WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘banda larga’

Presidente da Oi planeja lançamento da banda larga popular para o fim do ano

Info Online

Luiz Eduardo Falco anunciou o que vem por aí na Oi.

A Oi deve oferecer planos de banda larga fixa popular ainda este ano, segundo o presidente da operadora, Luiz Eduardo Falco. A companhia trabalha com planos de oferecer pacotes com velocidades de 300 Kbps, 600 Kbps e 1 Mbps, mas os preços poderão variar de estado para estado, já que para entrar em operação o serviço depende da desoneração, por parte dos governos estaduais, do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Falco afirmou nesta quinta-feira (11) que os governadores demonstram disposição para a isenção do tributo e disse que a banda larga popular deve chegar a todas as unidades da federação em que a companhia já atua em telefonia fixa, o que significa que apenas São Paulo ficaria de fora. Pará, Distrito Federal, Acre, Paraná, Pernambuco, Sergipe, Ceará, Paraíba e Pernambuco já se dispuseram a desonerar a banda larga popular da Oi.

:: LEIA MAIS »

Moradores de ‘Cidade Digital’ têm dificuldade para acessar internet

do G1

Em Piraí (RJ), web gratuita em locais públicos nem sempre funciona. Índice de acesso residencial faz Ipea considerar cidade ‘desconectada’.

Após se tornar uma das primeiras cidades do Brasil a oferecer, nas escolas municipais, um computador por aluno, e de implementar acesso gratuito à internet em locais públicos, Piraí, no Rio de Janeiro, ganhou o apelido de “Cidade Digital”. Mas o local ainda sofre com a escassez de acesso via banda larga, principalmente nas residências, e enfrenta problemas comuns a boa parte das cidades do interior do País.Uma recente pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) coloca a cidade de 26 mil habitantes entre as nove consideradas “desconectadas” do estado do Rio de Janeiro. A razão é exatamente essa: não ter uma ampla oferta de web banda larga para usuários residenciais.

Mesmo os projetos referendados pelo poder público têm problemas. Desfrutar do Piraí Digital, que oferece acesso em quatro telecentros, oito quiosques e sete computadores espalhados por locais públicos, nem sempre é possível. O funcionamento se restringe aos dias de semana, entre 8h e 17h. Isso quando os usuários não encontram os quiosques fechados em horários em que deveriam estar abertos, ou equipamentos quebrados.

4G no Brasil aguarda resolução da Anatel para ser disponibilizado

do Info Online

Saltar dos usuais 1 Mbps para até 10 Mbps. Isso é o que vai proporcionar a implantação da tecnologia 4G, ou Long-Term Evolution (LTE), para celulares e smartphones compatíveis com o novo formato. O 4G é uma evolução dos padrões GSM/CDMA/WCDMA/TD-SCDMA.

Já disponível em Estocolmo e em outras 30 cidades da Suécia e da Noruega, o 4G está em processo de implantação em cidades dos Estados Unidos, do Japão, e em outros países da Europa. Em alguns casos, com poucos usuários conectados a rede, a velocidade de tráfego pode chegar a 100 Mbps.

Segundo Jesper Rhode, 44 anos, chefe de inovação de negócios da Ericsson, empresa especialista na implantação do padrão, o 4G vai deixar para trás o estigma de que a velocidade de transmissão de dados sem fio é mais lenta do que a via cabo. “O 4G consegue ser tão veloz ou até mais rápido do que a banda larga vigente hoje”, diz ele.

Para implantar o 4G Brasil, as operadoras esperam a definição da Anatel sobre quais faixas de frequência estariam disponíveis para utilização. Segundo Rhodes, o custo para as operadoras não seriam altos, uma vez que toda a estrutura dos padrões EDGE/3G seria reaproveitada. Como qualquer nova tecnologia, os aparelhos compatíveis com o padrão 4G devem ter um custo elevado inicialmente. Com o tempo, os preços devem diminuir.

:: LEIA MAIS »

Governo quer dobrar acessos à internet com banda larga até 2014

HUMBERTO MEDINA

O governo informou que pretende dobrar a quantidade de domicílios com acesso a internet em banda larga até 2014, fazendo com que 39,8 milhões de residências possam usar o serviço.
No Plano Nacional de Banda Larga há dois preços: R$ 35 para o plano comum, com velocidade entre 512 e 784 kpps (quilobits por segundo) e R$ 15 para o plano com incentivos, com velocidade de até 512 kbps e com limitação de downloads.
Brasil paga dez vezes mais por banda larga do que países desenvolvidos
Plano de Banda Larga deve atingir cem cidades em 2010
Lula anuncia amanhã Plano de Banda Larga com Telebrás no comando
Para conseguir preços mais baixos, o governo pretende fazer desonerações fiscais: isentar pequenas e médias prestadoras de serviço do pagamento do Fust (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações) e desonerar Pis/Cofins para modens.
:: LEIA MAIS »

Brasil paga dez vezes mais por banda larga do que países desenvolvidos

O Brasil paga dez vezes mais por acesso à conexão banda larga do que países desenvolvidos, segundo um estudo divulgado nesta segunda-feira pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), em Brasília.

Enquanto na renda mensal dos brasileiros o gasto médio com banda larga no Brasil custava, proporcionalmente, 4,58% da renda mensal per capita de 2009, nos países desenvolvidos a mesma relação gravitava em torno de 0,5% –quase dez vezes menor, segundo os dados apresentados. Na Rússia, o índice caía para menos da metade no período, ou 1,68%.

O estudo vem em meio às intensas discussões sobre a adoção do Plano Nacional de Banda Larga, cujo objetivo é massificar o acesso à internet no país a preços menores que os praticados atualmente pelo mercado. A proposta do governo é oferecer a banda larga a preço em torno de R$ 30. :: LEIA MAIS »

Oi pode assumir dianteira da banda larga do governo

Depois de quatro meses batendo na tecla de criar uma superestatal para massificar a internet rápida no País, o governo decidiu que o Plano Nacional de Banda Larga será implantado em parceria com as empresas de telefonia. A confirmação vem apenas três dias depois de a Oi ter apresentado à ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, uma proposta de assumir a dianteira do projeto.
Para reforçar sua sugestão com o governo, o presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, se reúne hoje, às 14 horas, com o ministro das Comunicações, José Artur Filardi. Segundo uma alta fonte do governo, nessa nova configuração, a Telebrás fará apenas a operação no atacado, oferecendo capacidade de transmissão de dados a empresas privadas, que podem ser desde pequenos provedores a operadoras de telefonia celular, por exemplo. :: LEIA MAIS »

Governo espera fechar em 15 dias Plano de Banda Larga

O ministro especial da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, estimou hoje que a elaboração do Plano Nacional de Banda Larga deverá ser concluída em aproximadamente 15 dias. O ministro disse que o governo nunca esteve distante das empresas privadas de telecomunicações no processo de montagem desse projeto e que tem conversado com todas as concessionárias de telefonia e com provedores de internet. :: LEIA MAIS »

Banda larga deve atingir escolas públicas

foto: Correio*Lançado em abril de 2008, o programa Banda Larga nas Escolas completa dois anos bem perto da meta de equipar todas as 64.879 escolas públicas urbanas do país com computadores de acesso rápido à internet.

A expectativa é que isso ocorra até o fim deste ano, beneficiando 37 milhões de estudantes, de acordo com os responsáveis pela sua implantação, no Ministério da Educação e na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A previsão é baseada no balanço do programa feito pela Anatel no final do ano passado. Em 2009, 25.331 instituições de ensino público em municípios de quase todo o país foram conectadas à rede mundial de computadores e em 2008, ano de lançamento do programa, esse número foi de 17.681 escolas. Ou seja, ao entrar no segundo ano, o programa já alcançava 66% – 45.192 – do total de estabelecimentos de ensino a serem equipados. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia