WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘aécio’

PSDB escala FHC para se aproximar de jovens e ignora Serra

Anne Warth, da Agência Estado

SÃO PAULO – O programa do PSDB que foi ao ar na noite desta quinta-feira, 3, mostrou um partido preocupado em desconstruir a popularidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, renovar a imagem da sigla e aproximar os tucanos dos eleitores jovens. Dos dez minutos destinados à propaganda partidária, metade explorou a figura do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que respondeu a perguntas feitas por jovens em uma espécie de talk show. Na segunda parte, lideranças se revezaram em um balanço do desempenho do PSDB nas eleições do ano passado e do papel que o partido pretende ter como oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff. Enquanto o senador Aécio Neves (MG) foi citado pelo narrador e teve várias imagens veiculadas, o candidato derrotado do PSDB à Presidência, o ex-governador José Serra, foi ignorado pela narração.

:: LEIA MAIS »

Hélio Costa se declara o representante do ‘pós-Aécio’

Alan Marques/Folha

Hélio Costa lida com Aécio do mesmo modo que Serra trata Lula: ‘É parecido, de fato’

 Candidato do PMDB ao governo de Minas Gerais, o senador Hélio Costa adotou no Estado o discurso da continuidade. Em entrevista ao blog, disse que não vai ao palanque como opositor da gestão tucana de Aécio Neves: “Queremos ser o pós-Aécio. Não necessariamente para continuar apenas, mas para aperfeiçoar”.

 Nesta terça (8), a Executiva do PT-MG reuniu-se extraordinariamente. Depois, levou à web uma resolução na qual ratifica o apoio a Hélio Costa, imposto pela direção nacional na véspera. Para o candidato, a unidade “já foi alcançada”. Abaixo, a entrevista:

  :: LEIA MAIS »

Aécio descarta ser vice de Serra e diz que aliados precisam conter a ansiedade

O ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves disse hoje que vai disputar uma cadeira para o Senado e afirmou que o PSDB e os aliados dos tucanos precisam “conter as ansiedades”. Dessa forma, Aécio descartou a possibilidade de aceitar ser vice-presidente na chapa de José Serra.

O mineiro afirmou que essa é uma decisão pessoal e que ela não pode alterada com base na opinião de outros, mesmo que seja com boas intenções.

“No momento em que abro mão da minha pré-candidatura, faço isso para garantir a unidade partidária e para me aliar ao companheiro José Serra”, disse. “Elas [as opiniões] são legítimas, mas a minha decisão tem que ser tomada a partir de uma análise muito profunda que eu faço do cenário político.” :: LEIA MAIS »

PSDB volta Preciona Aécio para ser Vice

A coordenação de campanha do pré-candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, se reúne nesta segunda-feira (24) para rediscutir a estratégia e agenda a ser adotada, devido ao empate com a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, em pesquisa Datafolha divulgada no sábado (22) . O partido pretende fazer uma nova investida sobre Aécio Neves, que volta nesta terça (25), após 25 dias fora do país, para que o mineiro aceite ser vice na chapa. De acordo com o comando da campanha, com Aécio, Serra somaria mais 2 milhões de votos, ao menos. Na semana passada, o secretário-geral do PSDB-MG, Lafayette de Andrada, expressou o desejo de que Aécio tope a empreitada. Foi a primeira vez que um dirigente tucano em MG admitiu a chapa puro-sangue. Vou conversar com ele, sem ansiedade para que seja vice, mas para que trabalhe de corpo e alma na campanha, disse o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Informações da Folha

DEM diz que chapa Serra e Aécio ainda é possível

 Presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia, defende Aécio na chapa de Serra

BandNews FM

Em entrevista à Rádio Band News FM, nesta terça-feira, o presidente do DEM (Democratas), Rodrigo Maia, disse que existe a possibilidade, mesmo que remota, de Aécio Neves aceitar ser o vice de José Serra, pré-candidato do PSDB à Presidência da República.
Por enquanto, o papel do DEM na eleição presidencial é ajudar na coordenação da campanha de José Serra, organizando os palanques regionais e colaborando nas convenções partidárias.
Sobre as representações do DEM contra Lula e a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, Rodrigo Maia disse que o presidente está “banalizando a ilegalidade”.
:: LEIA MAIS »

Em Minas, Serra se compromete a tocar obras recomendadas por Aécio

O que era para ser um ato simbólico se transformou num compromisso concreto do pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, com reivindicações históricas de Minas. Ao lado do ex-governador Aécio Neves, Serra fez questão de se comprometer, caso eleito, com demandas como a ampliação do metrô de Belo Horizonte e do Aeroporto de Confins.

 O compromisso foi firmado por Serra antes mesmo de receber das mãos do ex-governador o documento Agenda de Minas – relação de obras e políticas federais reclamadas pelo Estado.

Logo na primeira agenda na capital, durante entrevista à Rádio Itatiaia, o tucano classificou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) como “uma lista de obras” e aproveitou para introduzir o assunto. Citou também a recuperação do Anel Rodoviário de Belo Horizonte – de responsabilidade do governo federal – e a duplicação da BR 381, no sentido Belo Horizonte-Vitória, até Governador Valadares.

:: LEIA MAIS »

Aécio repete que “Brasil pode mais” e Serra defende fim da reeleição

O ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves (PSDB) cumpriu nesta segunda-feira o seu papel de fiador da candidatura do tucano José Serra à Presidência da República junto ao empresariado mineiro. Em troca, o ex-governador paulista afirmou que defenderá o fim da reeleição, o que abre caminho para Aécio tentar o Palácio do Planalto em 2014.

AE
Aécio e Serra em reunião com empresários na sede da Federação das Indústrias

Usando barba e sem gravata, Aécio apresentou Serra para um grupo de empresários que lotou o anfiteatro da sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). O ex-governador falou por apenas seis minutos e meio, mas fez questão de citar o slogan que Serra passou a adotar desde o lançamento da sua pré-campanha, “o Brasil pode mais”.

“Minas vive um extraordinário momento de crescimento. Vejo sinceramente que podemos continuar, como você tem dito, avançando mais. Concordo que a gente pode ainda mais, principalmente se nós rompermos com o divórcio que existe hoje entre os planejamentos dos governos federal e do estadual”, disse Aécio.

:: LEIA MAIS »

Serra admite que não terá Aécio como vice

 pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, admitiu nesta segunda-feira (12), pela primeira vez na corrida eleitoral, que não terá o ex-governador mineiro Aécio Neves como candidato a vice-presidente em sua chapa.

Em entrevista à TV Bandeirantes, o tucano destacou que a vontade de Aécio de disputar o Senado por Minas “será respeitada”. Serra também reforçou que apoiará a candidatura de Antônio Anastasia (PSDB) ao governo de Minas. :: LEIA MAIS »

Aliados de Serra voltam a discutir nome de Aécio como vice

Líderes do PSDB, PPS e DEM voltaram a discutir a possibilidade de Aécio Neves ser candidato a vice na chapa encabeçada por José Serra. De forma reservada, o assunto tomou força no fim de semana após a postura do ex-governador mineiro no lançamento da pré-candidatura tucana. Aos gritos de “vice, vice, vice”, ele fez um discurso de forte teor oposicionista.

“Combinamos que ninguém vai falar disso agora. Vai ficar para a segunda quinzena de maio”, disse o presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia. “Mas todos sabemos que nenhum outro nome tem mais impacto que o do Aécio. Só o tempo é que vai resolver isso. Se ele tiver convencido, ele será o vice”, disse Maia.

AE
Serra lançca candidatura, no sábado, ao lado de Aécio 

O presidente do PPS, Roberto Freire, já defendeu publicamente, por diversas vezes, o nome de Aécio como vice.  “Sempre fui otimista, mas agora sou realista. Eu acredito, mas isso só será definido mais adiante. Agora não é um bom momento”, disse. “De qualquer forma, o discurso dele [no sábado] foi muito importante”, completou.

Em dezembro passado, Aécio anunciou publicamente que disputaria ao Senado, retirando-se da disputa com Serra pela vaga de candidato a presidente. Na oportunidade, ele ressaltou que não tinha intenção de integrar a chapa como vice. De lá para cá, os partidos aliados a Serra deixaram o assunto de lado. Mas ao mesmo tempo não lançaram nenhum outro nome. :: LEIA MAIS »

Aécio sinaliza que aceita ser vice de Serra

Antonio Cruz/ABrO ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves roubou a cena neste sábado (10) no encontro nacional do PSDB, que lançou a pré-candidatura para a Presidência da República do ex-governador de São Paulo José Serra. Em discurso inflamado e muito aplaudido, Aécio admitiu que, se o partido o indicar, ele poderá ser vice de Serra. O mineiro preferiu falar nas entrelinhas e disse que estará com Serra “onde quer que seja convocado”.

“Ninguém tem proposta melhor para este país do que José Serra. E a seu lado estarei, onde quer que eu seja convocado. No momento em que, no final do ano passado, declarei-me não mais candidato do PSDB, eu dei o primeiro sinal claro de que estaria a seu lado, governador José Serra, porque acima de projetos pessoais, por mais legítimo que seja, está o interesse de construir um Brasil diferente”, disse Aécio, enquanto a multidão gritava “vice, vice”. :: LEIA MAIS »

Após anúncio de Serra, Aécio diz que PSDB precisa de discurso

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), considerou positivo o anúncio da candidatura do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), à Presidência da República. Aécio, que desistiu de concorrer à sucessão presidencial, disse, no entanto, que o PSDB precisa agora “construir o seu discurso”.

“Agora, mais do que o anúncio, o PSDB tem de construir o seu discurso. Mostrar à população brasileira porque é melhor votar num candidato da oposição e não na continuidade do atual governo. E eu acho que nós temos todas as condições de mostrar que podemos fazer um governo mais eficiente, um governo com planejamento e com mais força política no sentido de viabilizar as reformas que ficaram no meio do caminho”, disse Aécio no sábado, em Sete Lagoas (MG). :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia