WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘crescimento’

Polícia perde a guerra e crack agora se alastra pelo interior nordestino

ESTADÃO

Pedra rompe limites das metrópoles, entra na rotina policial em cidades de até 10 mil habitantes e lota clínica de recuperação.

Policiais fazem abordagem a veículo suspeito na rodovia PE-483, sentido Cabrobró

Ele começou com álcool há dez anos, quando tinha 17. Depois, viciou-se em maconha. Há cinco anos, quando chegou aos 23, mergulhou de cabeça na pedra de cocaína, o crack. Hoje, aos 28, é um dos 43 internos em uma chácara de recuperação de dependentes químicos no interior do Nordeste. Diz que está limpo, sente-se bem depois de quatro meses sem drogas, e lamenta o inferno vivido no crack ao lembrar que só conseguiu parar quando viu a mãe dentro de um carro de polícia.

Etelvi Nascimento Silva nunca esteve em São Paulo, a metrópole que convive com o crack ao ar livre. Da cracolândia, só ouviu falar. Etelvi fumou a primeira pedra de cocaína no sertão pernambucano, em Floresta, cidade de 30 mil habitantes, a 430 km do Recife, onde nasceu.

Hoje, embora o governo federal ainda pesquise o tamanho do estrago do crack no fundão do País – via Fiocruz -, na sertaneja Floresta de Etelvi e nas vizinhas Petrolândia (32 mil habitantes), Belém do São Francisco (20 mil) e Itacuruba (10 mil), a droga avança. E essa região dentro do “polígono da seca” está prestes a trocar a alcunha de “polígono da maconha” por “polígono do crack”. :: LEIA MAIS »

Comércio virtual no Brasil fatura R$ 8,4 bilhões no 1º semestre

AGÊNCIA ESTADO

Resultado é 24% superior ao registrado em igual período de 2010, segundo o relatório WebShoppers da consultoria E-bit.

O comércio virtual encerrou a primeira metade de 2011 com faturamento de R$ 8,4 bilhões, montante 24% superior ao registrado em igual intervalo de 2010, segundo o relatório WebShoppers da consultoria E-bit.

A previsão da E-bit é de que o comércio online deve faturar R$ 10,3 bilhões no segundo semestre, de forma que o e-commerce pode encerrar 2011 com faturamento de R$ 18,7 bilhões, o que representa uma expansão de 26% ante 2010. Um dos destaques do primeiro semestre é a participação da baixa renda, que representa 61% dos novos entrantes no mundo de compras online com renda familiar de até R$ 3 mil.

“Estamos presenciando uma consolidação do setor, tendo em vista o grande número de entrantes nesse primeiro semestre, contribuindo para o faturamento do período”, afirmou o diretor geral da e-bit, Pedro Guasti. Na análise por segmento, o grupo eletrodomésticos permaneceu na liderança da preferência dos consumidores virtuais, representando 13% do volume total de pedidos. Em seguida, vem o setor de informática, com uma fatia de 12%. Saúde, beleza e medicamentos contribuiu com uma participação de 11%.

Em contrapartida, o setor de livros, assinaturas de revistas e jornais ficou como quarto colocado, com 8%. Eletrônicos completam o grupo dos cinco primeiros mais bem posicionados no varejo eletrônico, com parcela de 6%. Segundo a e-bit, o tíquete médio do período foi de R$ 355.

Em outubro o mundo atingirá 7 bilhões de habitantes, diz a ONU

ESTADÃO

Estudo da ONU aponta que taxa de natalidade ainda continua alta em países como a Índia.

No dia 31 de outubro deste ano, em algum lugar da Índia, um parto marcará um ponto crítico na história do planeta: com esse nascimento, o mundo passará a ter 7 bilhões de habitantes. A projeção foi feita pela ONU e, apesar de a data ser apenas uma estimativa e o país apenas uma probabilidade, a realidade é que o ano terminará com um novo marco em termos demográfico que promete aprofundar os desafios sociais e ambientais.

A explosão da população mundial calculada pela ONU está sendo publicada nesta semana pelo jornal Science, em um estudo que mostra que avanços médicos, vacinas mais eficientes, proliferação do uso de antibióticos e um relativo avanço no acesso à saúde permitiram uma elevação na expectativa de vida nos países em desenvolvimento. Mas, ao mesmo tempo que isso ocorre, a taxa de natalidade desses países ainda é elevada. O resultado não é outro senão a explosão demográfica dessas sociedades.

A escolha da Índia para representar o nascimento da pessoa que marcará os 7 bilhões de habitantes não ocorre por acaso. O país de fato faz avanços na área médica. Mas, sem um controle populacional, passará a China em poucos anos em termos de população. A ONU ainda está convencida de que, diante das taxas de natalidade dos países em desenvolvimento, são eles os responsáveis por ter promovido a elevação da população mundial em 1 bilhão de pessoas em apenas doze anos. Em 1999, o mundo somava seus 6 bilhões de habitantes. :: LEIA MAIS »

Aumentam índices de violência entre adolescentes no interior da Bahia

A Tarde
Rafael, filho de Patrícia, foi assassinado em Eunápolis

O aumento dos índices de violência no interior do Estado tem exposto adolescentes a situações de vulnerabilidade, agravadas pela ausência de políticas públicas consistentes. Como resultado, os jovens acabam envolvidos em ações criminosas, como autores de atos infracionais e vítimas.

Na quinta-feira, 2, foi enterrado, em Eunápolis (a 643 km da capital, extremo sul baiano), Rafael Barreto, 15 anos, um dos suspeitos de ser o autor do disparo que matou a telefonista Adiane Santiago, 19, mês passado, numa tentativa de assalto no Centro da cidade.

O outro suspeito é o irmão dele, Gabriel Barreto, 19, que está na carceragem da delegacia desde a semana passada. A causa da morte de Rafael está sendo investigada pela polícia, que ainda não prendeu nenhum suspeito.

Rafael era um jovem cuja história ilustra a situação de muitos outros adolescentes que se envolvem com a criminalidade. Tinha diversas passagens pelo Conselho Tutelar, onde foi registrado mais que o dobro de casos de jovens em conflito com a lei, de 2009 para 2010 – de 32 registros para 72. Em 2010, a cidade tinha 9.123 jovens com idade entre 15 e 19 anos, segundo estimativa do Datasus, do Ministério da Saúde. :: LEIA MAIS »

Além de Palocci, outros 5 ministros possuem empresas de consultoria

ESTADÃO

Titulares da Indústria e Comércio, Justiça, Integração Nacional, Portos e Assuntos Estratégicos mantêm em atividade empresas de consultoria; chefe da Casa Civil justificou aumento significativo do patrimônio devido a rendimentos de sua empresa.

Pelo menos cinco ministros do governo federal têm empresas de consultoria que continuam ativas em pleno exercício do cargo. Enquanto o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, mudou o ramo de atividade de sua antiga empresa de consultoria, a Projeto, atendendo à recomendação da Comissão de Ética da Presidência, os colegas de Esplanada não fizeram o mesmo. São eles: Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Comércio e Indústria), José Eduardo Martins Cardozo (Justiça), Moreira Franco (Assuntos Estratégicos), Leônidas Cristino (Portos) e Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional).

Dados da Receita Federal mostram que as empresas em nome desses cinco ministros estão com o registro “ativo” para atividades de consultoria. Em declaração à imprensa na segunda-feira, 16, o presidente da Comissão de Ética, Sepúlveda Pertence, afirmou que recomendou a Palocci que alterasse o objeto social de sua empresa do ramo de consultoria para o de administração imobiliária.

Na avaliação de Pertence, a descrição “consultoria” era ampla demais e abriria possibilidade de conflito de interesse com um cargo de ministro de Estado – no caso do ministro Palocci, especialmente pelo fato de ele ser chefe da Casa Civil, espécie de núcleo central por onde transitam todas as ações estratégicas do governo.

Nesta terça-feira, 17, procurado pelo Estado por intermédio de sua assessoria de imprensa, o presidente da Comissão de Ética Pública não quis se manifestar sobre os casos dos outros cinco ministros que mantêm empresas de consultoria.

Palocci adquiriu em 2010, antes de retornar ao governo – ele foi o titular da Fazenda no primeiro mandato do governo Lula -, um apartamento na área nobre da capital paulista por R$ 6,6 milhões e um escritório avaliado em R$ 882 mil. O ministro argumentou que o patrimônio foi obtido a partir de rendimentos obtidos com a atividade de consultoria da Projeto, quando estava fora do governo. :: LEIA MAIS »

Guerra de preços torna acesso à internet 3G cada vez mais fácil na Bahia

A Tarde

Com ofertas de internet “pré-paga” a partir de 33 centavos ao dia, TIM, Claro e Vivo disputam clientes no estado.

O acesso à internet 3G a partir de R$ 0,33 por dia – valor que atualmente dá para comprar duas balas e R$ 0,03 de troco – é sinal de que as operadoras de telefonia móvel estão voltando a atenção para um público que era desprezado até pouco tempo. Os créditos dos clientes pré-pagos são a bola da vez no mercado de dados e ofertas prometem se tornar cada vez mais generosas.

Enquanto a Claro aposta na disseminação dos smartphones, com ofertas a partir de R$ 300; a TIM  promete investir R$ 140 milhões nos próximos três anos em rede; enquanto a Vivo planeja encerrar 2011 com 200 municípios atendidos na Bahia, o que representaria um crescimento de 526% em relação às 38 cidades atendidas pela empresa.

O alvo é a preferência de gente como Josiel Santos, 32 anos. O analista de suporte tem computador em casa e no trabalho, mas usa o aparelho celular pré-pago para manter-se atualizado das mensagens de e-mail que recebe, bem como das novidades nas principais redes sociais. “Não dá para baixar um filme, mas consigo trocar mensagens com colegas de faculdade e conversar com meus contatos”, explica. Serve para os serviços básicos, resume.

O básico oferecido pelas operadoras é justamente o acesso a serviços de e-mail e páginas de redes sociais. De acordo com pesquisa do Ibope Nielsen Online, 86% dos usuários de internet do Brasil acessam páginas como Orkut, Twitter, Facebook, entre outras. Para mais da metade desse público, acessar uma vez por dia é pouco.

:: LEIA MAIS »

Já são mais de 7 mil os sites de compras coletivas ativos no país

Info Online

Menos de um ano após o lançamento do Peixe Urbano, primeiro site de compras coletivas do Brasil, em março de 2010, o país já tem mais de mil deles. O Bolsa de Ofertas confirma os registros de 1025 sites brasileiros especializados no serviço.

Segundo o site, em 8 dezembro passado haviam 405 desses serviços no país e outros 620 ingressaram hoje nos registros do Bolsa de Ofertas.

Do número total de novos sites, cerca de 15 % foram lançados há menos de 30 dias e estão na fase de pré-lançamento com a abertura de registros para novos usuários e preparação para a divulgação das primeiras ofertas, explica o Bolsa de Ofertas. Em dezembro do ano passado, o Peixe Urbano anunciou a sociedade com o apresentador de TV Luciano Huck. O Groupon é o principal site de compras coletivas do mundo.

Daniel Castro: Norte e Nordeste são as regiões onde a TV paga mais cresce

R7

Relatório da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) mostra que novas operadoras via satélite, como as telefônicas Oi e Via Embratel, estão levando a TV paga para os rincões do Brasil.

As regiões Norte e Nordeste são as que apresentam maior crescimento no número de assinantes. Em Roraima, o número de usuários de TV paga dobrou em 2010.

Segundo a Anatel, o Brasil atingiu em setembro a marca de 9.073.817 domicílios com TV por assinatura, quase o dobro de 2006 (4.583.125). Isso quer dizer que 15% dos 60 milhões de residências do país já contam com o serviço.

A maior parte dos assinantes, contudo, se concentra no Sudeste. A região tem 5.966.934 de domicílios com TV paga, ou 66% do total. Essa concentração, no entanto, tende a se reduzir. :: LEIA MAIS »

CNT/Sensus: José Serra cresce em intenção de votos em todo o País

Terra

Levantamento CNT/Sensus divulgado nesta quinta-feira (14) aponta crescimento do candidato tucano à presidência da República, José Serra, em todas as regiões do Brasil. A maior vantagem do tucano é na região Sul, onde ocupa a dianteira da preferência do eleitorado com quase 20 pontos de vantagem. Em setembro, o ex-governador de São Paulo tinha vantagem de 4,8 pontos percentuais entre os sulistas e ampliou a margem para 19,6 pontos.

Para o presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Clésio Andrade, a queda de Dilma em todas as regiões brasileiras é resultado de um novo processo sociológico a que os pesquisadores atribuem como resultado de uma suposta onda de difamação contra a ex-ministra do governo Lula. “Não estamos vendo outra explicação a não ser isso”, disse Clésio. :: LEIA MAIS »

Duas de cada cinco cidades brasileiras menos desenvolvidas são baianas, afirma estudo da Firjan

Correio

Saúde e educação melhoram no estado, mas ainda é preciso mais, aponta relatório.

 

Bom Jesus da Serra é o município baiano que menos se desenvolveu nos últimos anos

 Estado da Bahia, 417 municípios. Deles, 186 integram o grupo das 500 piores cidades brasileiras, segundo Índice de Desenvolvimento Municipal medido pela Firjan, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro. Mesmo sendo umestado em crescimento – subiu duas posições no ranking – nenhuma cidade baiana está classificada entre as 500 com melhores índices do país.

 O índice, que tem como ano base 2007, leva em consideração três vetores na análise: educação, saúde e emprego e renda. A saúde e a geração de emprego contribuíram para que a Bahia melhorasse sua posição frente aos outros estados. No entanto, foi a educação que realmente alavancou o crescimento. Segundo o chefe da Divisão de Estudos Econômicos da Firjan, Guilherme Mercês, a Bahia ainda temum desenvolvimento que precisa avançar bastante.

  :: LEIA MAIS »

Em dez anos, frota baiana de motos cresceu seis vezes, diz a Abraciclo

A Tarde

No mercado de motos, o financiamento avança, mas o consórcio ainda é a forma de compra favorita

Ela ainda nem sabe guiar uma motocicleta, mas já fechou negócio e comprou um modelo 125 cilindradas. Em visita nesta segunda-feira, 6, a uma concessionária de Salvador, a vendedora Vânia Alves, 37 anos, adquiriu sua primeira moto e vai pagar 36 prestações de R$ 286. Pesou na decisão a insatisfação com o dia-a-dia de ônibus lotados e viagens extenuantes. “Queria uma moto basicamente para fazer o trajeto de casa, na Boca do Rio, para o trabalho, no Centro”, ´justifica Vânia.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia