WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: ‘Notícias’

Gilmar Mendes critica Sergio Moro: “Esse sujeito fala com Deus?”

Gilmar Mendes e Sergio Moro
Gilmar Mendes e Sergio Moro

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a se envolver em controvérsia nesta quarta-feira (11). Durante a sessão do STF que analisava o pedido de habeas corpus do ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro de 2016 na Lava Jato, Mendes criticou o Ministério Público Federal (MPF) e os juízes federais Sergio Moro e Marcelo Bretas.

Segundo o ministro, existe “arbítrio” por parte de Moro e Bretas, e reclamou das prisões preventivas determinadas pelo magistrado do Paraná.

“Nós transformamos as prisões provisórias do doutor Moro em prisões definitivas. Esse é o resultado nesses casos… As prisões provisórias, as prisões cautelares, elas ganham caráter de definitividade. Por que se trata de decisões bem elaboradas? Esse sujeito fala com Deus? Do que nós estamos falando? Ou nós estamos fazendo populismo judicial?”, disparou o ministro durante a sessão.

O habeas corpus foi negado por 6 votos a 5, mas volta à pauta do STF nesta quinta-feira para a análise sobre a possibilidade de derrubarem a prisão “de ofício”, isto é, por iniciativa da própria Corte.

Não foi a primeira vez que Gilmar ataca as decisões de Moro, mas chama a atenção o fato de ele mencionar a religiosidade do juiz. O argumento ecoa o que disse o ex-presidente Lula em uma das gravações telefônicas interceptadas durante as investigações da Lava-Jato. :: LEIA MAIS »

“Mapa ideológico” de alunos do Direito-USP discrimina “crente” e apoiadores da direita

Mapa Ideológico dos alunos do Direito-USP.
Mapa Ideológico dos alunos do Direito-USP.

A divulgação de uma lista dos calouros da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) mostra mais uma vez como o aparelhamento ideológico grassa nas instituições de ensino superior do país. O Centro Acadêmico da USP fez uma separação dos novos alunos a partir de seus interesses políticos, gostos musicais e até religião.

O documento interno vazou e gerou críticas dentro e fora da faculdade. A separação era feita a partir das “curtidas” e postagens de cada estudante em seu perfil no Facebook. O objetivo seria identificar quem possui posicionamentos políticos semelhantes ao do grupo que comanda o Centro Acadêmico 11 de Agosto e atrai-los para a organização.

De acordo com o que foi revelado, a separação foi feita pelos integrantes do Coletivo Contraponto, cujos membros são ligados à juventude do Partido dos Trabalhadores (PT). A planilha montada por ele traz o nome do estudante, uma indicação sobre a origem (cidade de onde veio e onde estudou), além de “mapa de likes” – uma análise de quais páginas o estudante curte no Facebook. :: LEIA MAIS »

Malafaia fala sobre prisão de Lula: “O povo não está com você”

Silas Malafaia
Silas Malafaia

O pastor Silas Malafaia publicou um vídeo em suas redes sociais onde comentou os eventos relacionados com a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em sua análise do discurso do petista afirmou que ele insiste no velho jargão comunista do “nós (o povo) contra eles (os poderosos)” e continua fomentando uma “luta de classes” comunista, que não deu certo “em lugar nenhum do mundo”.

Aproveitou para mandar um recado direto a Lula: “A verdade é que você não representa mais o povo”. Lembrando que o político preso não é pobre e que seu filho ficou milionário no período em que o pai era presidente. Apontou ainda que no governo de Lula e da sucessora Dilma Rousseff, “os bancos e empreiteiras ganharam dinheiro como nunca”.

Na opinião de Malafaia, o bom desempenho da economia do país durante os anos em que o PT esteve no poder foi por que eles “pegaram carona em um boom mundial”, mas que as consequências da má administração são vistas até hoje. Além da “roubalheira”, mencionou como exemplo claros disso a crise econômica e os 14 milhões de desempregados do país.

“Preso político uma ova. Você foi preso por corrupção e ainda tem mais 6 processos. O povo não está com você, que teve que se esconder no sindicato. Se o povo estivesse com você, teria ido para a praça da Sé ou a Avenida Paulista”, asseverou Malafaia.

Listando os apoiadores de Lula – MTST, MST, CUT –  calculou que eram cerca de três mil apoiadores no Sindicato em São Bernardo do Campo. Insistiu que está claro que só estão do lado dele os “militontos” e políticos do PSOL e do PCdoB.

Também listou as diferentes instâncias onde o ex-presidente foi condenado e repudiou as alegações de perseguição a ele. “Acabou a história. Não adianta essa sua bravata”, disparou.

Encerrou dizendo não ter dúvidas que “a máscara de Lula está caindo” e fazendo uma oração para que Deus tenha misericórdia do país e levante “alguém com integridade, capacidade e seriedade”.

Assista:

Twitter apaga mais de 1 milhão de perfis que promoviam terrorismo

Terrorismo no Twitter
Terrorismo no Twitter

A rede social Twitter anunciou que entre agosto de 2015 e final de 2017 removeu cerca de 1,2 milhão de contas que “promoviam o terrorismo”. A empresa diz que isso faz parte de uma iniciativa onde deixa claro que na sua plataforma a violência não é bem-vinda.

Ao longo do segundo semestre de 2017, 274.460 mil contas foram removidos por “violações relativas à promoção do terrorismo”. Destes, 74% dos perfis foram cancelados antes do primeiro tweet.

Segundo a rede social, esse é o segundo declínio consecutivo, parte de um esforço para também apagar as contas do tipo “bot”, usadas para promover assuntos e hashtags de maneira artificial.

“Continuamos a ver o impacto positivo e significante dos anos de trabalho duro para tornar nossa plataforma um lugar indesejável para aqueles que promovem o terrorismo”, declarou o Twitter, em comunicado oficial.

Nos últimos meses a rede social vem enfrentado uma crescente pressão de governos no mundo todo para revelar as identidades e reprimir perfis de jihadistas e usuários que promovem a violência. Isso levantou várias questões sobre os limites da “liberdade de expressão”.

A rede de mensagens curtas destacou ainda que os alertas emitidos por governos sobre violações de promoção de terrorismo representam menos de 0,2% de todas as remoções. A grande maioria (93%) foi feita com ferramentas internas.

Em contrapartida, a direção do Twitter deixou claro que está preocupada com “a aprovação de novas leis e discussões regulatórias ocorrendo em todo o mundo sobre o futuro do discurso público on-line”, dizendo que já pode ser identificado “um possível efeito inibidor em relação à liberdade de expressão”. :: LEIA MAIS »

Eleição presidencial já tem 14 pré-candidatos oficializados

A exatos seis meses da eleição presidencial deste ano, pelo menos 14 nomes já se colocaram publicamente na disputa. Mais uma pré-candidatura deve ser oficializada nas próximas semanas, a do PSB, e outros dois grandes partidos, PT e MDB, ainda não definiram seus quadros, apesar de prometerem apresentar um candidato nos próximos meses aos eleitores. A decisão final deve ser tomada até o início de agosto, quando termina o prazo para cada partido definir as candidaturas nas convenções.

Dentre os concorrentes ao pleito, há ex-presidentes, senadores, deputados, ex-ministros e até um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

 

Álvaro Dias – Podemos

O senador Álvaro Dias será o candidato do Podemos. Eleito senador em 2014, pelo PSDB, Álvaro Dias migrou para o PV e, em julho do ano passado, buscou o Podemos, antigo PTN. Com a candidatura do senador, a legenda quer imprimir a bandeira da renovação da política e da participação direta do povo nas decisões do país por meio de plataformas digitais.

“Nós temos que rediscutir a representação parlamentar. Não somos senadores demais, deputados e vereadores demais? Está na hora de reduzirmos o tamanho do Legislativo no país, tornando-o mais enxuto, econômico, ágil e competente”, afirmou Dias, em entrevista concedida esta semana no Congresso Nacional.

O político, de 73 anos, está no quarto mandato de senador. De 1987 a 1991, foi governador do Paraná, à época pelo PMDB. Na década de 1970, foi deputado federal por três legislaturas e, antes, foi vereador de Londrina (PR) e deputado estadual no Paraná. Álvaro Dias é formado em História. :: LEIA MAIS »

Ataque químico deixa dezenas de mortos na Síria, relatam ONGs

Ataque químico deixa dezenas de mortos na Síria, relatam ONGs

Foto: Reprodução / Globo News

Um suposto ataque químico matou dezenas de pessoas neste sábado (7) na cidade de Douma, na Síria, que é controlada por grupos rebeldes contrários ao governo do ditador Bashar Al-Assad. De acordo com o G1, um comunicado divulgado pela Sociedade Médica Sírio-Americana (SAMS, na sigla em inglês) e pela Defesa Civil síria aponta 49 mortos. Já o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), que monitora o conflito na Síria, relata que pelo menos 80 pessoas morreram. A acusação do ataque químico foi feita pelo grupo rebelde Jaish al-Islam. A informação foi negada pelo governo de Assad.

Franklin Graham alerta cristãos sobre candidatos de esquerda

Franklin Graham
Franklin Graham

Filho e sucessor de Billy Graham, o pastor Franklin Graham é amigo e conselheiro do presidente Donald Trump. Ele sempre foi muito vocal sobre seu posicionamento político, usando as redes sociais muitas vezes para questionar posicionamentos e propostas de lei dos “progressistas”.

Embora o termo tenha diferentes concepções, nos Estados Unidos é usado para referir-se ao pensamento de grupos ideologicamente “à esquerda”.

Esta semana Franklin usou o Twitter para publicar uma série de “alertas” relativos as eleições americanas em novembro, revelando como os líderes cristãos de todo o mundo estão mais atentos a essa questão que no passado.

“Como cristãos, precisamos orar e precisamos votar”, lembrou o pastor em uma das mensagens.

Poucos minutos depois, escreveu: “Os cristãos devem estar cientes do que pensam os candidatos que se dizem progressistas. ‘Progressista’ geralmente é uma das palavras para falar de quem se inclina para o socialismo, que não acredita em Deus, e que provavelmente votará contra princípios divinos que são tão importantes para a nação”.

Fez ainda um apelo: “Não é hora de ficarmos em silêncio – precisamos fazer mudanças positivas para nossos filhos e netos.”

As posturas conservadoras de Franklin são bem conhecidas. Antes da eleição presidencial de 2016, ele promoveu a turnê “Decision America” em 50 estados pedindo aos cristãos que votassem. Apesar de não ter endossado nenhum candidato,  muitas vezes avaliou de forma negativa a postura de Hillary Clinton e denunciou a imposição da ideologia de gênero e outras agendas globalistas nos discursos da candidata. Com informações Christian Today

Ex-homossexual, pastor denuncia ativistas LGBT por “intolerância”

David Kyle Foster
David Kyle Foster

Hoje pastor, David Kyle Foster viveu muitos anos o estilo de vida homossexual. Há décadas ele prega que qualquer pessoa pode ser liberta como ele foi e mudar de vida, mas ultimamente vem sendo perseguido e caluniado por ativistas LGBT.

“Porque eles nos odeiam? É por amor que proclamamos as boas novas que Jesus Cristo pode libertar o cativo. É por nossa própria experiência, como ex-gays, que gritamos dos telhados que qualquer um deseje se arrepender de seu pecado pode ser perdoado e curado daquelas coisas que estão destruindo suas vidas”, escreveu ele em uma “carta aberta” publicada pela revista pentecostal Charisma.

Foster lembra que nunca forçou ninguém a tomar essa decisão e os homossexuais que buscam ajuda em seu ministério não ficam presos em algum “campo de conversão”. “Essas ideias são pura ficção, inventadas por ativistas LGBT, que talvez tenham, subconscientemente, medo de estar vivendo uma mentira. Por isso, empregam publicamente táticas de intimidação para se esconder de seus próprios medos e justificar sua decisão imprudente de permanecer como estão”, afirma o pastor. :: LEIA MAIS »

Faturamento da indústria aumentou 0,5% em fevereiro, mostra CNI


Na comparação com fevereiro de 2017, o faturamento real subiu 6,5% de acordo com os Indicadores Industriais

Depois de dois meses consecutivos de queda, o faturamento da indústria aumentou 0,5% em fevereiro na comparação com janeiro, na série livre de influências sazonais, informou hoje (2) a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Na comparação com fevereiro de 2017, o faturamento real subiu 6,5% de acordo com os Indicadores Industriais.

Conforme a pesquisa, as horas trabalhadas na produção caíram 0,5% em fevereiro frente a janeiro, na série de dados dessazonalizados, interrompendo uma sequência de três resultados positivos. Na comparação com fevereiro do ano passado, as horas trabalhadas na produção cresceram 1%.

O nível de utilização da capacidade instalada ficou em 78%, praticamente o mesmo de janeiro (78,1%), e está 1,4 ponto percentual acima do registrado em fevereiro de 2017.

Segundo a CNI, o levantamento mostra ainda que o emprego continua se recuperando. O indicador de emprego subiu 0,1% em fevereiro frente a janeiro na série livre de influências sazonais. Em relação a fevereiro do ano passado, o emprego aumentou 0,5%. ”

A massa real de salários aumentou 1,2% e o rendimento médio real do trabalhador cresceu 1,8% em fevereiro frente a janeiro na série dessazonalizada. Na comparação com fevereiro de 2017, a massa real de salários subiu 3,4% e o rendimento médio real, 2,9%. Fonte: Agência Brasil

MPF defende que superfaturamento de obras públicas se torne crime

por Fausto Macedo e Julia Affonso | Estadão Conteúdo

MPF defende que superfaturamento de obras públicas se torne crime

Leonardo Andrade Macedo | Foto: Reprodução / Correio de Uberlândia

O Ministério Público Federal defende a criação de um tipo penal específico para criminalizar as práticas de superfaturamento em obras públicas. Essa foi uma das propostas apresentadas pelo procurador da República Leonardo Andrade Macedo em audiência realizada na Comissão Especial criada pela Câmara dos Deputados para dar parecer ao Projeto de Lei 1292/95. O projeto, que já foi aprovado pelo Senado, prevê alterações na Lei de Licitações (8.666/93). A reunião ocorreu na terça-feira (27), informou a Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria. Membro do Grupo de Trabalho Licitações da Câmara de Combate à Corrupção do MPF (5CCR), o procurador ressaltou que ‘a prática de superfaturar é responsável por grande parte dos desvios de recursos públicos, correspondendo a um quarto das irregularidades identificadas pelo Tribunal de Contas da União’. A criação do tipo penal do superfaturamento também foi recomendada pela comissão de peritos da Organização dos Estados Americanos (OEA). Outro aspecto citado pelo procurador foi ‘a necessidade de consolidação da jurisprudência relativa à contratação direta’. Leonardo Andrade Macedo destacou que, atualmente, há julgadores que consideram ilegal a escolha direcionada, independentemente de a operação gerar dano ao erário’. Outros entendem que só há ilegalidade quando o contrato direto causa dano aos cofres públicos. Neste caso, Macedo sugere a superação da controvérsia com um ajuste na redação da norma. A sugestão dele é que, em caso de prejuízos, esse aspecto seja considerado como ‘causa de aumento da pena’ em um ou até dois terços. O procurador reiterou que as contratações diretas devem seguir o que prevê a lei, como é o caso da contratação de serviços singulares, por exemplo. Leonardo Macedo ressaltou a necessidade de modificação do artigo 96 da atual Lei de Licitações (8.666/93), que trata da aquisição de bens e serviços. De acordo com o procurador, o dispositivo deve ser mais detalhado no que diz respeito à configuração da fraude. Ele também sugere a alteração da pena atualmente aplicada – detenção de três anos a seis anos – para reclusão de quatro anos a oito anos e multa. Leonardo Macedo adiantou aos parlamentares que as sugestões de alteração legislativa, incluindo as três medidas de tipificação penal, constarão de uma Nota Técnica que será elaborada pelo GT ligado à Câmara de Combate à Corrupção do MPF.

Evangélico, Dallagnol é criticado por dizer que “jejua e ora” pelo fim da corrupção


Dallagnol é criticado por dizer que jejua e ora pelo fim da corrupção

A força-tarefa da Lava Jato em Curitiba é formado por várias pessoas que não escondem sua fé cristã. O ex-presidente Lula, inclusive, já criticou que são evangélicos por falarem sobre Deus.

Com a proximidade do dia do julgamento que poderá decidir o futuro de Lula, nesta quarta-feira (4), o procurador Deltan Dallagnol, usou as rede sociais para dizer que está em ” jejum e oração” pelo fim da corrupção. Ele disse que a data será “o dia D” nessa luta e que “o cenário não é bom”.

Ele sempre defendeu o entendimento atual de prisão após condenação em segunda instância. Porém, a votação recente do Supremo Tribunal Federal dá indícios que o ex-presidente petista poderá ficar em liberdade mesmo após ser condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Após sua manifestação no Twitter, Dallagnol vem sendo criticado pela sua postura abertamente cristã. Seu tweet, com mais de 2,4 mil curtidas e cerca de 750 compartilhamentos recebeu diversos ataques nas redes sociais e de sites ligados à esquerda. :: LEIA MAIS »

ONU teme que tensão em Gaza possa piorar nos próximos dias

Da EFE*

A ONU afirmou que teme que a situação em Gaza se deteriore nos próximos dias e pediu que Israel só utilize “força letal” como último recurso.

As afirmações foram feitas nesta sexta-feira (30) pelo subsecretário de Assuntos Políticos da ONU, Tayé-Brook Zerihoun, em uma reunião de emergência convocada pelo Conselho de Segurança para analisar a violência registrada na sexta na Faixa de Gaza.

Pelo menos 16 palestinos morreram e cerca de 2 mil ficaram feridos na Marcha do Retorno, um protesto organizado pelo Hamas na fronteira entre Gaza e Israel.

A reunião do Conselho de Segurança seria fechada, mas, ao não haver consenso sobre a publicação de uma declaração conjunta no fim do encontro, decidiu-se que o encontro fosse aberto.

No relatório apresentado ao Conselho, Zerihoun fez um relato das diferentes informações recebidas pela ONU sobre os incidentes violentos e disse que estava monitorando de perto a situação.

“Existe o temor que a situação possa se deteriorar nos próximos dias. É imperativo que as crianças não sejam utilizadas como alvo”, afirmou o subsecretário de Assuntos Políticos da ONU.

Zerihoun pediu que as tropas israelenses assumam uma postura de “máxima contenção”, a fim de evitar mais mortes.

“A força letal só deve ser usada como último recurso”, disse Zerihoun, que pediu uma “adequada investigação” sobre os fatos ocorridos na sexta.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, por meio de um porta-voz, afirmou estar “profundamente preocupado” com a violência em Gaza e pediu uma investigação independente e transparente.

“Essa tragédia ressalta a urgência de revitalizar o processo de paz na região”, afirmou o porta-voz, Farhan Haq.

A reunião do Conselho de Segurança, convocada a pedido do Kuwait, durou cerca de duas horas e meia. Algumas das principais potências, como Estados Unidos, Reino Unido, França e Rússia, estavam representadas por diplomatas de segundo ou terceiro escalão.

O embaixador da Suécia, Carl Skau, classificou a situação em Gaza como “terrível”. “Nossa prioridade agora deve ser evitar uma escalada maior. Todas as partes, particularmente as forças de segurança de Israel, devem adotar a contenção”, afirmou.

Nenhum representante de Israel participou do encontro. Como convidado, Riyad Mansour, diplomata palestino, considerou como “massacre” os fatos registrados na sexta em Gaza.

“A maioria dos manifestantes era pacífica, não representava nenhuma ameaça para as forças de segurança de Israel”, disse Mansour.

Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Semana Santa em todo o país

Da Agência Brasil
A Polícia Rodoviária Federal estima que 180 mil veículos devem deixar o DF no feriado prolongado. Segundo a PRF, o movimento é maior na BR-040, em direção a Minas Gerais e Rio de Janeiro (Valter Campanato/Agência Brasil)
A Polícia Rodoviária Federal fará operação no feriado prolongadoValter Campanato /Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou na madrugada de hoje (29) a Operação Semana Santa, que vai reforçar o policiamento ostensivo e preventivo em todo o Brasil até domingo (1º). A ação conta com todo o efetivo da corporação e vai dar prioridade aos locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade. Serão utilizados 250 radares, 1.824 etilômetros (bafômetros), 484 motocicletas e 1.398 viaturas.

Para garantir proteção aos passageiros, a equipe de agentes vai moderar o tráfego de veículos de carga nas rodovias, em horários de circulação mais intensa, e aumentar o monitoramento, observando se motoristas estão alcoolizados ou se utilizam o cinto de segurança.

Para que os condutores se percebam como responsáveis em caso de acidentes e estejam conscientes de ações capazes de reduzi-los, a polícia rodoviária também vai implementar  ações de educação no trânsito. O foco será nos comportamentos de risco, como excesso de velocidade, dirigir alcoolizado, ultrapassagens indevidas, falta do uso de cinto de segurança e do uso das cadeirinhas adequadas para o transporte de crianças.

Na Semana Santa do ano passado, a PRF registrou 1.091 acidentes, 82 mortos e 1.107 feridos em rodovias federais. A operação também contabilizou 47,7 mil infrações de trânsito, 60 mil flagrantes de excesso de velocidade. Na ocasião, 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassar em locais proibidos e orientações foram repassadas para 42,2 pessoas.

Orientação aos motoristas

Entre as atitudes que levam a um trânsito mais seguro, a PRF destaca o planejamento da viagem, quando o motorista toma a iniciativa de se antecipar quanto à distância que irá percorrer e buscar se informar sobre pontos em que poderá parar para descansar, postos de gasolina e restaurantes na região e pesquisar a previsão do tempo para os dias de viagem.

O ideal é que as pausas ocorram a cada três horas. É prudente que se cumpra esse intervalo porque quem dirige por muitas horas fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual, embora a pessoa se mantenha os olhos abertos, a percepção da realidade e a resposta corporal a eventos à sua volta ficam comprometidas.

É importante também que o motorista verifique se está portando toda a sua documentação pessoal e também do veículo e assegurar que todo o mecanismo do veículo está em bom estado. Os faróis, por exemplo, devem reluzir de forma que o veículo ilumine a pista e possa também ser visto por outros veículos. O conjunto de pneus deve estar calibrado e o motor, revisado, com óleo e nível de água do radiador em dia.

Outra instrução da PRF é não esquecer de checar se equipamentos de porte obrigatório – sobretudo pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda –  estão dentro do veículo, além de examinar as condições dos limpadores de para-brisa, úteis na visibilidade da pista.

BC mantém projeção de crescimento da economia em 2,6% para este ano

da Agência Brasil
Ortigueira (PR) - O presidente interino Michel Temer participa de inauguração da nova fábrica de celulose da empresa Klabin, em Ortigueira, no interior do Paraná (Isac Nóbrega/PR)
Para o Banco Central, economia vai crescer 2,6% em 2018. Projeção para o desempenho da indústria subiu de 2,9% para 3,1%Isac Nóbrega/PR

O Banco Central (BC) manteve a previsão do crescimento da economia este ano. A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, segue em 2,6%, de acordo com o Relatório de Inflação, divulgado hoje (29), em Brasília.

A estimativa para a produção da agropecuária é de recuo de 0,3% no ano, ante estimativa de contração de 0,4%, divulgada em dezembro, após crescimento de 13% em 2017 – resultado recorde. A projeção para o desempenho da indústria foi elevada de 2,9% para 3,1%.

Para os investimentos – Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) – a previsão subiu de 3% para 4,1%. Segundo o BC, a melhora na projeção para os investimentos está “associada à trajetória favorável nos índices de confiança dos empresários, à redução do endividamento das empresas no sistema financeiro e aos efeitos do ciclo de flexibilização na política monetária [redução da taxa básica de juros, a Selic, o que estimula a economia]”.

Consumo das famílias deve ficar em 3%

A previsão para o crescimento do consumo do governo ficou em 0,5%, ante projeção de 1% em dezembro. A projeção para o consumo das famílias foi mantida em 3%, “em linha com expectativa de evolução favorável da massa salarial ampliada e do crédito à pessoa física”.

As exportações e as importações de bens e serviços devem variar 4,9% e 6,8% em 2018, diante de projeções respectivas de 4% e 6% do Relatório de Inflação de dezembro.

“A elevação na projeção para as exportações reflete o desempenho positivo nos primeiros meses do ano, em certa medida explicado por exportação de plataforma de petróleo, e as perspectivas mais favoráveis de vendas externas de produtos primários”, diz o relatório do Banco Central.

Já o aumento das importações decorre da melhora nas projeções de crescimento da indústria e dos investimentos, com consequente aumento nas compras de insumos, máquinas e equipamentos.

Cristão não pode ser de esquerda, defende teólogo

Jonas Madureira

Jonas Madureira

O pastor Jonas Madureira, da Igreja Batista da Palavra, em São Paulo, publicou um vídeo no canal Perguntar Não Ofende falando sobre o “marxismo cultural” e abordou suas influências em diversas áreas da sociedade.

Ele deixou claro que essa influência não é apenas sobre as esferas econômicas e políticas. Citando vários teóricos dessa ideia de que a “revolução comunista” deveria envolver também o “modo de pensar” das pessoas.

Madureira lembrou que o marxismo não deu certo em lugar nenhum do mundo, sendo “uma violência à dignidade humana”, como mostra a história. “O marxismo cultural tem contaminado diversos aspectos da sociedade, não é uma visão apenas econômica e política… Essa invasão passou a se tornar uma invasão horizontal, alterando a maneira com que as pessoas pensam, influenciando sobretudo a educação, a mídia e o direito (justiça)”, resumiu.

Quando uma mentalidade domina essas três esferas, passam a ditar os padrões culturais. A partir do entendimento da força desse tipo de pensamento, o marxismo cultural passou também a ser um influenciador da religião.

Ao falar sobre a possibilidade de um cristão ser “de esquerda” ou marxista, foi enfático: “É como se a gente estivesse perguntando se o cristão pode ser ateu. A cosmovisão socialista em seu sentido puro, fundamental é anticristã, antagônica à fé cristã”.

“Não podemos dizer que as coisas são inerentemente más, a cosmovisão socialista tem ‘boas linhas’, que até refletem a boa dádiva de Deus, mas não é completamente adequada a realidade que a gente vive”, encerrou.

Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Evangélico do Betel Brasileiro em São Paulo e mestre em Filosofia pela PUC-SP, Madureira é teólogo e trabalha como editor na Editora Vida Nova, a mais influente do meio acadêmico evangélico brasileiro.

Assista:

MP investiga apresentação de peça com beijo e sexo gay para crianças

A peça de teatro “#República Muito Além Q’Entre 4 Paredes” fazia parte do Circuito Cultural Paulista. Ela foi apresentada na sexta-feira (23) na Escola Estadual Orestes Ferreira de Toledo, em Palmeira D’Oeste (SP), noroeste do Estado, onde gerou muita polêmica.

O material de divulgação afirma que a indicação de faixa etária é de 14 anos. Contudo, algumas cenas do espetáculo divulgadas nas redes sociais revelam que ela pode ter violado o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

As imagens mostram quatro atores – dois homens e duas mulheres – fazendo uma comemoração, onde os dois homens começam a se beijar. Em seguida, uma atriz beija um dos atores e, na sequência, sua companheira de cena. Elas caem no chão simulando uma cena de sexo e um dos atores sobe em cima delas.

Após denúncia de alguns pais de alunos, o Ministério Público de Palmeira D’Oeste, instaurou inquérito civil para investigar eventual desrespeito ao ECA. A prefeitura da cidade emitiu nota dizendo que o espetáculo cumpria agenda do Circuito Cultural Paulista, desenvolvido, aprovado e pago pelo Governo do Estado.

A prefeitura afirma que a peça “respeita a faixa etária dada como limite para apresentação e que confia na idoneidade da administração e classificação etária feita pelo Governo do Estado”. Também declarou que respeita as opiniões dos pais que reclamaram do conteúdo. Por isso, a partir desta data, irá “solicitar ao Circuito Cultural Paulista uma prévia detalhada das próximas apresentações”.

A companhia de teatro responsável preferiu não se pronunciar sobre o caso.

O MP também emitiu nota, revelando que o promotor só irá se manifestar sobre o caso ao final da investigação, apresentando as razões que possam sustentar o ajuizamento de uma ação judicial ou o arquivamento do inquérito civil. Com informações G1

Supremo manda reforçar segurança de Fachin depois de ministro relatar ameaças

 da Agência Brasil
Brasília - Ministro Edson Fachin durante sessão do STF para julgar restrição ao foro privilegiado para parlamentares (Antônio Cruz/Agência Brasil)
O STF reforçou a segurança de Fachin e de parentes do ministroAntonio Cruz/Arquivo/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) informou hoje (27) que reforçou a segurança do ministro Edson Fachin e de seus parentes. A manifestação foi motivada por uma entrevista concedida por Fachin ao canal GloboNews, em que o ministro disse que sua família tem recebido ameaças. Ele, porém, não citou quais tipos de ameaças tem sofrido e como teriam ocorrido. Segundo Fachin, foram solicitadas providências à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia.

De acordo com nota divulgada à imprensa pela presidência do STF, antes da entrevista do ministro, Cármen Lúcia já tinha tomado providências em relação às preocupações de Fachin, como o envio de duas delegadas da Polícia Federal (PF) para Curitiba, cidade de origem do ministro, para avaliar o esquema de segurança.

“Uma das preocupações que tenho não é só com julgamento, mas também com segurança de membros de minha família. Tenho tratado desse tema e de ameaças que têm sido dirigidas a membros da minha família. ”, disse Fachin na entrevista.

O ministro é relator dos processos oriundos da Operação Lava Jato na Corte, entre outras ações. Também é relator do habeas corpus por meio do qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conseguiu suspender sua prisão após o fim dos recursos na segunda instância no processo do triplex de Guarujá (SP). A decisão vale até o dia 4 de abril, quando o tribunal retomará o julgamento da questão.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia