WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: ‘Notícias’

Canal “Hipócritas” usa o humor para defender valores e a fé cristã

Eles já foram chamados de “versão reaça do Porta dos Fundos”, mas os humoristas catarinenses do canal Hipócritas não aceitam o rótulo. Em entrevista ao portal Gospel Prime eles se definem como “pessoas comuns, cristãos, pais de família e com uma grande insatisfação com o cenário político-social nacional”.

Admitem que, com raríssimas exceções, o humor, como quase toda sociedade no Brasil “se rendeu ao politicamente correto”. Contudo, percebem que o cristianismo e os valores cristãos propositalmente não são poupados da zombaria. Isso é perceptível de modo especial nos programas da Globo como “Zorra” e “Tá no Ar”, com grande visibilidade.

“Por isso é extremamente necessário um contraponto. Uma maioria silenciosa se rendeu aos caprichos de uma minoria barulhenta. O politicamente correto é como uma ‘Sodoma e Gomorra’ amparada por uma pseudomoral mais elevada, mas que vai na contramão de todas as verdades que como cristãos, conhecemos bem”, afirma o trio formado por Augusto Pacheco, Paulo Souza e Bismark Fugazza.

Apesar da tônica de seus vídeos mais populares ser político, eles vão além disso. Além dos esquetes, há paródias musicais e, mais recentemente, interações com outros humoristas conservadores como Spider Consense.

“Queremos imprimir princípios numa sociedade moralmente caótica. Os princípios são necessários desde o ambiente familiar até a política, passando pela sociedade, igreja e cultura. Todos esses ambientes são e serão nosso foco”, esclarecem os humoristas. :: LEIA MAIS »

Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook

Os clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações bancárias diretamente pelo Messenger, aplicativo de mensagens instantâneas do Facebook, sem precisar utilizar o serviço de internet banking ou o aplicativo do banco.

Segundo o banco, a troca de informações nas interações com os clientes são criptografadas de ponta a ponta.

“Queremos estar em todos os lugares em que o cliente gosta de estar, seja no aplicativo ou na rede social. As pesquisas mostram que o brasileiro aprecia muito as redes sociais”, disse hoje (22) o diretor de tecnologia do Banco do Brasil, Gustavo Fosse.

A ferramenta será iniciada com um projeto-piloto com cerca de mil clientes e um grupo de funcionários do banco. Inicialmente, estão disponíveis consulta de extrato da conta-corrente e informações sobre cartão de crédito como fatura, solicitação de segunda via e liberação de uso.

smartphone
Nova ferramenta do Banco do Brasil está disponível em fase de testes para cerca de mil clientes e um grupo de funcionarios da instituiçãoArquivoAgência Brasil

Nos próximos dias, as consultas de saldo e extrato da poupança, assim como o extrato de fundos de investimento também estarão disponíveis pelo atendimento no Messenger. Após a fase de testes, o serviço será ampliado para todos os clientes.

O atendimento na nova plataforma será feito por meio do assistente virtual do banco, que já funciona para tirar dúvidas de clientes por meio de chatbot (“robô” que simula uma conversa com os clientes) no Messenger do Facebook combinada com o Watson, a plataforma de inteligência artificial para negócios da IBM na nuvem. :: LEIA MAIS »

Conquista: Prefeitura Móvel chega a Bate-Pé com serviços e Gabinete Itinerante

Este é o segundo distrito a receber uma edição do projeto

A quinta edição do Prefeitura Móvel, que acontece neste sábado (24), no distrito de Bate-Pé, será a segunda a beneficiar a zona rural de Vitória da Conquista. Além das três ocorridas na zona urbana em 2017, uma foi realizada em José Gonçalves, em outubro passado.

O fato de a primeira edição rural ter sido em José Gonçalves, e da segunda acontecer em Bate-Pé, “não é por acaso”, como diz o secretário municipal de Agricultura, Paulo César Oliveira.

“O prefeito tem como programa de governo implantar subprefeituras. A decisão é de implantar três subprefeituras no município, sendo que a primeira será em José Gonçalves, e a segunda, em Bate-Pé. Então, as coisas se explicam e se encaminham para uma lógica”, explica Oliveira.

E, como se trata de levar a estrutura da Administração Municipal para atender in loco à população rural, é lógico também que tenha a presença dos serviços oferecidos através da Secretaria Municipal de Agricultura, cuja atribuição, em caráter permanente, é atender a esse público.

Documentos e orientações – Na Escola Municipal Eurípedes Peri Rosa, serão entregues 466 títulos do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (Cefir). Além disso, outros 60 agricultores serão cadastrados durante a programação do Prefeitura Móvel para receber os títulos posteriormente. O Cefir é um documento fornecido pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e é necessário para que o agricultor tenha acesso a uma série de programas voltados à agricultura familiar.

A equipe fará orientações técnicas sobre o programa Garantia Safra, a emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) – neste caso, agricultores familiares serão orientados sobre como repassarem seus produtos à Administração Pública.

Hortas nas Escolas – Entre as iniciativas municipais, será reativado o projeto Horta nas Escolas, por meio de parceria entre as secretarias de Agricultura e Educação. A finalidade é construir hortas em escolas municipais da zona rural e utilizá-las com dupla finalidade: suplementar o cardápio da merenda escolar e, ao mesmo tempo, desenvolver ações educativas que envolvam os estudantes.

Quatro hortas (uma delas na própria Escola Municipal Eurípedes Peri Rosa) estão em fase de conclusão e já podem receber o plantio. A expectativa é que o cultivo envolva hortaliças como salsa, coentro, cebolinha, alface, cenoura, couve e beterraba.

Umbu e palma – Serão entregues 160 mudas de umbu gigantes, todas cultivadas na Fazenda Experimental mantida pela Prefeitura em Pedra Mole, próximo a Bate-Pé. O umbu também será tema de uma palestra que deverá tratar de recomendações técnicas para o plantio. A programação prevê ainda outra palestra sobre o cultivo intensivo da palma.

A comunidade de Bate-Pé terá ainda, em casa, a presença do Governo Municipal por meio do Gabinete Itinerante e de vários outros serviços ligados às áreas de Saúde, Desenvolvimento Social e Educação. SECOM/PMVC

Arqueólogos encontram “selo” do profeta Isaías em Jerusalém

A mão do próprio profeta Isaías pode ter feito as inscrições num selo de argila – chamada de bula – datado do século 8 a.C. e descoberto agora em escavações perto do Monte do Templo de Jerusalém.

De acordo com a arqueóloga da Universidade Hebraica Dra. Eilat Mazar, sua equipe descobriu a minúscula bula, ou impressão de selo, no Ophel, localizado no sopé da encosta sul do Monte do Templo. A descoberta foi publicada na quarta-feira em um artigo: “Esta é a assinatura do Profeta Isaias?” na nova edição de Revista de Arqueologia Bíblica.

Na pequena peça, com menos de um centímetro, a observa-se a figura do que parece ser um cordeiro e a frase “motivo de bênção e proteção encontrado em Judá, particularmente em Jerusalém”. Contudo, por estar quebrada,  precisa ser melhor estudada antes de um “veredito” final. A esperança é encontrarem o pedaço restante ou outra igual.

Na sua porção legível, há uma inscrição com as letras hebraicas usadas no período do Primeiro Templo, que parecem soletrar l’Yesha’yah [Pertence a Isaias]. Na linha abaixo, há a palavra parcial nvy, que significaria “profeta”.

“Como a bula está ligeiramente danificada no final da palavra nvy, não se sabe com certeza se originalmente terminava com a letra hebraica aleph, escrevendo a palavra hebraica para ‘profeta’ e não restaria dúvida que aquele era o selo usado como a assinatura do profeta Isaías”, esclarece Mazar. :: LEIA MAIS »

PIS: trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar abono salarial

Da Agência Brasil
Caixa divulga calendário de saques de contas inativas do FGTS
Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016 –Divulgação/Caixa

Começa hoje (22) o pagamento do abono salarial do PIS (Programa de Integração Social) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016. Os titulares de conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1 e movimentação receberam o crédito automático na última terça-feira (20).

Os pagamentos são feitos conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos os beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. Os últimos a sacar serão os nascidos em maio e junho, a partir de 15 de março.

São liberados R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário. Para os nascidos em março e abril, estão disponíveis R$ 2,664 bilhões para mais de 3,745 milhões de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, nosite do banco ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

A Caixa lembra que tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.

Quem tem o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da instituição. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta da Caixa, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco público, apresentando o documento de identificação. O trabalhador vinculado a empresa pública com inscrição no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

País registra 164 mortes por febre amarela desde julho

da Agência Brasil

Entre 1º julho de 2017 e 20 de fevereiro deste ano, foram confirmados 545 casos de febre amarela no país, com 164 óbitos. Ao todo, foram notificados 1.773 casos suspeitos, sendo que 685 foram descartados e 422 permanecem em investigação.

A atualização dos dados da febre amarela no país foi divulgada hoje (21) pelo Ministério da Saúde, com base nas informações repassadas pelas secretarias estaduais de Saúde. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 557 casos e 178 mortes.

O maior número de mortes aconteceu em Minas Gerais, com 77 óbitos e 264 casos confirmados. Em seguida aparece São Paulo, com 57 mortes e 208 casos, e Rio de Janeiro, com 29 óbitos e 72 casos confirmados.

Até segunda-feira (19), 5,1 milhões de pessoas foram vacinadas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, sendo 4,7 milhões com doses fracionadas e 422,6 mil com doses padrão. O número corresponde a 25,2% do público-alvo previsto no Sudeste.

A recomendação do Ministério da Saúde é que os estados continuem vacinando até atingir alta cobertura. O estado da Bahia iniciou a campanha em oito municípios, nesta segunda-feira (19).

Igrejas negras estão levando fiéis aos cinemas para verem “Pantera Negra”

O novo lançamento da Marvel, “Pantera Negra”, não é um filme cristão, mas muitas igrejas americanas têm fechado cinemas para exibirem o longa para os fiéis. Apesar de algumas críticas por haver cenas que ensinam sobre a invocação de espírito dos antepassados, o cantor gospel Kirk Franklin defende a iniciativa.

Os Estados Unidos possuem uma longa tradição de igrejas “negras”, que têm uma cultura própria e até denominações formadas em torno da cor da pele, uma herança dos tempos em que a segregação era protegida por lei.

Com o elenco de Pantera Negra é majoritariamente negro, os líderes religiosos veem com bons olhos o fato de o longa ir na “contramão” das grandes produções, que via de regra não mostram negros como os “heróis”.

Franklin acredita que a história do super-herói africano representa “esperança de mudança” para as comunidades negras. “As pessoas sempre quiseram ter algo com o qual podem se identificar e isso [filme] representa esperança. Isso reflete algo maior”, afirmou o pastor e cantor.

“Quando você pode se ver fazendo coisas ‘sobrenaturais’, então se torna capaz de assumir esse poder e acredita que você também possui uma habilidade sobrenatural”, enfatizou, traçando um paralelo dos poderes dos heróis com o ‘poder espiritual’ sobre o qual sua igreja ensina.

Percepção similar tem o pastor Kyev Tatum, líder da Southern Christian Leadership Conference, que levou um grupo de alunos carentes para ver o filme em sua cidade, no Texas. :: LEIA MAIS »

Senado aprova decreto presidencial de intervenção no Rio de Janeiro

da Agência Brasil

O Senado aprovou, por 55 votos a 13 e uma abstenção, o decreto de intervenção federal no Rio de Janeiro para a área da segurança pública. Com a aprovação da medida pelos deputados e, agora, pelos senadores, o governo federal foi autorizado a nomear um interventor no estado devido ao “grave comprometimento da ordem pública”, como solicitado pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (16).

A votação no Senado durou pouco mais de três horas, a metade do tempo utilizado pela Câmara para discutir e aprovar o decreto, por 340 votos a 72, na madrugada de hoje (20). É a primeira vez que a União intervém em um estado desde 1988.

Durante a sessão, cinco oradores discursaram favoravelmente ao decreto, e cinco contra. Além de questões de ordem para que a votação não ocorresse, a oposição solicitou a criação de uma comissão externa temporária para fiscalizar os desdobramentos da intervenção.

Após a confirmação dos parlamentares, cabe agora ao presidente do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), publicar um decreto legislativo referendando o decreto e autorizando a nomeação do general Walter Braga Netto.

MEC lança até março edital para formação de professores

da Agência Brasil
Brasília - Entrevista do ministro da Educação, Mendonça Filho. (Wilson Dias/Agência Brasil)
Mendonça Filho participou da abertura dos debates da Reunião Ministerial Regional Ibero-AmericanaArquivo/Wilson Dias/Agência Brasil

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse hoje (20) que até início de março o governo lançará o edital com oferta de vagas para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e para o novo programa de residência pedagógica, com objetivo de melhorar a qualidade da formação inicial de professores.

Mendonça deu entrevista após participar, na capital paulista, da abertura dos debates da Reunião Ministerial Regional Ibero-Americana. Pelo Programa Nacional de Formação de Professores, as instituições formadoras deverão estabelecer convênios com as redes públicas de ensino. O ingresso no estágio supervisionado será feito ao longo da graduação, a partir do segundo ano. Os futuros professores terão um acompanhamento periódico.

Pisa

Durante a reunião, foram discutidos os resultados da edição de 2015 do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) para a elaboração de políticas educacionais. O Brasil teve 44,1% dos estudantes brasileiros abaixo do nível de aprendizagem considerado adequado em leitura, matemática e ciências.

Para o ministro, apesar do avanço na inserção de jovens e crianças dentro das escolas, as taxas de evasão elevadas mostram a necessidade de foco no aumento da qualidade. “Precisamos assegurar qualidade desde a alfabetização, ao longo do ensino fundamental e nível médio. Isso vai determinar uma mudança estrutural na perspectiva de futuro para os jovens e crianças do Brasil”, disse Mendonça.

Milícias islâmicas incendeiam 15 aldeias cristãs, massacram moradores e destroem igrejas

Membros de milícias islâmicas invadiram 15 aldeias cristãs no estado de Adamawa, nordeste da Nigéria. Eles destruíram as igrejas, massacraram os moradores em uma nova onda de perseguição religiosa.

Por terem ocorrido em locais isolados, os fatos demoraram para serem expostos, mas são dezenas de mortos por jihadistas que parecem comprometidos a cumprir sua promessa de “limpar” o país de seguidores do cristianismo.

Representantes da missão Portas Abertas falaram com testemunhas. Elas contam que os responsáveis são milícias fulani. Essa é uma das maiores etnias da África, sendo majoritariamente muçulmanos. Embora o governo nigeriano venha tratando esses ataques como conflitos étnicos, existem vários relatórios que os homens estavam fortemente armados e alguns ataques tiveram cobertura de helicópteros.

Um dos homens ouvidos pela missão testemunha: “O ataque ocorreu em plena luz do dia, quando as pessoas estavam indo para a igreja. Eles perseguiram e mataram os moradores, queimaram nove igrejas e muitas casas”.

Durante anos o Boko Haram dominou o norte da Nigéria, um país onde cerca de metade da população é islâmica. Sua perseguição aos cristãos foi amplamente noticiada, com práticas que incluíam atentados, sequestros e a formação de um califado. :: LEIA MAIS »

Câmara aprova decreto de intervenção no Rio; senadores votam medida nesta terça

A Câmara dos Deputados aprovou, por 340 votos a 72, o decreto legislativo que autoriza a intervenção federal na área de segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Após mais de seis horas de discussões e táticas de obstrução pelos contrários à medida, os deputados acataram o parecer da deputada Laura Carneiro (MDB-RJ) favorável à medida, anunciada pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (16).

Nesta terça-feira (20), o Senado deve realizar, às 18h, uma sessão extraordinária destinada a votar o decreto. Caso o texto que estipula a intervenção seja aprovado pela maioria simples dos senadores presentes, o Congresso Nacional poderá publicar o decreto legislativo referendando a decisão de Temer de intervir no Rio de Janeiro.

A sessão durou mais do que o comum para uma segunda-feira e adentrou a madrugada desta terça-feira, em um dia em que os parlamentares ainda estão, normalmente, retornando de seus estados. Ao longo das discussões, quatro requerimentos foram apreciados pelos deputados por meio de votação nominal, o que significa que eles tiveram que votar no painel eletrônico, e não de modo simbólico. Após orientações dos líderes, os três pedidos de adiamento da votação foram rejeitados pela maioria dos parlamentares. Já o requerimento para encerramento das discussões foi aprovado por 328 votos a 7, mesmo com a obstrução dos oposicionistas, que não deram quórum neste momento. :: LEIA MAIS »

Inscrições para o financiamento estudantil em universidades pagas começam hoje

da Agência Brasil

Começam hoje (19) as inscrições para o financiamento estudantil do governo federal. A iniciativa usa recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e é coordenada pelo Ministério da Educação (MEC). O período vai até o dia 28 de fevereiro, às 23h59. Os contratos vão seguir as novas regras do programa, aprovadas no ano passado.  A previsão do governo é atender a 310 mil pessoas em 2018.

Os recursos do Fies são destinados a financiar alunos em cursos superiores privados, desde que esses tenham avaliação positiva no MEC. O montante a ser pago depende de uma fórmula que leva em consideração o preço da mensalidade e a renda familiar do candidato.

No início do mês, o Comitê Gestor do Fies definiu os limites do financiamento: máximo de R$ 30 mil por semestre e mínimo de R$ 300.

As condições do financiamento precisam ser estipuladas entre o banco que irá conceder o empréstimo, a instituição de ensino e o aluno. Após a conclusão do curso, o valor da parcela dependerá da renda do estudante.

As duas modalidades do financiamento (Fies e P-Fies) são estruturadas em três faixas. A primeira contempla alunos com renda familiar bruta, por pessoa, de atê três salários mínimos, que contarão com juro real zero. A segunda é destinada a alunos com cada membro da família com renda de até cinco salários mínimos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e a terceira, a estudantes com o mesmo teto de renda familiar das demais regiões. Nesses dois casos, os juros serão um pouco acima da inflação.

Inscrições

Pode se inscrever quem teve média de pelo menos 450 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenha zerado a redação. Outra exigência é se encaixar dentro dos limites de faixa de renda estabelecidos para o programa.

As inscrições devem ser feitas no site do MEC. O candidato deve fornecer o número do CPF, a data de nascimento e um e-mail válido. Além disso, deve informar a renda familiar para comprovar que se encaixa nas exigências do programa.

Calendário

Após o encerramento das inscrições, no dia 28 de fevereiro, serão divulgados os resultados de pré-seleção e as listas de espera. A modalidade Fies disponibilizará os nomes no dia 5 de março, enquanto a P-Fies tornará público os contemplados no dia 12 de março.

Quem for pré-selecionado na modalidade Fies terá de 6 a 8 de março para fazer a complementação da inscrição. Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre o calendário ou outros aspectos da seleção, o candidato deve acessar o site oficial do programa.

Edição: Graça Adjuto

Igrejas podem ser forçadas a realizar casamento gay, na Austrália

Após a legalização do casamento gay na Austrália, teve início uma campanha no país, comandada pelo partido liberal para regularizar a chamada lei antidiscriminação. Caso seja aprovada, passarão a ser puníveis todas as entidades que deixarem de contratar ou demitirem pessoas por causa de sua opção sexual.

Isso coloca contra a parede as instituições religiosas que possuem código de conduta. Ou seja, se um hospital ou ONG pertencente a uma igreja oferecerem uma vaga de emprego para qualquer função, não poderiam deixar de contratar uma pessoa LGBT mesmo que ela não subscreva aos valores da instituição.

A Igreja Hillsong está liderando a iniciativa que inclui algumas das organizações cristãs mais importantes da Austrália para solicitar ao governo que eles sejam isentos dessa lei, inclusive no caso de contratar e demitir empregados.

“Nunca precisamos proteger nossa liberdade religiosa antes, mas agora parecer ser diferente”, explicou Patrick Parkinson, professor de direito na Universidade de Sydney e membro do conselho da Freedom for Faith, um grupo político que apresentou uma proposta de lei de liberdade religiosa que corrigiria as falhas da lei andiscriminação.

Os cristãos australianos estão preocupados se continuarão podendo defender suas crenças sem serem penalizados por isso. Parkinson disse que, na esteira da garantia legal dos direitos requeridos pelos LGBT, começou uma “campanha persistente para remover isenções religiosas e instituir a lei antidiscriminação”.

Em termos práticos, os mesmos que reclamavam de serem discriminados por suas opções querem criminalizar quem não subscreve à sua agenda. :: LEIA MAIS »

Maia acredita ser possível votar Previdência, mas vai consultar o Supremo

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse neste sábado (17) que entende ser possível discutir e votar a reforma da Previdência, mesmo com a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Porém, ressaltou que não seria possível promulgar a matéria, através de Proposta de Emenda à Constituição (PEC), pois a Constituição veda mudanças em seu texto se houver algum estado sob intervenção federal. Ele informou que vai discutir a matéria com o Supremo Tribunal Federal (STF).

Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, durante café da manhã com jornalistas. ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)
 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, participou da reunião, no Palácio Guanabara, entre o presidente Michel Temer, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando PezãoMarcelo Camargo/Agência Brasil/Arquivo

Maia participou da reunião, no Palácio Guanabara, entre o presidente Michel Temer, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e o general Walter Braga Netto, nomeado interventor federal na segurança pública fluminense. Também estiveram presentes os ministros Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência, e Henrique Meirelles, da Fazenda, e o prefeito do Rio, Marcelo Crivella. Ao fim do encontro, Maia falou com a imprensa e explicou o seu ponto de vista.

“Eu vou continuar o debate da Previdência, com votação ou sem votação. Tem duas teses. Uma que você pode inclusive votar uma emenda constitucional, só não pode promulgá-la. Pois não pode emendar a Constituição. Têm ministros do Supremo que falaram que nem isso pode. Essa interpretação a gente vai ter que decidir”, disse o presidente da Câmara.

Maia ressaltou que, em sua avaliação, em tese, a matéria pode ser discutida e votada, mas não pode ser promulgada, enquanto durar a intervenção.

“A minha interpretação é que, lendo literalmente, não pode promulgar uma PEC. Você pode até votar a PEC, se for necessário. Eu acho que a decisão final vai ser que não pode votar. A minha leitura da Constituição, sem ser advogado, é que a única questão que não pode ser feita é promulgar. Mas eu acho que o ambiente majoritário do Congresso e do Judiciário vai ser que não pode votar. Eu só vou tratar de qualquer emenda constitucional depois que eu discutir com o Supremo”, disse. :: LEIA MAIS »

Fórum Mundial da Água acumula 15 mil sugestões de debate a um mês da abertura

da Agência Brasil

Faltando 30 dias para a abertura do 8º Fórum Mundial da Água, evento que, em março, transformará Brasília no centro dos debates sobre recursos hídricos do planeta, a participação da sociedade já é grande. Além dos 1.300 palestrantes, das autoridades de 110 países e dos 5 mil inscritos para o evento, cerca de 40 mil pessoas de dezenas de países enviaram contribuições aos organizadores e 15 mil sugestões foram apresentadas por meio da ferramenta Sua Voz, disponível no site do evento.

 Válter Campanato/Agência Brasil
Rodrigo Cordeiro, diretor de Operações do 8º Fórum Mundial da ÁguaVálter Campanato/Agência Brasil

O interesse da sociedade em debater o tema é resultado da importância que a questão da água vem ganhando no mundo. Em entrevista exclusiva à Agência Brasil, o diretor de Operações do Fórum, Rodrigo Cordeiro, disse que, a partir das crises hídricas que têm ocorrido com frequência no Brasil e em outras partes do mundo, houve uma tomada de consciência maior tanto das autoridades quanto dos consumidores. “A questão da água entrou na pauta da sociedade”, afirmou.

Além disso, organizações não governamentais (ONGs) e a sociedade organizada também se mobilizam para participar do Fórum Mundial. Segundo a coordenadora do projeto Observando os Rios, da Fundação SOS Mata Atlântica, Romilda Roncatti, em mensagem no Facebook do Fórum, estão mobilizados mais de 50 voluntários de 17 estados para participar do 8º Fórum Mundial da Água, dispostos a mostrar os resultados desse trabalho. :: LEIA MAIS »

Atirador de escola na Flórida afirma que “vozes de demônios” o guiaram

Logo após uma grande tragédia é comum as autoridades revelarem informações aos poucos, após a confirmação (ou não) das narrativas.

Quando Nikolas Cruz, 19 anos, invadiu a escola Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, Flórida, na quarta (14) seu objetivo declarado era matar o maior número possível de pessoas. Armado com um rifle AR-15, ele disparou contra os alunos e professores, deixando 17 mortos e dezenas de feridos. Sete pessoas ainda estão hospitalizadas por causa dos ferimentos, uma em estado grave.

Em determinado momento, largou o rifle, e se misturou com os estudantes que fugiam do local, indo para um supermercado próximo e depois para um Mc Donald’s. Não demorou muito para a polícia identifica-lo e prendê-lo.

Segundo o relato dos policiais, questionado sobre sua motivação, Cruz afirmou que “vozes de demônios” lhe deram instruções para o ataque. Conforme a reportagem da rede ABC, as autoridades tratam a declaração como sinais de um possível transtorno mental. :: LEIA MAIS »

Temer assina decreto de intervenção das Forças Armadas na segurança do Rio

da Agência Brasil

Ao longo da manhã de hoje (16) o presidente Michel Temer e assessores acertam os detalhes do decreto de intervenção na segurança pública do estado do Rio de Janeiro. O decreto será assinado pelo presidente Temer no início da tarde, no Palácio do Planalto, de acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

O presidente  Temer fará às 20h30 um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV para explicar à população os motivos que levaram à intervenção no Rio de Janeiro e detalhes do decreto.

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, retorna do Rio de Janeiro para Brasília para participar de reunião no Planalto que deve ter também a presença de ministros e parlamentares.

Desde o início desta manhã, a cúpula do Exército está reunida em Brasília discutindo detalhes da intervenção. Com a medida, o comando das forças de segurança pública do Rio de Janeiro ficará a cargo do Exército. Entre os participantes da reunião está o comandante militar do Leste, general Walter Souza Braga Netto, convocado às pressas pelo comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas.

Na noite de ontem (15), Temer recebeu Pezão no Palácio do Jaburu, além de ministros das áreas de política e de segurança e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira. Na reunião, que durou quase cinco horas, foi discutida a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro e a criação do Ministério da Segurança Pública.

Mais cedo, Rodrigo Maia confirmou, em entrevista a jornalistas, a intervenção do governo federal na segurança do Rio de Janeiro. Segundo ele, o decreto irá direto ao plenário da Câmara e pode ser votado na segunda-feira (19) à noite ou na terça-feira de manhã. Em seguida, será apreciado pelos senadores.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia