WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


:: ‘caso bruno’

Ex-goleiro Bruno continuará preso

Último Segundo

Justiça negou habeas corpus ao goleiro Bruno. Desembargador argumenta que liberdade coloca em risco a ordem pública e pode prejudicar o andamento do processo.

Em decisão unânime, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou hoje pedido de liberdade impetrado pela defesa do ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes de Souza. Ele é suspeito de participação no desaparecimento de sua ex-amante Eliza Samúdio e está preso desde julho do ano passado na penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH.

O relator do caso, desembargador Doorgal Andrada, argumentou que a liberdade de Bruno coloca em risco a ordem pública e pode prejudicar o andamento do processo. Outros dois desembargadores que julgaram o caso na tarde de hoje, Herbert Carneiro e Julio Gutierrez, acompanharam o voto do relator.

Advogado de defesa de Bruno, Cláudio Dalledone disse à imprensa acreditar na libertação do atleta por meio de um recurso a ser impetrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele diz que a argumentação para manter Bruno preso é frágil. “O fato de ser submetido a júri popular não significa que ele vai fugir. Não há nenhum fato concreto que indique isso”.

:: LEIA MAIS »

Macarrão desiste de dar depoimento após confusão com advogados

Marcelo Portela, de O Estado de S. Paulo

CONTAGEM, MG- O depoimento do braço direito do goleiro Bruno Fernandes, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foi encerrado na noite desta quinta-feira, 11, poucos minutos após ser iniciado.

Ele é acusado, junto com o goleiro e outras sete pessoas, do sequestro e assassinato da ex-amante do jogador, Eliza Samudio, de 25 anos, e seria ouvido pela juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, do Tribunal do Júri de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

:: LEIA MAIS »

Justiça do Rio marca 1ª audiência para Bruno e Macarrão

Priscila Trindade – estadão.com.br

SÃO PAULO – A Justiça do Rio anunciou nesta quinta-feira, 12, que marcou para o dia 26 de agosto, a audiência de instrução e julgamento do processo em que o goleiro Bruno Fernandes de Souza e Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, são acusados pelos crimes de sequestro e lesão corporal contra Eliza Samudio em outubro de 2009. Atualmente, os dois estão em um presídio em Contagem, em Minas Gerais, acusados de terem participação do desaparecimento da jovem, em junho deste ano.

A audiência foi marcada para às 14 horas pelo juiz Marco José Mattos Couto da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Na ocasião serão ouvidas apenas as cinco testemunhas do Ministério Público. As testemunhas da defesa serão ouvidas em outra data que ainda será definida. :: LEIA MAIS »

Corpo encontrado no interior de SP não é de Eliza

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

SÃO PAULO – O corpo carbonizado encontrado no dia 26 de junho, em Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo, não é de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O laudo foi enviado para a polícia na noite desta quarta-feira, 28, pelo Instituto de Criminalística. De acordo com a delegada seccional de Guaratinguetá, Sandra Vergal, foi confirmado que o corpo é de um homem.

Os exames foram feitos baseados em partes do corpo enviadas para o Instituto Médico legal (IML) de Guaratinguetá. Foram enviados para análise o fêmur e um dente do corpo.

Corpo carbonizado no interior de SP não é de Eliza Samudio, diz polícia

O corpo carbonizado encontrado em Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo, em junho, não é de Eliza Samudio. O laudo foi enviado para a polícia no início da noite desta quarta-feira (28) pelo Instituto de Criminalistica.

O exame diz que os ossos analisados são de um homem. A informação foi confirmada ao G1 pela delegada seccional de Guaratinguetá, Sandra Vergal.

Eliza Samudio teve um relacionamento com o goleiro Bruno e está desaparecida. O sumiço é investigado desde o dia 24 de junho. A polícia já considera que a mulher está morta. Mas o corpo não foi encontrado.

No dia 19 deste mês, o delegado Mário Celso Ribeiro Fenne, da Polícia Civil de Cachoeira Paulista, a 212 km da capital paulista, comunicou os policiais de Minas Gerais, que investigam o desaparecimento, sobre a localização de um corpo carbonizado no município.

O corpo foi localizado no bairro São Miguel no dia 26 de junho. Estava totalmente carbonizado e sem a arcada dentária superior. Apesar de a polícia ter considerado a possibilidade de o corpo ser de uma mulher em razão da baixa estatura, a suspeita foi descartada.

:: LEIA MAIS »

Sangue encontrado em colchão não é de Eliza Samudio, diz polícia

Eliane Souza, especial para O Estado

BELO HORIZONTE- A Polícia Civil de Minas Gerais informou nesta sexta-feira, 23, que o sangue encontrado em um colchão no sítio do goleiro Bruno Souza, em Esmeraldas (MG), é de uma mulher, mas não de Eliza Samudio, ex-amante do jogador desaparecida desde o início de junho. O material foi encontrado em perícia realizada em 13 de junho.

O delegado Edson Moreira afirmou que a prova pode ter sido “plantada”. “Na primeira vistoria feita não tinha sangue. Na segunda vistoria, foi encontrada uma grande mancha de sangue, que pode ser para tumultuar as investigações”.

Segundo o delegado, o sítio não poderia ter sido interditado já que a legislação Brasileira não permite esse tipo de lacre, para ficar o tempo todo à disposição da polícia. Moreira disse ainda que a possibilidade de o corpo carbonizado encontrado no interior de São Paulo ser de Eliza é “praticamente zero”. Os restos mortais foram achados no dia 26 de junho em Cachoeira Paulista e estão em análise na capital paulista. :: LEIA MAIS »

Promotor afirma que menor participou do sequestro de Eliza

Eliane Souza, especial para O Estado de S. Paulo

BELO HORIZONTE – O promotor Gustavo Fantini do Ministério Público disse na tarde desta quinta-feira, 22, que já tem todos os elementos que comprovam a participação do menor J. no suposto sequestro de Eliza Samudio. Fantini, no entanto, ainda não confirmou a informação de que o menor esteja envolvido no supostos assassinato e ocultação de cadáver.

O presidente da Comissão dos Direitos da Criança, do Adolescente e do Idoso da OAB-MG, Stanley Gusman, disse que J. está bem acompanhado e constatou que o adolescente estava à vontade na sala durante toda a audiência e assegurou que está sendo mantida a integridade física e emocional do menor.

Sem falar uma palavra, em menos de meia hora, o goleiro Bruno, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, deixaram o Juizado da Infância e da Juventude, em Contagem (MG) e voltaram para a penitenciária Nelson Hungria.

:: LEIA MAIS »

Advogado do goleiro Bruno acredita que Eliza Samudio está viva

Priscila Trindade, da Central de Notícias

SÃO PAULO – A defesa do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, e de outros suspeitos de envolvimento com o sumiço de Eliza Samudio, de 25 anos, afirma que a ex-amante do atleta está viva. A afirmação foi feita pelo advogado Ércio Quaresma Firpe, em entrevista à rádio CBN nesta terça-feira, 20. “Enquanto eu não verificar um atestado de óbito, não cotejar um exame de necropsia, essa moça está viva.”

Ele acredita que a jovem possa ter sumido por vingança. “A maior vingança que uma mulher pode fazer contra um homem por qualquer tipo de situação é dele ir para a cadeia inocentemente”, disse.

Na entrevista, Quaresma reforçou que irá tentar retomar a defesa da ex-cliente Dayanne Souza, mulher de Bruno, que, segundo ele, foi coagida pelo delegado Edson Moreira, chefe do Departamento de Investigação, a contratar nova defesa. “O que estava acontecendo em Minas é coisa da Idade Média. Os inquisidores da Santa Inquisição iriam pedir bênção e aula [para os policiais] para torturar os outros mentalmente.” :: LEIA MAIS »

Mais uma delegada do caso Eliza é afastada

Da Globominas

Delegada Ana Maria dos Santos, que participava das investigações
Delegada Ana Maria dos Santos, que participava
das investigações (Foto: Reprodução/TV Globo)

As delegadas Ana Maria dos Santos e Alessandra Wilke foram afastadas do inquérito policial sobre o desaparecimento de Eliza Samudio, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil de Minas Gerais.

Alessandra, que ocupava a presidência do inquérito, foi afastada do caso em decorrência do vazamento de um vídeo com declarações do goleiro Bruno de Souza, gravado durante a transferência dele do Rio de Janeiro para Minas Gerais, na noite de 8 de julho. O motivo da retirada do nome de Ana Maria dos trabalhos não foi explicado.

:: LEIA MAIS »

Testemunhas dizem que suposta amante de Bruno foi a sítio em Minas

do G1

Pelo menos cinco pessoas viram Fernanda Gomes em MG e no Rio. Ela foi chamada pela polícia, mas advogados adiaram depoimento.

Fernanda Gomes chega à BH para prestar depoimento na polícia

A mulher apontada pela polícia como amante do goleiro Bruno  — e que teria tomado conta do bebê de Eliza Samudio e ajudado a levá-lo para Belo Horizonte — aparece em pelo menos cinco depoimentos de testemunhas no inquérito policial que apura o desaparecimento de Eliza Samudio.

Fernanda Gomes desembarcou no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, neste sábado (17), segundo Ércio Quaresma, advogado dela. O delegado Edson Moreira, que investiga o caso, afirmou que não há previsão para o depoimento de Fernanda. Ele afirmou não ter conhecimento de que ela está em Minas Gerais. Fernanda deveria ser ouvida pela Polícia Civil nesta sexta-feira (16), mas passou mal e ficou internada por sete horas num hospital em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio.

Segundo a polícia de Minas Gerais, Fernanda teria passado pelo sítio do goleiro Bruno entre 4 e 6 de junho. Outra mulher que teria envolvimento com o atleta também foi citada em declarações obtidas pela polícia. A delegada Roberta Carvalho, do Rio, disse que Ingrid Oliveira, que seria noiva de Bruno, não é suspeita de participação no crime, mas o depoimento dela foi pedido justamente por ter sido lembrada nos depoimentos. Ela também deveria prestar esclarecimentos, mas os advogados pediram que a audiência fosse remarcada. :: LEIA MAIS »

Caso Bruno: mulher do goleiro não fala em depoimento à polícia mineira

O Globo

BELO HORIZONTE – A mulher do goleiro Bruno, Dayanne Fernandes usou, nesta sexta-feira, o direito de ficar calada durante o primeiro depoimento após ser presa suspeita de envolvimento do desaparecimento de Eliza Samudio, informou o advogado de defesa Frederico Franco. Ela seria ouvida no Departamento de Investigações de Belo Horizonte, onde chegou por volta das 7h45m. Ela chegou com uniforme de presidiária e algemada. A delegada de Contagem Alessandra Wilke, que investiga a denúncia de assassinado de Eliza, chegou ao Departamento de Investigação por volta das 9h. O depoimento terminou por volta das 12h30.

  :: LEIA MAIS »

Juíza decreta quebra de sigilo telefônico de suspeitos de envolvimento no caso Eliza

R7

A juíza Marixa Rodrigues, do Tribunal do Júri de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), decretou a quebra de sigilo telefônico do goleiro suspenso do Flamengo Bruno Fernandes e de outros três suspeitos de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio.

Segundo a juíza, a quebra foi determinada na quarta-feira (14). Além do jogador, tiveram o sigilo quebrado Wemerson Marques de Souza, o Coxinha, Flávio Caetano Araújo e o adolescente de 17 anos, primo do goleiro. O pedido foi feito ao Tribunal do Júri de Contagem pela delegada Alessandra Wilke, da Delegacia de Homicídios da cidade.

Na manhã desta quinta-feira (15), o ofício da determinação já estava com as operadoras de telefonia responsáveis. Os relatórios devem ser entregues à polícia em dois dias. Com a quebra dos sigilos, a polícia quer cruzar os telefonemas feitos entre os suspeitos. :: LEIA MAIS »

Defesa vai alegar que Bruno foi vítima de “armação” de primo

da Folha

A defesa do goleiro Bruno Fernandes, 25, afastado do Flamengo após ser preso acusado pela polícia de participação no sequestro e possível assassinato de Eliza Samudio, 25, sua ex-amante, tentará demonstrar à Justiça que o jogador é vítima de uma vingança por parte de Sérgio Rosa Sales, 22, conhecido como Camelo e seu primo, também preso pelo desaparecimento de Eliza.

Advogados de Bruno têm se reunido com parentes do atleta e de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, acusado de ter sequestrado Eliza e o filho dela supostamente com Bruno para levá-los do Rio até Minas, para descobrir o que motivou Sales a dizer à polícia que o goleiro teve participação direta no crime e teria visto a ex-amante ser morta.

Os advogados de Bruno acreditam que Sales quis se vingar do goleiro porque foi substituído da condição de braço direito na administração da vida do atleta. :: LEIA MAIS »

Na prisão, goleiro Bruno pede visita de Pastor

Assim que eu for autorizado eu vou lá, sabe por quê? Deus odeia o pecado

image

Durante a ExpoBetim Cristã, que terminou neste domingo, o pastor Jorge Linhares, da Igreja Batista Getsemani, durante sua pregação no dia 10, lembrou que Bruno fugiu do batismo em sua igreja diversas vezes. O conferencista disse que Bruno pediu uma visita do líder agora que está preso.
Assim que subiu ao palco o autor ministrou sobre oportunidades e relembrou do caso do ex-goleiro que acusado de matar a ex-namorada Eliza Samudio. Linhares disse que quando Bruno era pequeno, o via na Igreja e na época, o jogador mineiro era uma criança inocente. “Certo dia, Bruno me apareceu na Igreja com o cabelo pintado de vermelho com amarelo, e foi lá me cumprimentar. Eu disse: Pra que isso Bruno? Ele me respondeu: Sabe como é pastor, as meninas hoje em dia. Mesmo assim eu insisti e disse: Ei, Bruno vamos batizar, olhe só, todos os seus amigos indo e só você vai ficar aqui? E ele mais uma vez me dizia: Não pastor, deixa para próxima. E assim foi durante muito tempo”, expressou.

:: LEIA MAIS »

Parede falsa, encontrada pela polícia na casa de Bola, pode conter os restos de Eliza Samudio

do Último Segundo | Rede Globo

Buscas pelo corpo da ex-modelo também serão realizadas no sítio do goleiro Bruno, em Esmeraldas. 

 Polícia retoma buscas na casa de Bola

Policiais civis encontraram nesta quarta-feira uma parede falsa na casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, na rua Araruama, no bairro Santa Clara, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte. Os agentes derrubaram a parede, mas ainda não há informações sobre o que havia atrás. O Corpo de Bombeiros foi acionado e está indo para o local. Técnicos do Departamento de Geologia da Universidade Federal de Minas Gerais estão na casa com um equipamento chamado GPR. Ele faz um raio X do terreno para ver onde existam locais ocos ou com terra fofa. O menor J., de 17 anos, disse em depoimento que ouviu Luiz Henrique Romão, o Macarrão, dizer que Bola havia concretado os restos mortais de Eliza.

Também serão realizadas buscas hoje à tarde no sítio do Bola e do goleiro Bruno, ambos em Esmeraldas (MG). Eles tentam encontrar vestígios do corpo de Eliza Samudio, de 25 anos, ex-amante do atleta e desaparecida desde o início de junho. Nesta terça-feira (13), a polícia e os peritos estiveram no sítio do goleiro para realizar exames e análises periciais em dois cômodos.

:: LEIA MAIS »

Promotor ouve menor envolvido no caso Eliza em MG

Da Globominas.com

O juiz de Contagem (MG), Elias Charbil Abdou Obeid, confirmou, às 16h desta terça-feira (13), que o adolescente envolvido no desaparecimento de Eliza Samudio está sendo ouvido na Vara da Infância e da Juventude da cidade. O promotor Leonardo Barreto Moreira Alves conversa com o menor para decidir se vai apresentar à Justiça uma representação contra o adolescente. Ainda não foi determinado onde o rapaz deve ficar internado.

O menor já falou com a polícia, no Rio de Janeiro, na terça-feira passada, dia 6. Ele foi localizado na casa do goleiro Bruno de Souza, que jogava no Flamengo, na capital fluminense. No depoimento, o adolescente afirmou que Eliza Samudio foi agredida e está morta. O menor disse que ele e Luiz Henrique Romão, amigo de Bruno conhecido como Macarrão, levaram a jovem do Rio de Janeiro para o sítio do goleiro, em Esmeraldas (MG). Depois, ela foi assassinada. :: LEIA MAIS »

Caso Eliza Samudio: outra amante do goleiro Bruno desaparece

CORREIO, com agências

Procura-se uma mulher loira, que atende pelo nome de Fernanda Sales e é, também, ex-amante do goleiro Bruno, preso em Belo Horizonte. Fernanda, que teria sido vista várias vezes com o atleta, tem seu paradeiro desconhecido há pelo menos uma semana, de acordo com o jornal carioca O Dia.

Segundoos vizinhos, a moça deixou o apartamento, no Conjunto Residencial Visconde de Araguaia, em Santa Cruz, bairro da Zona Oeste do Rio, com o filho adolescente, mas deixou todos os pertences no imóvel. Fernanda também é suspeita de ter ajudado Bruno a deixar sua mansão, no Gol vermelho dela.

O fato aconteceu na terça-feira passada, após a polícia ter apreendido no local o menor J., pivô das denúncias sobre a morte de Eliza. Conhecida pelos moradores da região de Santa Cruz, Fernanda era frequentadora do bar Rock Bola, na mesma rua do conjunto residencial. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia