelo Ministério Público da Bahia suspeitos da morte do adolescente Danilo Uillian Carvalho de Oliveira (foto), em janeiro de 2011, no município de Caetité, a 757 Km de Salvador. Segundo a polícia, a vítima foi morta após uma perseguição policial.

De acordo com o MP, o promotor de Justiça Anderson Freitas de Cerqueira, denunciou os suspeitos à Vara Crime da comarca por homicídio qualificado e pediu a suspensão da função pública dos policiais militares envolvidos no crime. O advogado foi denunciado por homicídio culposo por estar dirigindo o carro durante a perseguição que foi definida pelo promotor como desastrosa.

Entenda o caso

Segundo o MP, a vítima estava acompanha de um amigo. Os dois fugiram de uma abordagem policial no município de Igaporã, e seguiram de carro até Caetité. Avisados pelos PMs de Igaporã, os policiais militares envolvidos na ação montaram uma barreira na altura de um local conhecido como Trevo do Brás, nas imediações de Caetité, mas Danilo, que estava dirigindo o veículo, furou o bloqueio policial e seguiu para o centro da cidade. A PM começou uma perseguição pelas ruas do município. :: LEIA MAIS »

Palocci é isolado no Planalto e pressão aumenta após denúncia da Veja

Estadão

Entrevista concedida à Rede Globo não convenceu nem a presidente Dilma. Para petistas, denúncia sobre apartamento em nome de ‘laranja’, feita pela revista Veja, tornou situação do ministro ‘insustentável’. Nomes para substituir Palocci já circulam nos bastidores.

A situação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, piorou muito depois da entrevista que ele concedeu ao Jornal Nacional, na sexta-feira. E se agravou ainda mais depois da divulgação, pela revista Veja, de que o apartamento de 640 metros quadrados que Palocci aluga, em São Paulo, seria de uma empresa dirigida por laranjas, um de 23 anos, outro de 17.

A presidente Dilma Rousseff teve uma reação de desânimo depois de ver a entrevista, de acordo com informações de bastidores do Palácio do Planalto. E teria comentado que Palocci ficou devendo respostas a respeito da lista de clientes, que, segundo ele próprio, foram entre 20 e 25.

No Planalto já se fala que agora o governo deve entrar num clima de transição na área política. Petistas que foram à festa de filiação do deputado Gabriel Chalita ao PMDB, em São Paulo, chegaram a dizer que a situação de Palocci se tornou “insustentável”.

Antes mesmo da entrevista do titular da Casa Civil para esclarecer suspeitas de enriquecimento ilícito, Dilma e auxiliares mais diretos avaliavam que o ministro não conseguiria reverter a sua situação pessoal nem a de engessamento do governo.

:: LEIA MAIS »

Correntes do PT contrariam Lula e já discutem nome para substituir Antonio Palocci na Casa Civil

Estadão

Expoentes do PT em Brasília cogitam os ministros Paulo Bernardo (Comunicações) e Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral) para o lugar do ministro.

Na contramão da estratégia traçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dirigentes e líderes do PT não só querem a saída do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, como já discutem pelo menos dois nomes para substituí-lo. O argumento é o de que a manutenção de Palocci provoca enorme desgaste ao governo da presidente Dilma Rousseff e sua preservação aumentará ainda mais a crise política.

Um sintoma da mudança de tom em relação a Palocci ocorrerá na reunião desta quinta-feira, 2, da Executiva Nacional do PT, em Brasília. Na prática, o partido de Dilma lavará as mãos: não produzirá resolução apoiando o ministro, mas também não pedirá sua cabeça em público.

A fragilidade cada vez maior de Palocci – convocado nesta quarta-feira, 1º, para prestar esclarecimentos na Comissão de Agricultura da Câmara – já alimenta uma disputa fratricida no PT pelo espólio da Casa Civil. Dois nomes são citados para a vaga: Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral) e Paulo Bernardo (Comunicações).

Para queimar Bernardo, grupos que se opõem a ele vazaram a informação de que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) pedira a saída de Palocci em um almoço oferecido a Lula, em Brasília, na semana passada. Foi uma tentativa de constrangimento, já que Gleisi é mulher de Bernardo.

:: LEIA MAIS »

PP acusa a deputada Alice Portugal de propaganda antecipada

A Tarde

Na avaliação de Alice, é natural que as principais lideranças do PCdoB apareçam no programa gratuito

O PP baiano ingressou na última sexta-feira com dois recursos junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Uma das ações acusa a deputada federal e pré-candidata à Prefeitura de Salvador Alice Portugal (PCdoB) de fazer propaganda eleitoral antecipada, enquanto o  segundo recurso solicita à Justiça Eleitoral que analise as atividades de possíveis candidatos que porventura possam configurar-se como propaganda eleitoral antecipada.

De acordo com o secretário-geral do PP na Bahia, Jabes Ribeiro,  a decisão de ingressar com as ações partiu de uma análise do partido sobre a propaganda partidária dos comunistas. E confirma que a articulação para ingressar com os recursos foi feita pelo vice-presidente estadual do PP e secretário municipal da Casa Civil, João Leão –  apontado como possível candidato pepista ao Palácio Thomé de Souza no ano que vem.

:: LEIA MAIS »

Além de Palocci, outros 5 ministros possuem empresas de consultoria

ESTADÃO

Titulares da Indústria e Comércio, Justiça, Integração Nacional, Portos e Assuntos Estratégicos mantêm em atividade empresas de consultoria; chefe da Casa Civil justificou aumento significativo do patrimônio devido a rendimentos de sua empresa.

Pelo menos cinco ministros do governo federal têm empresas de consultoria que continuam ativas em pleno exercício do cargo. Enquanto o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, mudou o ramo de atividade de sua antiga empresa de consultoria, a Projeto, atendendo à recomendação da Comissão de Ética da Presidência, os colegas de Esplanada não fizeram o mesmo. São eles: Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Comércio e Indústria), José Eduardo Martins Cardozo (Justiça), Moreira Franco (Assuntos Estratégicos), Leônidas Cristino (Portos) e Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional).

Dados da Receita Federal mostram que as empresas em nome desses cinco ministros estão com o registro “ativo” para atividades de consultoria. Em declaração à imprensa na segunda-feira, 16, o presidente da Comissão de Ética, Sepúlveda Pertence, afirmou que recomendou a Palocci que alterasse o objeto social de sua empresa do ramo de consultoria para o de administração imobiliária.

Na avaliação de Pertence, a descrição “consultoria” era ampla demais e abriria possibilidade de conflito de interesse com um cargo de ministro de Estado – no caso do ministro Palocci, especialmente pelo fato de ele ser chefe da Casa Civil, espécie de núcleo central por onde transitam todas as ações estratégicas do governo.

Nesta terça-feira, 17, procurado pelo Estado por intermédio de sua assessoria de imprensa, o presidente da Comissão de Ética Pública não quis se manifestar sobre os casos dos outros cinco ministros que mantêm empresas de consultoria.

Palocci adquiriu em 2010, antes de retornar ao governo – ele foi o titular da Fazenda no primeiro mandato do governo Lula -, um apartamento na área nobre da capital paulista por R$ 6,6 milhões e um escritório avaliado em R$ 882 mil. O ministro argumentou que o patrimônio foi obtido a partir de rendimentos obtidos com a atividade de consultoria da Projeto, quando estava fora do governo. :: LEIA MAIS »

Pai que abusou da própria filha é encontrado morto em cela do Nilton Gonçalves, em Conquista

Blog do Marcelo 

Por volta das 13:30 desta segunda-feira (16), o corpo do agricultor Antônio Mendes Fernandes, 32 anos, que estava preso sob acusação de estuprar a própria filha de 7 anos, foi encontrado sem vida na cela em que ocupava com outros encarcerados, no presídio Nilton Gonçalves. Segundo informações da 10ª Coorpin, Antonio foi morto a pauladas, pelos próprios colegas. Acredita-se na tese de retaliação por parte dos outros presos. A polícia fez o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML.

Crime

Segundo a mãe da criança Célia Batista dos Santos Fernandes, seu ex-marido Antonio Mendes Fernandes, de 32 anos foi a sua residência e pegou a menor de iniciais I.B.S.F. de 7 (sete) anos de idade para passar o final de semana com ele. No sabado (14) a mãe foi buscar a garota e ao chegar a casa viu que a menina estava com suas partes íntimas sangrando, verificando que a mesma havia sido abusada sexualmente pelo próprio pai. :: LEIA MAIS »

Denúncia leva policiais a estourarem boca de fumo em Vitória da Conquista

TV Sudoeste

Drogas e uma arma de fogo foram apreendidas pela Polícia Militar, nesta manhã, em Vitória da Conquista. Segundo os militares, houve confronto e um dos traficantes ficou ferido.

Promotor denuncia e pede preventiva dos envolvidos em decapitação de adolescentes em Salvador

A Tarde

Um dos acusados da barbárie em Salvador chega ao presídio

O promotor de Justiça Antônio Luciano Assis, denunciou à Justiça, nesta sexta-feira, 21, os quatro envolvidos nas mortes das adolescentes Janaína Cristina Brito da Conceição, 16 anos, e Gabriela Alves Nunes, 13 anos, ocorridas em 19 de novembro do ano passado. Além da denúncia, o promotor de Justiça pediu a decretação da prisão preventiva de Adriano Silva Nunes, vulgo Bocão; Alex Santos e Silva, vulgo Lequinho; Jarbas Cristiano Chaves de Souza, vulgo Tiano, e Danilo Rocha Carvalho, vulgo Cacaroto, por garantia da ordem pública para assegurar a aplicação da lei penal e por conveniência da instrução.

Citando informações do inquérito policial, o promotor de Justiça destaca que os denunciados, em ação conjunta com Vítor dos Santos Almeida, vulgo Branco ou Amado, morto em confronto com policiais, por razões abjetas, de forma cruel e sem dar qualquer chance de defesa às vítimas, torturaram e decapitaram as meninas. Em seguida, acondicionaram os corpos em sacos e deixaram em via pública, sem identificação, na Avenida San Martin, onde foram encontrados pela polícia no dia 20 de novembro.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia