WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘cidades’

Polícia perde a guerra e crack agora se alastra pelo interior nordestino

ESTADÃO

Pedra rompe limites das metrópoles, entra na rotina policial em cidades de até 10 mil habitantes e lota clínica de recuperação.

Policiais fazem abordagem a veículo suspeito na rodovia PE-483, sentido Cabrobró

Ele começou com álcool há dez anos, quando tinha 17. Depois, viciou-se em maconha. Há cinco anos, quando chegou aos 23, mergulhou de cabeça na pedra de cocaína, o crack. Hoje, aos 28, é um dos 43 internos em uma chácara de recuperação de dependentes químicos no interior do Nordeste. Diz que está limpo, sente-se bem depois de quatro meses sem drogas, e lamenta o inferno vivido no crack ao lembrar que só conseguiu parar quando viu a mãe dentro de um carro de polícia.

Etelvi Nascimento Silva nunca esteve em São Paulo, a metrópole que convive com o crack ao ar livre. Da cracolândia, só ouviu falar. Etelvi fumou a primeira pedra de cocaína no sertão pernambucano, em Floresta, cidade de 30 mil habitantes, a 430 km do Recife, onde nasceu.

Hoje, embora o governo federal ainda pesquise o tamanho do estrago do crack no fundão do País – via Fiocruz -, na sertaneja Floresta de Etelvi e nas vizinhas Petrolândia (32 mil habitantes), Belém do São Francisco (20 mil) e Itacuruba (10 mil), a droga avança. E essa região dentro do “polígono da seca” está prestes a trocar a alcunha de “polígono da maconha” por “polígono do crack”. :: LEIA MAIS »

Conquista será transformada em Região Metropolitana

Ascom | Serin

O Governo do Estado vai iniciar uma série de estudos para ser realizado um enquadramento legal e, dessa forma, ver a possibilidade de viabilização da Região Metropolitana de Vitória da Conquista. O tema foi discutido em reunião realizada na Secretaria de Relações Institucionais, na manhã desta segunda-feira (05/09).

As secretarias do Desenvolvimento Urbano (Sedur) e Planejamento (Seplan), a Casa Civil e a Superintendência de Estudos Econômicos (SEI) terão equipes especializadas para fazer esse levantamento. A iniciativa decorre de um anseio antigo da população da região e da própria cidade, que possui mais de 300 mil habitantes e é considerada a capital do Sudoeste Baiano.

A Região Metropolitana de Vitória da Conquista deverá ser a terceira do Estado, que já conta com a Região Metropolitana de Salvador (RMS) e a Região Metropolitana de Feira de Santana (RMFS), criada no mês de julho e que conta com a participação de seis municípios.

Estiveram presentes na reunião o Deputado Marcelino Galo, autor do projeto que cria a região, o secretário de Relações Institucionais Cezar Lisboa, o diretor administrativo, Emilson Piau, o chefe de gabinete, Pedro Alcântara, além de assessores do deputado e da Serin.

Os estudos vão procurar verificar a melhor forma de implantação de uma Região Metropolitana e devem avaliar a possibilidade de apresentar emendas ao Estatuto da Metrópole, em análise no Governo Federal, procurando adequá-las às realidades urbanas de cidades do Norte e Nordeste do País.

Região Metropolitana de Feira de Santana é sansionada

Tribuna da Bahia

A Região Metropolitana de Feira de Santana (RMFS) passa a existir a partir de hoje, quan-do o decreto da Assembleia Legislativa terá a sanção publicada no Diário Oficial, na forma da Lei Complementar nº 35 de 06 de julho de 2011, assinada pelo governador Jaques Wagner. Formam a RMFS, além de Feira de Santana, os municípios de Amélia Rodrigues, Conceição de Feira, Conceição do Jacuípe, São Gonçalo dos Campos e Tanquinho.

A criação da RMSF traz uma série de benefícios para os municípios da região, como a redução do valor da conta telefônica, que passa a ser de ligação local entre as cidades, captação de recursos de diversas fontes, por meio de um Fundo de Desenvolvimento Metropolitano, e a criação do Policiamento Metropolitano, responsável pela cobertura de toda a área sob a inspeção e vigilância do Comando Metropolitano. O mesmo decreto cria também o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Feira de Santana, órgão de caráter normativo, consultivo, deliberativo e de planejamento composto por um representante de cada município da RMFS e por representantes do governo do estado e da sociedade civil.

:: LEIA MAIS »

Deputado federal Luciano Moreira morre em acidente na BR-402 no MA

Ricardo Valota, do estadão.com.br

SÃO PAULO – Morreu, na noite de quinta-feira, 16, em um acidente na BR-402, na cidade de Morros (MA), a 100 quilômetros de São Luís, o deputado federal Luciano Fernandes Moreira (PMDB/MA), de 58 anos.

Ocupando uma caminhonete, na qual também estavam o motorista Cléber, a esposa do motorista e secretária de Luciano, Célia Regina, e o assessor Mariano, o deputado voltava da cidade de Barreirinhas, onde participou da Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Procuradores Gerais de Justiça do Estado.

O veículo capotou após o motorista desviar de um animal que atravessava a pista. No acidente, o deputado foi lançado para fora do carro. Uma ambulância chegou a socorrer o parlamentar, mas ele não resistiu aos ferimentos. Os demais ocupantes sobreviveram e estão fora de perigo. Regina teria perdido um dedo no acidente.

Nascido no Ceará, Luciano Moreira se formou em Economista e foi eleito deputado federal pela primeira vez no ano passado. No governo de Roseana Sarney, foi secretário de várias pastas: Planejamento, Ciência e Tecnologia, Administração, Recursos Humanos e Previdência.

Criação da Região Metropolitana de Feira de Santana é questão de tempo

BAHIA NOTÍCIAS

Um sonho antigo dos moradores de Feira de Santana, a maior cidade do interior do Nordeste (com 550 mil habitantes), está prestes a se tornar realidade. O Projeto de Lei (PL) do Executivo estadual que visa criar a Região Metropolitana do Território de Identidade Portal do Sertão deverá ser enviado à Assembleia Legislativa nos próximos dias e, ao que tudo indica, será aprovado sem complicações (governistas e independentes já sinalizaram em favor do pleito).

A elaboração do PL foi definida em uma reunião realizada na tarde desta segunda-feira (13), que contou com a presença do secretário de Relações Institucionais, Cézar Lisboa, além dos parlamentares feirenses Zé Neto (PT), Carlos Geílson (PTN) e Graça Pimenta (PR). A região, além de seu pólo central (Feira), abrange, em princípio, cinco municípios: Conceição do Jacuípe, Conceição da Feira, Amélia Rodrigues, Tanquinho e São Gonçalo dos Campos. Outras cidades que compõem o território de identidade também deverão ingressar na região metropolitana, após ela ser definida.

50% de urbanização territorial e 4% do PIB baiano

De acordo com o governo estadual, a elaboração do Projeto de Lei que cria a região metropolitana de Feira de Santana obedeceu a critérios técnicos e constitucionais. As cidades que integrarão o território têm um mínimo de 50% de taxa de urbanização, são limítrofes (possuem fronteiras com a cidade-pólo) e apresentam grande fluxo de pessoas. A formação também é justificada pela área representar mais do que 4% do PIB estadual. :: LEIA MAIS »

Pacto pela Vida prevê Campanha de desarmamento na Bahia

REDE BAHIA | G1

O governo baiano vai implantar postos de coleta de armas e munições. Campanha do desarmamento quer diminuir a violência.

A assinatura nesta segunda-feira (6), do Pacto pela Vida entre o governo da Bahia e Ministério da Justiça, prevê também,  o lançamento da campanha de desarmamento no Estado com a implantação de postos de coletas. Estes postos de coleta de armas de fogo, acessórios e munição, será feito em parceria com os municípios e representantes da sociedade civil.

A campanha prevê ainda, a capacitação dos profissionais de segurança pública estaduais para o recebimento destas armas e a disponibilização de material gráfico para realização da campanha no estado. Atualmente, a entrega de armas, acessórios e munição pode ser feita nas unidades da Polícia Federal de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Ilhéus e Porto Seguro.

A campanha Nacional do Desarmamento 2011 tem como objetivo,  mobilizar a sociedade brasileira para retirar de circulação o maior número de armas de fogo possível e contribuir para a redução da violência no País.

 

Torcedores do Flamengo ofendem nordestinos pelo Twitter

Ricardo Valota e Cido Coelho, do estadão.com.br

SÃO PAULO – Dois torcedores do Flamengo exageraram, com palavras preconceituosas em relação aos nordestinos, em seus comentários publicados no Twitter, na noite de quarta-feira, 11, durante os momentos finais da partida entre o rubro-negro da Gávea e o Ceará, jogo de volta válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil.

Após a classificação do time cearense no torneio, a torcedora, revoltada, que se identifica no microblog como Amanda Régis (@_AmandaRégis), escreveu: “Esses nordestinos pardos, bugres, índios acham que tem moral, cambada de feios. Não é atoa que não gosto desse tipo de raça”{sic}.

Minutos antes, Amanda já havia publicado outros comentários como: ” Esse povinho falando do meu time, são tudo uns mal amados, invejosos!!!”{sic}.


Após jogo, internauta faz demonstração de ódio contra os nordestinos. Foto: Reprodução/Twitter

Outros comentários de cunho preconceituoso partiram do torcedor que se identifica como Lucian Farah (@lucianfarah77). Em três publicações ele diz: “Acho que eh soo .. bando de viado que roobaram esse jogo .. nordestinos burros!”{sic}; “Ei, nordestinos, eu quero eh que vcs se fodam, fmz? seus nordestinos filhos da puta”{sic}; além de “Só vim no twitter falar o qnto os NORDESTINOS é a DESGRAÇA do brasil.. pqp ! bando de gnt retardada qe acham que sabe de alguma coisa”{sic}. :: LEIA MAIS »

Região Sudeste tem o menor índice de alta confiança na polícia: 3%

Estadão.com.br

BRASÍLIA – A polícia brasileira não tem passado uma boa imagem aos cidadãos: em nenhuma região do País as corporações tem mais de 6% de muita confiança no trabalho. É o que mostra o Sistema de Indicadores de Percepção Social (Sips) sobre segurança pública 2010, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado nesta quarta-feira, 30.

PoA população da Região Sudeste é a que menos vê bem as polícias Civil e Militar: apenas 3% dos entrevistados afirmaram ter muita confiança nas entidades. A diferença para a região com o maior índice de alta confiabilidade também não é grande: 5,8%, conforme habitantes ouvidos na Região Nordeste.

Segundo a pesquisa, 30,05% dos moradores da Região Sudeste disseram não confiar na atuação das polícias – também o índice mais elevado do Brasil. A diferença maior nesse dado, é registrado com os habitantes da Região Norte, dos quais 22% dizem não confiar nas entidades de segurança pública.

 

Trabalho. A pesquisa Sips também avaliou os serviços comumente prestados pelas instituições policiais e os dados mostram um fato curioso: apesar de ter os policiais com o maior índice de confiança na polícia, o Nordeste é a região que dá a pior avaliação para o atendimento policial no Brasil. Dos mil cidadãos que precisaram acionar a polícia por algum motivo na região, 29,7% avaliaram o atendimento como péssimo ou ruim. O melhor índice no atendimento policial, segundo percepção da população, foi na Região Sul, onde foi registrado 22,8% de atendimentos considerados péssimo ou ruim.

Palestra sobre desenvolvimento sustentável em Vitória da Conquista

SP cai do 5.º para o 25.º mais violento e é exemplo de contenção de mortes

Lisandra Paraguassú, Ligia Formenti e Rafael Moraes Moura – O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – Com a maior queda entre as 27 unidades da federação, o Estado de São Paulo é um dos exemplos da contenção da violência mostrado pelo Mapa da Violência/2011 divulgado na manhã desta quinta-feira, 24, pelo Instituto Sangari e o Ministério da Justiça. A taxa, entre 1998 e 2008, caiu de 39,7 para 14,9 homicídios por 100 mil habitantes – o Estado, que ocupava o 5º lugar entre os mais violentos, caiu para a 25º posição, perdendo apenas para Santa Catarina e Piauí.

O que São Paulo, a começar pela capital, ainda não consegue controlar são as mortes de jovens (15 a 24 anos) no trânsito. Entre as 27 capitais, São Paulo é a metrópole onde morrem mais jovens na comparação com a população em geral: 68% a mais.

A principal característica do modelo adotado pelo Estado é a continuidade da política de segurança pública. Os investimentos no Estado mais rico do País começaram ainda no final da década de 90 e foram contínuos, tanto em equipamentos e treinamento para a polícia quanto em políticas de prevenção, como o desarmamento. Desde 2000 a violência homicida em São Paulo vem caindo, mas em 2008 chegou ao seu nível mais baixo, atingindo a 25ª posição.

:: LEIA MAIS »

Justiça considera Suzane Richthofen indigna de receber herança

Marília Lopes – Central de Notícias

SÃO PAULO – Suzane von Richthofen, condenada pelo assassinato dos pais, foi considerada indigna de receber a herança pelo 1º Vara de Família e Sucessões de Santo Amaro. A decisão foi publicada no Diário da Justiça de terça-feira, 8, e ainda cabe recurso.

Arquivo/AE
Arquivo/AE
Suzane foi condenada a 39 anos de prisão

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) não comentou a decisão, já que o caso corre em segredo de justiça. De acordo com a publicação, a indignidade é uma sanção civil aplicada ao herdeiro que tem uma conduta injusta com quem iria transmitir a herança.

A ação foi movida pelo irmão de Suzane, Andrés, e ficou suspensa até o término do julgamento penal. Em julho de 2007, Suzane e os irmãos Cravinhos foram condenados pela morte dos pais dela casal Manfred e Marísia. Ela e seu ex-namorado, Daniel, foram condenados a 39 anos de prisão em regime fechado pelos dois homicídios e seis meses em semiaberto por fraude processual (eles tentaram forjar um latrocínio). O irmão de Daniel, Christian, pegou 38 anos em regime fechado e seis meses no semiaberto.

Em outubro de 2002, Manfred e Marísia foram assassinados a golpes de barra de ferro, enquanto dormiam na casa em que a família vivia, na zona sul de São Paulo. Suzane e os irmãos Cravinhos tentaram forjar uma cena de latrocínio no local, mas dias depois confessaram os assassinatos.

Rebelados assassinam 6 presos no Maranhão

Solange Spigliatti – Central de Notícias

SÃO PAULO – Seis detentos da Delegacia Regional de Pinheiro, no interior do Maranhão, envolvidos com crimes de pedofilia, foram mortos durante a rebelião iniciada na noite desta segunda-feira, 7, após um tentativa de fuga frustrada. A polícia conseguiu conter os presos por volta das 16h.

Entre os presos mortos, segundo informações da administração estadual, está José Agostinho Bispo, conhecido como o monstro de Pinheiro. Bispo, de 55 anos, foi condenado a 63 anos de prisão por ter abusado sexualmente das duas filhas em Pinheiro. Ele teve oito filhos com elas e foi preso em 8 de junho. Ele também foi condenado por ter abusado sexualmente das filhas-netas, de 5 e 6 anos.

Com requintes de crueldade, os presos mataram e decapitaram quatro dos presos assassinados e penduraram as cabeças nas grades das celas. Entre as reivindicações dos rebelados, está o fornecimento de comida caseira, já que a maioria deles é da cidade de Pinheiro e quer receber comida de casa.

Superlotada, a cadeia tinha capacidade para abrigar 30 presos em quatro celas mas ali estavam 97 detentos. A própria delegada responsável pela carceragem, Laura Amélia Barbora, atribuiu o motim a superlotação da cadeia. “O clima foi tenso e os presos sempre ameaçavam matar mais pessoas”, disse a delegada em entrevista a uma rádio local. :: LEIA MAIS »

SP: Secretário Saulo de Castro e família são feitos reféns em assalto em Pinheiros

Bruno Lupion e Ricardo Valota, do Estadão.com.br

SÃO PAULO – O secretário de Transportes e Logística do Estado de São Paulo, Saulo de Castro Abreu Filho, a mulher e a filha foram feitos reféns, por volta das 20h30 de segunda-feira, ao terem a casa invadida por quatro bandidos armados de pistolas e revólveres, na região do Alto de Pinheiros, zona oeste da capital paulista.

Bruno Lupion/Estadão.com.br

Bruno Lupion/Estadão.com.br

Entrada da casa do secretário e seu veículo, usado pelos ladrões na fuga

A esposa e a filha de Saulo foram dominadas pela quadrilha quando chegavam em casa. Os criminosos estavam de rosto à mostra e chegaram em um veículo preto, conduzido por um quinto bandido, que deixou o local no mesmo carro.

Forçadas e entrar na casa com os criminosos, a esposa e a filha do secretário, assim como Saulo de Castro, que estava no local, foram obrigados a ficar deitados no chão enquanto os assaltantes procuravam por objetos de valor. Os assaltantes ameaçavam as vítimas e exigiam que os levassem até o suposto cofre da casa.

:: LEIA MAIS »

Prédio em construção de 32 andares desaba em Belém (PA)

Bruno Lupion, do estadão.com.br, e Carlos Mendes

   

Um prédio residencial em construção com 32 andares desabou em Belém por volta das 15 horas de ontem (horário de Brasília). Pelo menos seis funcionários trabalhavam no local no momento do acidente e estavam desaparecidos até as 20h, segundo os bombeiros. Seis pessoas tiveram ferimentos leves.

 Toneladas de escombros interditaram a rua e afetaram a estrutura de duas residências e do prédio ao lado. Defesa Civil e Corpo de Bombeiros trabalham nas buscas com o apoio de retroescavadeiras e pás mecânicas. Cinco pessoas que passavam pela rua e outra que estava em uma casa vizinha foram retiradas com ferimentos leves cerca de 30 minutos após o acidente e levadas a hospitais da região.

 A estudante Inara Cavalcanti, de 19 anos, proprietária de um apartamento no oitavo andar do edifício, soube do desastre pela irmã. “Ela me ligou dizendo que o prédio tinha caído e fui lá correndo ver.” De acordo com ela, o empreendimento chamado Real Class teria 34 andares – 30 de apartamentos e quatro de áreas comuns –, dos quais 32 já estavam construídos. A obra seria entregue em novembro.

  :: LEIA MAIS »

Réveillon tem 106 mortes nas rodovias federais; Minas Gerais lidera

Marília Lopes – Central de Notícias

SÃO PAULO – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou na tarde desta segunda-feira, 3, o balanço final da Operação Ano Novo. Desde a zero hora do dia 31 até as 23h59 deste domingo, 2, foram registradas 106 mortes em acidentes ocorridos em rodovias federais de todo o País. Minas Gerais foi o Estado onde ocorreu o maior número de falecimentos e acidentes.

Foram notificados também 1.844 acidentes, que deixaram 1.294 feridos. A maior parte das ocorrências aconteceram no domingo, na volta do feriado véspera do feriado, quando foram registrados 737 acidentes, com 517 feridos. Mas, o maior número de mortes foi na véspera do feriado, quando aconteceram 30 mortes nas rodovias federais.

Minas Gerais liderou o ranking dos Estados com mais acidente e o maior número de mortos durante o réveillon. Foram 388 ocorrências, com 19 mortes. Em quantidade de acidentes, vem em seguida os Estados do Paraná (231), Santa Catarina (190), São Paulo (136) e Rio de Janeiro (127). No índice de mortes, completam a lista com o maior número de vítimas: Bahia (13), Paraná (9), Santa Catarina e Goiás (6) e Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Distrito Federal (5).

:: LEIA MAIS »

Aeroportos do país têm 18,9% de voos locais com atrasos

Pedro Rocha, do Estadão.com.br

SÃO PAULO – A Infraero registrou, até as 20h deste domingo, 26, atrasos em 353 voos domésticos, ou 18,9% dos 1866 voos locais programados para o período. Entre as aeronaves que partiram para o exterior, 25 foram afetadas pelo problema, proporcionalmente 15,8% dos 158 voos marcados.

No aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, 17 voos internacionais não partiram no horário previsto, 18,3% dos 93 agendados. Nos voos locais esse número foi de 41, representando 20,5% dos 200 programados. Em Congonhas 43 tiveram o problema, 20,5% do total de 172.

No aeroporto de Brasília 24 (18,3% de 131) e 1 (14,3% de 7) voos, respectivamente locais e internacionais, registraram atrasos. No aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, foram afetados 24 (26,7% de 101) aeronaves para viagens no país e apenas um que iriam para fora.

:: LEIA MAIS »

Pesquisa: 98% das cidades brasileiras têm problemas ligados ao crack

Rafael Moraes Moura – O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – O consumo de crack já se alastrou pelo País, aponta pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgada na manhã de hoje, em Brasília. Levantamento feito com 3.950 cidades mostra que 98% dos municípios pesquisados enfrentam problemas relacionados ao crack e a outras drogas. “Falta uma estratégia para o enfrentamento do uso do crack. Não há integração entre União, Estados e municípios”, alertou o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

Ziulkoski criticou o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas, lançado pelo governo federal em maio deste ano. “É um programa que não aconteceu, praticamente nenhum centavo chegou”. Ao apresentar os números, ele disse que não avaliaria se a iniciativa teve intenções eleitoreiras. “Apenas estou trazendo números e realidades”.

A CNM observa ainda que, embora haja um grande esforço para a redução da mortalidade infantil, não há política de Estado de prevenção à mortalidade juvenil. A confederação também ressalta a importância de ações na região de fronteira para impedir a entrada de droga no País. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia