WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘Arruda’

Barbosa liga Rodrigo Maia a esquema de Arruda

Rodrigo Rangel, Leandro Colon – O Estado de S.Paulo

 

Acompanhado. Barbosa esteve em evento com sua mulher    

BRASÍLIA
O delator do “mensalão do DEM” do Distrito Federal, Durval Barbosa, afirmou ao Estado que o presidente nacional do partido, deputado Rodrigo Maia (RJ), era um dos beneficiários do esquema montado pelo governador cassado José Roberto Arruda.

“O acerto do Rodrigo era direto com o Arruda”, disse Barbosa. Autor dos vídeos que levaram à queda de Arruda, de quem foi secretário de Relações Institucionais, Barbosa afirmou que a participação do presidente nacional do DEM é uma das vertentes da nova fase das investigações, com as quais colabora por meio de um acordo de delação premiada firmado com o Ministério Público Federal. :: LEIA MAIS »

Sarney admite ter ‘relações pessoais’ com Arruda

Leandro Colon / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), admitiu há pouco que tem “relações pessoais” com o ex-governador José Roberto Arruda, mas negou ligações políticas e não quis comentar o conteúdo do manuscrito, feito por Arruda, em que a expressão “Sarney” surge numa contabilidade de caixa dois da campanha de 2006 ao lado do termo “250/150 PG”, conforme matéria publicada nesta quinta-feira, 29, no jornal O Estado de S.Paulo.

 

“Fomos colegas aqui no Senado. Temos relações pessoais, mas não políticas. Eu sempre pertenci ao PMDB e minhas ligações com o PMDB são com o governador Roriz”, disse Sarney, em entrevista aos jornalistas ao chegar no Senado.

Na campanha de 2006, o ex-governador Joaquim Roriz, citado por Sarney, foi apoiado por Arruda na sua candidatura ao Senado. Arruda foi eleito governador. Segundo depoimentos de Durval Barbosa, delator do esquema do “mensalão” do DEM”, foi Roriz quem autorizou, quando ainda era governador, a arrecadar fundos do seu governo para ajudar na campanha de Arruda. :: LEIA MAIS »

”Sarney” aparece em caixa 2 de Arruda

Leandro Colon / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Um documento da contabilidade de caixa 2 da campanha do ex-governador José Roberto Arruda lista o nome “Sarney”. A anotação manuscrita foi feita pelo próprio Arruda, como comprova perícia feita a pedido do Estado. À frente do nome “Sarney”, o documento registra a anotação de uma quantia e quanto teria sido efetivamente pago: “250/150 PG”.

 O apontamento isolado do nome “Sarney” não permite indicar a quem da família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), supostamente se refere. Segundo a perícia, as letras “PG” foram escritas pelo tucano Márcio Machado, um dos arrecadadores do caixa 2 do governador cassado que, depois de vencida a eleição, virou secretário de Obras do Distrito Federal.

Em janeiro de 2007, no mês em que Arruda (ex-DEM, hoje sem partido) tomou posse, o secretário Márcio Machado esqueceu em cima da mesa de uma emissora de televisão, em Brasília, duas planilhas. A primeira, publicada pelo Estado no dia 4 de dezembro do ano passado, continha os nomes de 41 empresas que teriam doado para o esquema de caixa 2 da campanha de 2006 do então candidato do DEM ao governo do Distrito Federal. Machado admitiu que era o autor das anotações. :: LEIA MAIS »

Arruda recebe apoiadores em casa e faz oração coletiva após deixar prisão

Após deixar a Superintendência da Policia Federal, o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (sem partido) seguiu para sua casa, localizada no setor de mansões Park Way, área nobre de Brasília. Ele estava preso desde o dia 11 de fevereiro e foi solto após decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

José Cruz/Agência Brasil
Após dois meses, José Roberto Arruda deixa prisão acompanhado da mulher
Após dois meses, José Roberto Arruda deixa prisão acompanhado da mulher

Ele abriu as portas de sua casa para cerca de 30 pessoas –entre manifestantes e correligionários- que o esperavam na porta. Dentro de casa, Arruda deu as mãos aos apoiadores e fez com eles uma oração.

Um dos apoiadores, que não quis se identificar, disse que o objetivo da oração era agradecer a Deus pela liberdade de Arruda.

Arruda foi preso pela tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra, testemunha do processo que investiga o esquema de corrupção no Distrito Federal. :: LEIA MAIS »

Por oito votos a cinco, STJ manda soltar José Roberto Arruda

Por oito votos contra cinco, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) mandou soltar nesta segunda-feira o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (sem partido) e mais cinco aliados que estão presos por atrapalhar as investigações do mensalão do DEM (esquema de arrecadação e pagamento de propina).

O ex-democrata está preso desde o dia 11 de fevereiro na Superintendência da Polícia Federal, pela tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra, testemunha do processo que investiga o esquema de corrupção no Distrito Federal.

A maioria dos ministros seguiu o voto do relator do caso, ministro Fernando Gonçalves, que entendeu que com o fim da primeira fase da Operação Caixa de Pandora, que investiga o sistema de distribuição de propina, o ex-governador não oferece mais risco de influenciar o inquérito.

:: LEIA MAIS »

Arruda depõe hoje e já avisou que não vai ficar calado

O governador cassado e pivô do escândalo do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), depõe na tarde desta segunda-feira (29) e já avisou, por meio de seu advogado, que não vai ficar calado. Nélio Machado informou que vai se reunir com Arruda logo cedo para discutir com seu cliente qual vai ser a estratégia do depoimento.

Um dos principais argumentos da defesa até agora era, justamente, que o ex-governador ainda não tinha tido a oportunidade de dar sua versão no inquérito que investiga suposto esquema de corrupção no governo do DF.

 Arruda está preso há quase dois meses por determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça), acusado de tentar subornar o jornalista Edmilson Edson Sombra, testemunha da chamada operação Caixa de Pandora.

No último dia 16, o então governador do DF teve o mandato cassado por infidelidade partidária e desistiu de recorrer. Fora do cargo, ele se livrou do processo de impeachment, mas ainda deve responder pelas denúncias do “mensalão do DEM”.

Confira a reportagem:

Procuradoria Geral da República dá parecer favorável à permanência de Arruda na cadeia

O Ministério Público Federal encaminhou nesta quinta-feira ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o parecer sobre o inquérito nº 650, que investiga o esquema de pagamento de propina a servidores e prestadores de serviço do governo do Distrito Federal.

PF vai ouvir Arruda pela 1ª vez na segunda-feira sobre esquema de corrupção no DF
O parecer do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e da subprocuradora-geral da República Raquel Dodge é pela rejeição do pedido de liberdade do ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), preso por tentativa de suborno de uma das testemunhas do caso. :: LEIA MAIS »

Certidão do TRE cassa mandato de Arruda

A notificação é o passo derradeiro do processo

image

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) enviou ao Ministério Público Eleitoral na manhã desta quarta-feira (24) a certidão que sacramenta a cassação do mandato do ex-governador José Roberto Arruda.
A notificação direcionada ao procurador-regional eleitoral Renato Brill de Góes, é o passo derradeiro do processo, que agora será encaminhado ao arquivamento pela Justiça Eleitoral do DF.

G1

Arruda desiste de brigar por mandato

Depois de desistir de recorrer da cassação determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (sem partido) voltou a protocolar ontem pedido de revogação da prisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com a desistência, Arruda perde definitivamente o foro privilegiado e deve ser transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda. :: LEIA MAIS »

Câmara do DF irá adotar Constituição na sucessão de Arruda, diz Cabo Patrício

A Câmara Legislativa do Distrito Federal irá adotar as regras da Constituição Federal no processo de escolha do novo governador, deflagrado com a cassação do mandato do então governador afastado, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), por infidelidade partidária. Haverá eleição indireta pelo Legislativo para o cargo distrital no prazo de 30 dias.

 Na tarde desta sexta-feira (19), durante reunião com o presidente em exercício do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), desembargador João de Assis Mariosi, integrantes da Mesa Diretora do Legislativo apresentaram parecer elaborado pela assessoria da Casa no qual a possibilidade de adoção da Constituição é referendada.  :: LEIA MAIS »

Arruda retorna à prisão na Polícia Federal

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), já retornou à Superintendência da Política Federal (PF) em Brasília, onde está preso desde o dia 11 de fevereiro. O governador afastado estava internado no Instituto de Cardiologia (Incor-DF), onde se submeteu a um cateterismo.

Arruda pretendia permanecer no hospital. Seus advogados de defesa entraram com o pedido de prisão hospitalar, mas o relator do processo que investiga Arruda no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Fernando Gonçalves, negou o pedido sob a justificativa de que o laudo médico não indicava a necessidade de internação. :: LEIA MAIS »

STJ nega pedido para Arruda permanecer em hospital

O ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido da defesa do governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), para que ele permanecesse no hospital, ao menos pelos próximos dias, para se tratar de lesão coronariana constatada em exame realizada nesta quinta-feira.

Em sua decisão, o ministro considerou que o documento médico anexado ao pedido da defesa de Arruda não indica a necessidade de imediata e pronta hospitalização e demonstra apenas a orientação a ser seguida. Sobre o pedido de prisão domiciliar e de liberdade provisória, o ministro determinou que o Ministério Público seja ouvido.

AE
Arruda está preso
Arruda: 50% da artéria obstruída

No pedido, a defesa sustentou que o diagnóstico resultante constatou a presença de lesão coronariana, cujo tratamento e recuperação exigem, também de acordo com expressa orientação médica, “evitação de qualquer tipo de estresse emocional, atividade física aeróbica leve e manutenção de tratamento da depressão, exigências estas incompatíveis com o ambiente carcerário”.

O boletim médico divulgado também nesta quinta-feira, feito pelo Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF), informou que o cateterismo a que o governador foi submetido identificou uma lesão arterial.

Para o presidente do departamento de Ecocardiografia da Sociedade Brasileira de Cardiologia, José Luiz Barros Pena, ouvido pela Agência Estado, é possível afirmar que, por meio do cateterismo, foi identificada uma lesão.

No entanto, sem a identificação do grau dessa lesão, não é possível afirmar se a obstrução é uma irregularidade comum a pessoas de idade avançada. Segundo Pena, a obstrução passa a ser considerada significativa a partir dos 50%. Arruda completou 56 anos em janeiro. :: LEIA MAIS »

TRE decide pela cassação de Arruda

BRASÍLIA (Reuters) – O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal cassou nesta terça-feira o mandato do governador licenciado e preso do DF, José Roberto Arruda, por estar desfiliado do Democratas desde 10 de dezembro. A medida, decidida em votação nesta terça-feira, tem validade imediata. Houve empate por 3 a 3 e o presidente da Corte regional desempatou, votando pela cassação do mandato.

O pedido de cassação se baseia em resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A regra determina que os mandatos pertencem aos partidos pelos quais os políticos são eleitos. Como arruda se desfiliou do DEM no fim do ano passado, para evitar uma expulsão por conta do escândalo político no Distrito Federal, ele ficou sujeito à perda de mandato. :: LEIA MAIS »

Exame aponta obstrução em uma das artérias do coração de Arruda, diz médico

 O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), terá que passar por um cateterismo no coração para identificar o risco de uma obstrução na artéria descendente anterior, detectada pela tomografia coronariana realizada em Arruda na segunda-feira (15). Primeiros exames detectaram obstrução de uma artéria que é considerada uma das principais do órgão.

  :: LEIA MAIS »

Arruda é notificado do processo de impeachment

Desta vez, o governador preso José Roberto Arruda (sem partido) não teve como escapar. Novamente, ele recusou-se a assinar a notificação do seu processo de impeachment, que corre na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Agora, porém, essa recusa não foi suficiente para evitar a continuação do processo. Arruda foi notificado à revelia exatamente às 18h35. Como testemunhas, dois policiais federais assinaram por ele a notificação levada pelo primeiro secretário da Casa, Batista das Cooperativas (PRP). Agora, Arruda tem 20 dias para apresentar a sua defesa. :: LEIA MAIS »

Câmara do DF aprova processo de impeachment de Arruda

O Plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou nesta quinta-feira, por 19 votos a favor e três ausências, a abertura do processo de impeachment contra o governador afastado José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM).

 Os parlamentares acataram o relatório da comissão especial criada para analisar os pedidos de afastamento. A partir de agora, o político terá 20 dias para apresentar sua defesa. Após esse prazo, a comissão especial deverá elaborar um novo parecer que também precisará ser votado pelo Plenário. :: LEIA MAIS »

Ministro do STF nega acordo para renúncia de Arruda

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou hoje que não existe negociação envolvendo a eventual renúncia do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, em troca de sua libertação. “A questão da volta ou da ausência do retorno à cadeira do governo se resolve no campo político. Não há negociação”, disse. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia