WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘bangladesh’

Missões: “Eu só estou vivo por Jesus Cristo, que está sempre comigo”

Quando os muçulmanos bengaleses aceitam a Cristo, eles “cruzam a linha da religião”, principalmente quando são batizados. Não há como voltar atrás, e inicia-se uma difícil jornada como seguidor de Cristo. Para o jovem Apurba Rana, de 26 anos, essa caminhada começou em 2004.
Apurba recebeu a visita surpresa de seu primo, James Emtazul, um pastor que tentava começar um ministério em Satian, um vilarejo ao sudoeste de Bangladesh. Apurba ganhou livros cristãos de seu primo, mas quando James começou a conversar com ele sobre céu e inferno, Apurba ameaçou agredi-lo, e seu primo fugiu do vilarejo.
Uma semana depois, Apurba viu James novamente. Nos dois anos seguintes, Apurba resistiu à Palavra de Deus, mas seu primo não desistia. “Quando eu compreendi que Jesus era o único o Caminho, Verdade e Vida, percebi que eu pertencia a Ele”, diz Apurba.
:: LEIA MAIS »

Missões: Cristãos em meio a um conflito étnico

Bangladesh – Apesar do acordo lavrado em 1997, a disputa de terras entre as comunidades indígenas e os colonizadores das Colinas de Chittagong (CHT), em Bangladesh, tem provocado muita violência na região, resultando nas mortes de vidas inocentes. Uma agitação começou na área no dia 17 de fevereiro de 2010. Muitos dos mortos e feridos eram nativos do povo Jumma, e muitas famílias ficaram desabrigadas. Houve também algumas vítimas do lado dos colonizadores. Algumas delas eram cristãos que tinham sido maltratados pelos militares, que acreditavam que eles eram cúmplices e colaboraram para os conflitos.
A raiz dos conflitos

:: LEIA MAIS »

Missões: Programa de rádio cristão alcança as fronteiras da Índia, Butão, Nepal e Bangladesh

A HCJB Global conta com 327 pontos no ar e cerca de 200 parceiros em mais de 100 países

 Programa de rádio cristão alcança as fronteiras da Índia, Butão, Nepal e Bangladesh

A Índia está com fome de receber algo mais, os indianos estão sedentos de conhecer Jesus Cristo. Isso é evidente nas mais de oito mil respostas ao programa semanal de rádio da HCJB Global, desde que ele foi ao ar pela primeira vez em novembro.
Christopher e Dolly Kirubakaran produzem o programa em hindi e inglês, que vai ao ar todo domingo à noite. Na programação, são compartilhadas histórias sobre heróis na Índia e o que eles estão fazendo em nome de Cristo.
Além das histórias compartilhadas, o programa aborda temas sociais enfrentados pela população indiana, como dotes, honrar os pais, proteção às crianças, o suicídio entre estudantes e candidatos a emprego, adoção, relacionamentos e padrões morais.
:: LEIA MAIS »

Missões: Com medo de ameaças, cristãos deixam vilarejo

Bangladesh – Quatro famílias cristãs no sudeste de Bangladesh deixaram seu vilarejo devido à pressão feita pelos extremistas budistas para que eles abrissem mão de sua fé em Cristo.
Fontes afirmam que entre 20 e 25 budistas carregando varas de bambu e paus começaram a rondas as ruas do vilarejo de Jamindhonpara, ao sul de Daca, em uma tentativa de interromper os 11 membros da Igreja Batista Lotiban de se reunirem para a oração semanal. No sábado, os extremistas budistas sequestraram quatro homens e uma mulher que estavam reunidos em uma residência, ameaçando matá-los se não se convertessem ao budismo em 24 horas.
No domingo, os extremistas atacaram as casas dos batistas duas horas antes do culto de oração.
“Apenas duas horas antes do culto, um grupo entrou em nossas casas e nos levou embora, para que não pudéssemos ir ao culto”, conta um membro da igreja.
Os cristãos foram liberados depois que os extremistas, que arrancaram os crucifixos das paredes das casas, ameaçaram matá-los se eles continuassem a orar e cultuar naquela região. Após os ataques de sábado, todos os cristãos em Jamindhonpara fugiram, para procurar abrigo em outro vilarejo. Jamindhonpara está localizado na região de Lotiban, sub-distrito de Panchari, distrito de Khagrachari.
:: LEIA MAIS »

Missões: Cristãos são agredidos e aprisionados em templo budista

 Bangladesh – Integrantes de um grupo armado rebelde e seus simpatizantes estão mantendo três cristãos cativos em um templo budista no sudeste de Bangladesh depois de agredir os cristãos em uma tentativa de forçá-los a retornar para o budismo.
Presos desde o dia 16 de abril estão o pastor Shushil Jibon Talukder, 55, Bimol Kanti Chakma, 50, e Laksmi Bilas Chakma, 40, da Igreja batista Maddha Lemuchari, no vilarejo de Lemuchari. Eles deverão ficar presos por 15 ou 20 dias como punição por terem abandonado o budismo.
Os budistas locais são considerados poderosos, pois têm ligações com o United Peoples Democratic Front (Frente democrática dos povos unidos, UPDF), um grupo armado.
:: LEIA MAIS »

Missões: Cristãos esperam que a Páscoa se torne um feriado nacional

 
Coral de uma igreja em Bangladesh  
Saiba mais sobre a Igreja Perseguida em Bangladesh

BANGLADESH (45º) – Os cristãos de Bangladesh esperam que o Domingo de Páscoa logo seja reconhecido como um feriado nacional. Enquanto isso, os fiéis compartilharam a alegria da ressurreição de Cristo juntamente com muçulmanos, hindus e membros de outras religiões, e isso, apesar das ameaças dos muçulmanos.
Promode Mankin, ministro do Estado para assuntos culturais, pertence ao Garo, um grupo étnico típico de Bangladesh e da Índia. Ele está em seu terceiro mandato como membro do Parlamento. Ele disse que os cristãos têm esperado que a Páscoa seja reconhecida como um feriado nacional pelos últimos 30 anos.
“Eu apresentei o assunto ao gabinete pela primeira vez”, ele disse. “O governo deve declarar a Páscoa um feriado nacional”, mas “um forte movimento popular” deve retroceder, porque muitos muçulmanos se opõem a isso.
:: LEIA MAIS »

Missões: Sofrimento, vergonha e fé fortalecida

BANGLADESH (45º) – Meu nome é Kanok Sarkar (32). Meu sofrimento começou no dia em que meu pai soube que minha mãe estava grávida de mim.
Eu nasci numa família rica em Hetalbinia, Khulna. Meu pai era dono de propriedades, enquanto minha mãe tomou para si a responsabilidade de dedicar todo o seu tempo e energia em casa. Meus pais desfrutavam de uma boa posição na sociedade, e eles eram um casal feliz. Isso era antes de eu entrar em suas vidas.
 Meu pai queria que minha mãe abortasse, mas ela se negou a fazer isso e decidiu fugir. Ela fugiu para a casa de seus pais, onde eu vi a luz do dia. Eu nunca vi meu pai, nem mesmo a sua sombra. Mas, o amor da minha mãe por mim era mais que o suficiente.
:: LEIA MAIS »

Bangladesh: 500 fanáticos islâmicos atacam igreja católica

Missionário pede oração pelo país

BANGLADESH (45º) – Um líder da organização Gospel for Asia em Bangladesh conseguiu escapar e salvar sua vida quando estava em um conflito entre dois grupos étnicos. O líder estava buscando os filhos na escola no dia 24 de fevereiro, quando se viu em meio aos conflitos.  Ele conseguiu voltar para casa em segurança, mas pede oração pelo país.

As tensões entre os grupos começaram no dia 23 de fevereiro, resultando em 15 mortes e dezenas de casas sendo incendiadas em Chittagong Hill Tracts, sudeste de Bangladesh.

Felizmente, a polícia está fazendo todo o possível para proteger os missionários que trabalham na região de maior violência. :: LEIA MAIS »

Estudante cristão é morto por assaltantes após sair de culto em Bangladesh

Elnet

Um grupo armado assassinou um estudante cristão e feriu um amigo, para roubar um telefone e menos de um euro. Os dois jovens estavam voltando para casa depois das festividades para celebrar o 100º aniversário da igreja Saint Joseph, localizada no distrito de Netrokona, cerca de 173km da capital. A polícia confirmou a identidade dos suspeitos e prendeu todos os integrantes do grupo envolvidos no crime.
O incidente ocorreu no dia 15 de fevereiro, em Mohammadupur, Daca. Rema Amit, de 26 anos, aluno do Instituto de Ciências e Tecnologia em Dhanmondi, juntamente com seu amigo Sohag, tinham acabado de descer do ônibus para irem para casa. No caminho, os dois amigos foram atacados por um grupo armado com facas e pistolas, que ordenou que eles entregassem todo o dinheiro e itens de valor. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia