WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘cargos comissionados’

Vamos orar: AFEGANISTÃO

Os cristãos não podem manifestar a fé publicamente, tornando-se cristãos secretos

  • Tipo de Perseguição: Antagonismo étnico, opressão islâmica, corrupção e crime organizado
  • Capital: Cabul
  • Região: Sul da Ásia
  • Líder: Ashraf Ghani Ahmadzai
  • Governo: República islâmica presidencialista
  • Religião: Islamismo
  • Idioma: Pashto, dari
  • Pontuação: 93
POPULAÇÃO: 37,2 MILHÕES

POPULAÇÃO CRISTÃ: MILHARES

Com uma pontuação de 93 pontos, o Afeganistão mais uma vez se classificou em 2° lugar na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2020, mas caiu um ponto comparado ao ano anterior, por conta da diminuição da violência.

No período de referência da Lista Mundial da Perseguição 2020 (1 de novembro de 2018 a 31 de outubro de 2019), o Afeganistão suportou os mesmos níveis extremos de pressão que a Coreia do Norte, que ocupa a 1ª colocação na Lista Mundial da Perseguição. Embora a situação dos cristãos nos dois países seja muito diferente, em termos de pontuação, eles só diferem ligeiramente por conta de uma menor violência no Afeganistão.

O alto nível da pontuação reflete um novo aumento na insurgência – não só o Estado Islâmico se juntou ao Talibã no Afeganistão, como também passou a controlar uma quantidade cada vez maior do território do país. O segundo motivo é que por que em pelo menos metade do período de análise, as preparações para as eleições, em setembro de 2019, deram razão para numerosos ataques. Ao mesmo tempo, a leve diminuição na pontuação da violência, comparada ao ano anterior, reflete que tem se tornado mais difícil conseguir detalhes em áreas governadas pelas insurgências e não significa necessariamente que a violência contra cristãos diminuiu.

:: LEIA MAIS »

Corte de R$ 50 bi no Orçamento 2011 suspende concursos públicos e nomeações em todo país

Últimos Segundo

Governo não informou se haverão demissões entre os cargos comissionados. Reajustes salariais não serão discutidos até segunda ordem. Ministros Guido Mantega e Miriam Belchior foram incubidos por Dilma a dar a notícia.

Os ministros Guido Mantega e Miriam Belchior falam durante entrevista sobre o Orçamento Geral da União para 2011

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou nesta quarta-feira que todos os concursos públicos e nomeações de novos funcionários federais estão suspensos. A medida faz parte do programa de corte de R$ 50 bilhões no orçamento para 2011, anunciada há pouco em Brasília.

Novas contratações até podem ocorrer, mas de forma extraordinária, após análise criteriosa, caso a caso, disse a ministra. “Novas contratações serão olhadas com lupa”, afirmou.

A ministra firma, porém, que não há decisão sobre redução do número de cargos de comissão no governo federal (os DAS), nem se eles terão correção salarial nos mesmos percentuais oferecidos à presidenta e aos ministros a partir do Orçamento de 2011.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia