WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘Caetité’

INB já embarcou 40 toneladas do urânio reembalado em Caetité

A TARDE | JUSCELINO SOUZA
Embarque de 40 t de urânio ocorreu quase um mês após protesto contra entrada do produto na cidade

 

O envio de 40 toneladas de urânio concentrado (yellow cake) da província uranífera das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) para enriquecimento na França, na última segunda-feira, passou despercebida pela maioria da população de Caetité (a 757 km deSalvador).

O produto, que estava lacrado em área desegurança máxima na INB, passou pelo processo de reembalagem após aval da Diretoria de Radioproteção e Segurança da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). O retorno ao Brasil não está definido.

No entanto, mesmo com a anuência da comissão em permitir a reembalagem do urânio, a população continua em alerta quanto ao destino dos contêineres e resíduos do material radioativo. Sobretudo depois que dois operários que manuseavam o produto sentiram um mal-estar e tiveram de ser medicados. O órgão informou que as outras 50 t seguem para a França até o mês de agosto, sem dia definido. :: LEIA MAIS »

PM’s e advogado são denunciados pelo MP por morte de jovem em Caetité

Rede Bahia | G1

Sete policiais militares estão envolvidos na morte do adolescente, diz MP. Ministério pediu afastamento deles da função pública.

Sete policiais militares e um advogado foram denunciados pelo Ministério Público da Bahia suspeitos da morte do adolescente Danilo Uillian Carvalho de Oliveira (foto), em janeiro de 2011, no município de Caetité, a 757 Km de Salvador. Segundo a polícia, a vítima foi morta após uma perseguição policial.

De acordo com o MP, o promotor de Justiça Anderson Freitas de Cerqueira, denunciou os suspeitos à Vara Crime da comarca por homicídio qualificado e pediu a suspensão da função pública dos policiais militares envolvidos no crime. O advogado foi denunciado por homicídio culposo por estar dirigindo o carro durante a perseguição que foi definida pelo promotor como desastrosa.

Entenda o caso

Segundo o MP, a vítima estava acompanha de um amigo. Os dois fugiram de uma abordagem policial no município de Igaporã, e seguiram de carro até Caetité. Avisados pelos PMs de Igaporã, os policiais militares envolvidos na ação montaram uma barreira na altura de um local conhecido como Trevo do Brás, nas imediações de Caetité, mas Danilo, que estava dirigindo o veículo, furou o bloqueio policial e seguiu para o centro da cidade. A PM começou uma perseguição pelas ruas do município. :: LEIA MAIS »

Governo Wagner não conclui hospital e prejudica população de Caetité afirma pré-candidato Paulo Souto

da ASCOM | DEM-BA

“É fundamental que o projeto do Hospital de Caetité seja retomado. Ele precisa ser equipado e concluído. Em operação, vai proporcionar um grande salto na qualidade da assistência médica no município e região”, afirmou o presidente estadual do Democratas, Paulo Souto, durante encontro com lideranças políticas em Caetité, no último final de semana. Acompanhavam o pré-candidato ao governo do estado os ex-prefeitos José Ronaldo, de Feira de Santana, e Nilo Coelho, de Guanambi, além do presidente do PSDB na Bahia, Antonio Imbassahy, do deputado federal, João Almeida, e estadual, Luiz Augusto.

O hospital não foi concluído ainda, segundo o ex-prefeito de Caetité, Ricardo Ladeia, por causa de preconceito político. “Em 2006, o então governador da Bahia, Paulo Souto, empenhou cerca de R$ 2 milhões, recurso suficiente para a conclusão e posterior funcionamento do hospital. No entanto, Jaques Wagner, que assumiu o governo no ano seguinte, não destinou os recursos para o nosso município, interrompendo o sonho do nosso povo”, relatou.

O pré-candidato ao Senado Federal, José Ronaldo, acredita que essa é uma medida mesquinha, que segue na contramão dos princípios democráticos e republicanos. “É indigno um governador que, ao assumir, encontra uma verba empenhada, que é uma verba garantida, de convênio assinado, e só porque o município tem um prefeito de oposição, ele não direciona o recurso, prejudicando a população”, criticou. :: LEIA MAIS »

Fórum Comunitário do Selo UNICEF é tema de encontro em Conquista

Como promover um processo participativo de fortalecimento da gestão pública e das políticas sociais para a infância e adolescência? Como fazer uma análise da situação das crianças e adolescentes do seu município para garantir direitos? E de que forma os indicadores sociais podem apoiar a promoção da cidadania de meninas e meninos de 0 a 17 anos? Estas são questões centrais do 2º Ciclo de Capacitação do Selo UNICEF Município Aprovado (Edição 2009-2012), promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) com o objetivo de preparar 204 municípios do Semiárido baiano para a realização do 1º Fórum Comunitário do Selo.

Nesta segunda e terça-feira (dias 31/05 e 01/06), Vitória da Conquista vai sediar o encontro de representantes de 64 municípios da região. Foram convidados: articuladores do Selo, ou seja, técnicos indicados pelas prefeituras para coordenar localmente a implementação do programa, conselheiros municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente; e jovens lideranças, que ficarão responsáveis por apoiar a mobilização de meninos e meninas de 12 a 17 anos, em escolas e comunidades, em torno de ações voltadas para a promoção dos direitos da infância e adolescência. :: LEIA MAIS »

Caetité: Gafe do governador deixa população sem água

O governador Jaques Wagner caiu na cascata do Greenpeace e mandou interditar poços de água potável no município de Caetité

CAETITÉ – Deu na revista Veja. Em 2008, o Greenpeace fez uma gritaria danada na Bahia para denunciar uma situação que parecia aterrorizante: todo o lençol freático do município de Caetité, único do país onde há uma mina de urânio, estaria contaminado por radiação.

O governador Jaques Wagner encampou a denúncia e mandou interditar grande parte dos poços da cidade. Resultado: a maioria dos habitantes da zona rural ficou água potável.

Agora, a Comissão Nacional de Energia Nuclear, órgão federal responsável por essas medições, foi até Caetité e descobriu que a radioatividade das águas é menor que a de estâncias turísticas, a exemplo Poços de Caldas e Araxá (MG), Águas de Lindóia (SP) ou Guarapari (ES). Ou seja: não faz nenhum mal à saúde, ao contrário. Do Bahia Dia Dia

Mais um caminhão de gás roubado na Bahia

Um caminhão Mercedes Benz, de cor branca, placa de Caetité-BA, trafegava de Caetité para Jequié carregado de botijões de gás, quando foi interceptado por cinco elementos abordo de dois carros de passeio, ao passar pela cidade de Iramaia-BA. Segundo a Polícia Militar da 4º Cia, com o comando do Tenente Lima Junior, os indivíduos fizeram o motorista do caminhão de dados não relevados como refém, durante todo o dia de quarta-feira (05), em um matagal no Município de Iramaia. Após roubar toda a carga de botijões, os meliantes libertaram o motorista e o caminhão foi liberado. Ameaçado de morte, o condutor teve que sair as pressas do local. A Pólicia Militar realizou buscas na região mas não encontrou o bando. Fonte Marcos Franh

Caetité: Prefeitura convoca servidores para recadastramento

A prefeitura municipal de Caetité, sudoeste da Bahia, a partir de 3 de maio irá fazer o recadastramento dos servidores públicos efetivos da cidade.

Segundo o cronograma divulgado entre os dias 03 a 12 de maio são obrigatórios a presença dos servidores das secretarias municipal de educação.

Já entre os dias 13 a 20, será a vez dos servidores da Saúde e de Ação Social enquanto que de 21 a 28 os convocados serão os efetivos das outras secretarias municipais.

Veja os documentos necessários: :: LEIA MAIS »

Cnen libera uso da água em Caetité e Souto chama Ingá de irresponsável

A liberação dada pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) para consumo humano da água Caetité, a 757 km de Salvador, deu munição para a oposição criticar a gestão ambiental do governo de Jaques Wagner (PT). Isso porque o Ingá (Instituto de Gestão Águas da Bahia), órgão estadual, interditou seis poços artesianos na zona rural do município alegando alta contaminação por urânio. Acontece que o Cnen, comissão ligada ao Ministério de Ciência e Tecnologia responsável pelas análises sobre urânio, considerou a água adequada para o abastecimento local. :: LEIA MAIS »

Escassez de água leva moradores de Caetité a violar poço interditado

A Tarde

“Chegará um dia em que a água, de tão escassa, será mais cara que petróleo”. A previsão dos mais velhos já é realidade na castigada zona rural de Caetité, a 757 km de Salvador, onde um litro de água mineral, vendido por até R$ 3,50, chega a custar até 20% a mais que o mesmo volume de gasolina, em torno de R$ 2,80.

Diante da longa estiagem, que castiga o semiárido desde março do ano passado, e com a interdição de poços artesianos com índices de radiação acima dos limites recomendados pelo Ministério da Saúde, homens e animais disputam o líquido nas mesmas fontes. É a luta pela sobrevivência. Nada importa: nem a impureza da água, nem a anunciada e temida contaminação por urânio. Vale tudo para conseguir água, até mesmo percorrer mais de 20 quilômetros numa motocicleta ou no lombo de animal para levar pra casa 20 litros do produto.  Como nem todos podem se dar ao luxo de fazer o mesmo, a luta é cada vez mais acirrada.

Cansados de esperar uma solução definitiva para suprir o desabastecimento, alguns moradores da zona rural passaram a captar água em poços que foram lacrados por determinação do Instituto de Gestão das Águas (Ingá). Muitos não admitem o acesso aos locais interditados, porém, os que se dispõem a falar culpam a prefeitura pela pouca oferta de água em carros-pipas. Para que não falte o produto em cacimbas e tanques, onde também conduzem animais para matar a sede e irrigar lavouras. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia