WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘Brasil’

Comércio virtual no Brasil fatura R$ 8,4 bilhões no 1º semestre

AGÊNCIA ESTADO

Resultado é 24% superior ao registrado em igual período de 2010, segundo o relatório WebShoppers da consultoria E-bit.

O comércio virtual encerrou a primeira metade de 2011 com faturamento de R$ 8,4 bilhões, montante 24% superior ao registrado em igual intervalo de 2010, segundo o relatório WebShoppers da consultoria E-bit.

A previsão da E-bit é de que o comércio online deve faturar R$ 10,3 bilhões no segundo semestre, de forma que o e-commerce pode encerrar 2011 com faturamento de R$ 18,7 bilhões, o que representa uma expansão de 26% ante 2010. Um dos destaques do primeiro semestre é a participação da baixa renda, que representa 61% dos novos entrantes no mundo de compras online com renda familiar de até R$ 3 mil.

“Estamos presenciando uma consolidação do setor, tendo em vista o grande número de entrantes nesse primeiro semestre, contribuindo para o faturamento do período”, afirmou o diretor geral da e-bit, Pedro Guasti. Na análise por segmento, o grupo eletrodomésticos permaneceu na liderança da preferência dos consumidores virtuais, representando 13% do volume total de pedidos. Em seguida, vem o setor de informática, com uma fatia de 12%. Saúde, beleza e medicamentos contribuiu com uma participação de 11%.

Em contrapartida, o setor de livros, assinaturas de revistas e jornais ficou como quarto colocado, com 8%. Eletrônicos completam o grupo dos cinco primeiros mais bem posicionados no varejo eletrônico, com parcela de 6%. Segundo a e-bit, o tíquete médio do período foi de R$ 355.

Bovespa despenca em queda de 8,08%, abaixo dos 49 mil pontos

G1

É o menor patamar de fechamento desde 30 de abril de 2009. Ibovespa registra maior queda diária desde 22 de outubro de 2008.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em forte queda nesta segunda-feira (8), primeiro dia de negociações após o rebaixamento da nota de crédito dos Estados Unidos na sexta-feira (5) pela agência Standard and Poor’s.

Queda de 5,5% em Dow Jones já é considerado um ‘desastre’, apenas no primeiro dia útil após o rebaixamento da classificação dos EUA

O Ibovespa acompanhou o movimento internacional e fechou com queda de 8,08%, aos 48.668 pontos. Por volta das 15h20, o Ibovespa chegou a cair 9,74%, ficando muito próximo de ter suas operações suspensas pelo mecanismo intitulado ‘circuit breaker’ – regra que interrompe a negociação das ações por meia hora quando o índice atinge 10%.

A bolsa brasileira registrou nesta segunda o menor patamar de fechamento desde 30 de abril de 2009 (47.289) e a maior queda diária desde 22 de outubro de 2008, auge da crise financeira desencadeada pela quebra do banco Lehman Brothers, quando o Ibovespa caiu 10,18%, e acionou o ‘circuit breaker’ pela última vez. :: LEIA MAIS »

Texto de Serra, sem aval conjunto do PSDB, ataca ‘herança maldita’ do PT

ESTADÃO

Análise da conjuntura foi discutida quarta-feira pelo Conselho Político, presidido pelo tucano, e contém duros ataques a Dilma, cujo governo é classificado de ‘incompetente e autoritário’.

Serra e FHC após a primeira reunião do Conselho Político do PSDB, na quarta-feira, em Brasília

Documento elaborado pelo ex-governador José Serra e apresentado por ele ao Conselho Político do PSDB, órgão partidário que o tucano preside, afirma que “a incompetência e o autoritarismo são as marcas” do governo de Dilma Rousseff, e ressuscita o termo “herança maldita”. O termo era usado pelos petistas para atacar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas agora foi aplicado aos governos do PT. O texto divulgado na sexta-feira, 1º, no site do tucano não contou com o aval de todos os integrantes do conselho, entre eles o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que, procurado, preferiu não se manifestar.

Sem o aval de todos à íntegra do texto, dirigentes tucanos disseram não reconhecer o documento como uma peça partidária, sobretudo constrangidos com o fato de a divulgação ter ocorrido menos de 24 horas após a homenagem aos 80 anos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Na festa, vários petistas compareceram e foi novamente lembrada por FHC a carta enviada por Dilma a ele na qual a petista reconhece avanços ocorridos no País durante a gestão do tucano. :: LEIA MAIS »

SBB comemora 100 milhões de Bíblias produzidas

SBB comemora 100 milhões de Bíblias produzidas

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) comemorou no dia 26 de maio a produção de 100 milhões de Bíblias. A festa aconteceu na Gráfica Bíblia localizada na cidade de Barueri.

A marca mundialmente inédita foi muito aguardada, a empresa instalou um dispositivo digital nas máquinas da unidade de encadernação para fazer a contagem regressiva até o tão esperado centésimo milionésimo exemplar. A Bíblia símbolo dessa marca foi justamente uma edição comemorativa, alusiva a essa conquista.

A publicação é composta por duas traduções: a Tradução Brasileira, uma tradução histórica, de 1917, a primeira a ser feita totalmente no Brasil, e a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, tradução pioneira, lançada no ano 2000, responsável por trazer o conteúdo bíblico em uma linguagem mais simples e fácil de ser compreendida pela população brasileira.

“Trata-se de um momento histórico. Celebramos hoje os 100 milhões de Bíblias que Deus nos concedeu para a semeadura de sua Palavra a todas as nações”, disse emocionado o presidente da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), Adail Carvalho Sandova.

Na ocasião cerca de 100 pessoas estavam presentes entre funcionários da organização, membros da Diretoria da SBB, além de jornalistas e lideranças religiosas.

Fonte: Gospel Prime

Com informações SBB

MP é contra licitação simplificada para Copa

Do Congresso em Foco

Temendo “graves desvios de verbas públicas”, o Ministério Público Federal (MPF) decidiu agir para conter o ímpeto dos congressistas, principalmente da base aliada do governo Dilma Rousseff, em aprovar o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Para apressar o andamento das obras da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, o regime proposto “dribla” a lei das licitações ao simplificar a escolha das empresas e projetos pelo governo. Por determinação do procurador geral da República, Roberto Gurgel, o MPF começou a entregar ontem (11) aos deputados uma nota técnica do Grupo de Trabalho da Procuradoria que acompanha a organização do Mundial a ser realizado no Brasil. O documento critica a empreitada global e a ausência de projetos básicos feitos pelo Estado, principais itens do Regime Diferenciado, previstos no relatório da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) à Medida Provisória 521, em discussão no plenário da Câmara.

A nota critica três itens do relatório: o alegado subjetivismo dos “anteprojetos de engenharia”, que vão substituir os atuais projetos básicos feitos pelos governos, conforme prevê a lei 8.666/93; a falta de detalhamento de quais serão exatamente as obras da Copa beneficiadas pelo RDC;  a “obscuridade” dos contratos de eficiência previstos nas novas regras. Os quatro procuradores que assinam a nota acreditam que os governantes terão liberdade demais para agir nas concorrências. “A obra é pública, e não do administrador”, dizem os membros do GT da Copa, Athayde Ribeiro, Carolina Gusmão, Ana Carolina Tannus e Paulo Roberto Galvão, grupo que trabalha ligado à 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF.

:: LEIA MAIS »

”Toda vez que se faz uma campanha de desarmamento, os homicídios caem”, diz ministro da Justiça

Estadão

“A campanha por si só já é válida. Mas a ideia é ir além e enfrentar essa cultura do armamento.”

O ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, acredita que a tragédia no Rio ajuda a jogar luz sobre o Estatuto do Desarmamento. Depois do massacre, ele pretende antecipar a campanha do desarmamento, programada para junho, e iniciar as discussões sobre a restrição de posse de armas no País imediatamente.

Na Grã-Bretanha e na Austrália, depois de massacres em escolas como a de Realengo, foram tomadas medidas restritivas em relação à posse de armas por civis. A tragédia contribui de alguma forma para a discussão?
Acho que sim. Temos de debater com a sociedade quais pessoas têm condições de usar armas e em que condições. O próprio Estatuto do Desarmamento tem de ser discutido sob a ótica que estamos vivenciando. O número de homicídios e de vítimas feridas em situações de arma de fogo, voluntariamente ou por acidentes, está subindo. Por isso, temos de discutir a questão do porte, quem deve ter, para que possamos ter uma política mais restritiva de posse de arma.

Na quinta-feira, depois de saber dos ataques, o senhor falou sobre a importância de apressar a campanha do desarmamento. Quais são os planos?
Haverá um encontro em Brasília na segunda-feira com integrantes do Viva Rio, representantes da sociedade civil e parceiros do governo. Queremos agora definir o cronograma. O plano original era junho, criando novos postos de entrega e preparando o pessoal para receber as armas. Mas queremos acelerar e lançar antes, para aproveitar as reflexões que infelizmente foram provocadas pela tragédia. Vimos pelo Mapa da Violência que toda vez que se faz uma campanha de desarmamento há uma redução nas taxas de homicídio. A campanha por si só já é válida. Mas a ideia é ir além e enfrentar essa cultura do armamento. Além de outras perspectivas para aperfeiçoar a legislação em vigor.

:: LEIA MAIS »

Região Sudeste tem o menor índice de alta confiança na polícia: 3%

Estadão.com.br

BRASÍLIA – A polícia brasileira não tem passado uma boa imagem aos cidadãos: em nenhuma região do País as corporações tem mais de 6% de muita confiança no trabalho. É o que mostra o Sistema de Indicadores de Percepção Social (Sips) sobre segurança pública 2010, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado nesta quarta-feira, 30.

PoA população da Região Sudeste é a que menos vê bem as polícias Civil e Militar: apenas 3% dos entrevistados afirmaram ter muita confiança nas entidades. A diferença para a região com o maior índice de alta confiabilidade também não é grande: 5,8%, conforme habitantes ouvidos na Região Nordeste.

Segundo a pesquisa, 30,05% dos moradores da Região Sudeste disseram não confiar na atuação das polícias – também o índice mais elevado do Brasil. A diferença maior nesse dado, é registrado com os habitantes da Região Norte, dos quais 22% dizem não confiar nas entidades de segurança pública.

 

Trabalho. A pesquisa Sips também avaliou os serviços comumente prestados pelas instituições policiais e os dados mostram um fato curioso: apesar de ter os policiais com o maior índice de confiança na polícia, o Nordeste é a região que dá a pior avaliação para o atendimento policial no Brasil. Dos mil cidadãos que precisaram acionar a polícia por algum motivo na região, 29,7% avaliaram o atendimento como péssimo ou ruim. O melhor índice no atendimento policial, segundo percepção da população, foi na Região Sul, onde foi registrado 22,8% de atendimentos considerados péssimo ou ruim.

Brasil vota a favor do envio de relator especial da ONU ao Irã

Jamil Chade, correspondente em Genebra – Estadão.com.br

GENEBRA – O Brasil mudou sua posição em relação ao Irã e votou na manhã desta quinta-feira, 24, a favor de uma resolução no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, proposta pelos Estados Unidos para investigar as violações do governo persa.  O órgão aprovou o envio de um relator especial ao país.

Dida Sampaio/AE

Dida Sampaio/AE

Relações com Irã no governo de Lula eram boas

A criação de uma relatoria especial para analisar abusos de direitos humanos no Irã não é uma condenação em si, mas chega perto disso. Até hoje oito países passaram por medida semelhante, entre eles Sudão, Coreia do Norte e Camboja. A avaliação brasileira é que o CDH é o local adequado para essa discussão e a criação de um relator especial, uma medida eficaz.

Nos últimos 10 anos, o Brasil se absteve em votações que condenavam o Irã ou era contrário a resoluções, como no caso das últimas sanções aprovadas no Conselho de Segurança da ONU, em junho.

Nas abstenções anteriores, na Assembleia-geral das Nações Unidas, a alegação brasileira era a de que esse não era o fórum adequado para a discussão. Em 2010, o Brasil aplicou as sanções aprovadas para tentar interromper o avanço do programa nuclear iraniano, mas foi contrário na votação com a justificativa de que as medidas “não eram um instrumento eficaz”.

Palestra sobre desenvolvimento sustentável em Vitória da Conquista

Arquiteto Verde ministra palestra em Vitória da Conquista

da Redação

Fruto Vivas é Doutor em Honoris Causa

Conhecido, internacionalmente, como o arquiteto verde, amigo íntimo de Oscar Niemeyer, e ganhador de vários prêmios na Venezuela e Alemanha, Dr. Fruto Vivas, uma das maiores autoridades sobre arquitetura e sustentabilidade do mundo fará palestra única em Vitória da Conquista, BA, no dia 15 de março, às 20h no auditório da Fainor (Faculdade Independente do Nordeste).

O evento se destina a engenheiros, arquitetos, empresários, acadêmicos e formadores de opinião. O convite oficial, ao Dr. Vivas, partiu do prefeito municipal Guilherme Menezes e de vários empresários do segmento de arquitetura e empreendimentos imobiliários da cidade. Vitória da Conquista será a única cidade do interior do Brasil que receberá o arquiteto, pois o mesmo fará reuniões e palestras nas seguintes capitais: São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro.

A última vez em que Fruto Vivas veio ao Brasil foi em novembro de 2010 no Rio de Janeiro, para firmar uma parceria com o amigo Oscar Niemeyer para a construção do Parlamento Indígena das Américas. O Projeto do Parlamento foi recomendado pela ONU e elaborado por Vivas que presenteou Brasília em nome do Governo da Venezuela, pelo seu cinqüentenário, onde fez questão de entregar nas mãos de Niemeyer para que a obra fosse executada em conjunto. A emoção foi muito grande para o colega, pois segundo Niemeyer Fruto Vivas é um dos homens mais inteligentes do mundo, conhecido como o arquiteto verde pela comunidade acadêmica internacional.

Pavilhão Expo Hannover 2000

Outro grande projeto de Vivas, visitado por turistas do mundo inteiro é a Flor de Venezuela. Foi construída para a Expo Hannover 2000, mas o polêmico projeto do agrado dos visitantes (que era, então, o Pavilhão da Alemanha , o segundo mais visitado). Caracteriza-se pela forma de flores, a leveza do vidro e aço, a mobilidade da tampa e do conteúdo da exposição com base na biodiversidade do país. Uma enorme flor de 18 metros de altura foi construída. As pétalas de dez metros abrem e fecham sozinhas, dependendo das condições meteorológicas. A apresentação em si é um exemplo da biodiversidade do país. Milhares de plantas tropicais e peixes exóticos fazem parte da exposição no pavilhão de vidro que geram toda energia elétrica para o pavilhão. Os quatro terraços simbolizar uma construção tepuy, o planalto e asperezas típicas das fronteiras entre Brasil, Venezuela e Guiana.

Veja abaixo o vídeo do encontro entre os gigantes da arquitetura mundial:

Já são mais de 7 mil os sites de compras coletivas ativos no país

Info Online

Menos de um ano após o lançamento do Peixe Urbano, primeiro site de compras coletivas do Brasil, em março de 2010, o país já tem mais de mil deles. O Bolsa de Ofertas confirma os registros de 1025 sites brasileiros especializados no serviço.

Segundo o site, em 8 dezembro passado haviam 405 desses serviços no país e outros 620 ingressaram hoje nos registros do Bolsa de Ofertas.

Do número total de novos sites, cerca de 15 % foram lançados há menos de 30 dias e estão na fase de pré-lançamento com a abertura de registros para novos usuários e preparação para a divulgação das primeiras ofertas, explica o Bolsa de Ofertas. Em dezembro do ano passado, o Peixe Urbano anunciou a sociedade com o apresentador de TV Luciano Huck. O Groupon é o principal site de compras coletivas do mundo.

Concursos com inscrições abertas reúnem 32,2 mil vagas

Do G1, em São Paulo

Pelo menos 89 concursos públicos em todo o país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (31) e reúnem 32.246 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade.

O salário chega a R$ 21.766,15 no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (Pará e Amapá) e no Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (Mato Grosso). Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva, ou seja, os aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem inscrições nesta segunda-feira (31) para 645 vagas são os seguintes: Aeronáutica, Câmara de Amparo (SP), Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais de Jaraguá do Sul (SC), Prefeitura de Alumínio (SP), Prefeitura de Delta (MG), Prefeitura de Itanhomi (MG), Prefeitura de Jaciara (MT) e Prefeitura de Várzea Paulista (SP).

Lula já deixou o Palácio do Planalto

Depois de um último dia atribulado, o presidente do Brasil deixou, por volta das 16h00 desta sexta-feira (31), pela última vez a frente do cargo, o seu tradicional local de trabalho – o Palácio do Planalto. Em meio ao comboio de veículos oficiais, Lula abaixou o vidro do carro e acenou para alguns pessoas que o aguardavam na saída do edifício. O presidente deve passar agora pelo Palácio do Alvorada e depois encontra-se com Dilma Rousseff. Já no sábado (1º), depois da posse, Lula será recebido com festa em São Bernardo do Campo (SP). As informações são do site R7.

Em mais dois documentos vazados, EUA criticam Plano de Defesa brasileiro

Telegramas enviados a Washington por Cliford Sobel em 9 de janeiro de 2009, fazem duras críticas ao Plano Nacional de Defesa, anunciado em dezembro de 2008 pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva. Na visão do ex-embaixador, não se trata de uma estratégia, mas de “um conjunto de ideias” sobre o papel dos militares no desenvolvimento do País, que não explica como será executado ou de onde virá o dinheiro. “Ainda não está certo quantas das recomendações vão ser implementadas”, descreve.

“Independência”, na visão de Sobel, é uma palavra-chave do Plano Nacional de Defesa. Isso significa que o Brasil quer controlar a produção de armamentos e só deve fazer alianças com países que queiram transferir tecnologia. Mas, no caso da compra dos caças, pelo número relativamente pequeno, ele acha que “não faz sentido economicamente”. :: LEIA MAIS »

Ministério da Defesa libera envio de 800 militares do Exército ao RJ

O Ministério da Defesa informou, na noite desta quinta-feira (25), que, a pedido do governo do Rio de Janeiro, serão enviados 800 militares do Exército para auxiliar a polícia local no combate à onda de violência na capital do estado e em cidades vizinhas.

 

A autorização para liberar reforços ao estado foi dada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o Ministério da Defesa, os 800 militares estarão sob o comando de um oficial de autoridade militar e vão trabalhar em articulação com as forças policiais estaduais e federais.

O ministério informou que o embarque dos militares é imediato e os soldados devem estar nas ruas da capital fluminense já na manhã desta sexta-feira (26). Segundo o documento assinado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, os soldados serão “utilizados na proteção de perímetro de áreas conflagradas a serem tomadas pelas forças estaduais e pela Polícia Federal”.

Para complementar o envio de tropas, o governo federal também vai mandar para o Rio dois helicópteros da Força Aérea, 10 blindados de transporte, e serão fornecidos, temporariamente, equipamentos de comunicação entre aeronaves e tropas em solo, além de óculos para visão noturna (ao final desta reportagem, leia a íntegra da diretriz ministerial).

Desde domingo, o Rio vive uma onda de violência, com arrastões, veículos queimados e ataques a forças de segurança. Segundo o governo, é uma reação à política de Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs, na qual a polícia ocupa áreas antes dominadas por criminosos. Em toda a região metropolitana, 72 veículos foram queimados e houve 188 pessoas presas ou detidas em eventos relacionados aos ataques, segundo balanço divulgado às 20h desta quinta. :: LEIA MAIS »

Pré-sal pode ameaçar biodiversidade marinha do Brasil, diz Greenpeace

Karina Ninni – estadao.com.br

O Greenpeace Brasil lançou nesta quinta-feira um relatório sobre biodiversidade marinha e exploração de petróleo offshore (no oceano). “Mar, petróleo e biodiversidade” traça um raio X da costa brasileira e contrapõe os setores de Meio Ambiente e Energia, fazendo a relação entre áreas prioritárias para a criação de Unidades de Conservação Marinhas e áreas onde a prospecção e a exploração de petróleo já acontecem.

Disponível no site da entidade, o documento mostra que na região Sudeste – onde se encontra o pré sal – 21% das áreas consideradas prioritárias para a implantação de Unidades de Conservação Marinhas já têm campos de exploração em atividade ou blocos de exploração em fase de prospecção. A região é seguida de perto pelo Nordeste, com 17,8% de áreas prioritárias para a conservação já concedidas para petrolíferas.Ironicamente, são as duas maiores áreas de ocorrência de corais na costa brasileira: 91% dos recifes de corais do País estão na região Nordeste e o restante está no Sudeste.

:: LEIA MAIS »

Making Off: O Valor de um Sonho!

Em breve nos melhores cinemas do Brasil! Assista…



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia