WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘missões’

Igreja faz campanha de doação de sangue e ajuda a salvar 4.600 vidas

Igreja Gateway, em Southlake
Igreja Gateway, em Southlake. (Foto: Fox News)

Os membros da Igreja Gateway, em Southlake, Texas, participaram de uma campanha de doação de sangue que salvou mais de 4.600 vidas. A iniciativa foi coordenada pelo pastor Robert Morris, que teve uma grave hemorragia interna e quase morreu.

Logo que voltou ao púlpito, em 2 de junho, quase dois meses depois ter sofrido a hemorragia, ele encorajou os membros de sua megaigreja a doar sangue para ajudar os outros, enfatizando: “Alguém que doou sangue salvou minha vida”.

Durante vários finais de semana a Carter BloodCare colocou uma unidade móvel para coleta nos templos ligados à igreja. Mais de 1.500 fiéis responderam ao apelo e doaram sangue suficiente para salvar pelo menos 4.600 vidas.

Phil Buchanan, um dos doadores, falou sobre a experiência: “Foi algo que me fez sentir muito bem, vimos que somos capazes de nos unir como um corpo de crentes e fazer um bem para a comunidade”.

A diretora de relações públicas da Carter BloodCare, Linda Goelzer, disse que o esforço da igreja era “notável”. “Acabamos sendo capazes de ajudar também alguns outros bancos de sangue da região, embora geralmente não temos estoque.”

Ainda segundo Goelzer, o tempo da campanha surpreendeu. “A Gateway realizou seis semanas de doações de sangue – aos sábados e domingos – em cada um dos seus seis templos. Além da coleta em cada local da igreja, membros da Gateway também foram para a sede da Carter BloodCare doar”, explica. :: LEIA MAIS »

Arqueólogos escavam a antiga Siló: “A Bíblia não é mitologia”

Scott Stripling
Scott Stripling, líder das escavações em Siló. (Foto: CBN)

Geograficamente no coração do Israel bíblico, Siló – que hoje é um sítio arqueológico – foi a capital do país durante cerca de 300 anos. O motivo de sua importância para a história do país é que este é o lugar onde Josué distribuiu a Terra Prometida para as 12 tribos de Israel. E onde o Tabernáculo permaneceu, fazendo com seja considerada “solo sagrado”.

O Dr. Scott Stripling, arqueólogo que lidera as escavações arqueológicas em Siló, explica que: “Esta foi a primeira capital do antigo Israel. É um local sagrado porque o Mishkan [Tabernáculo] estava aqui, para onde as pessoas vinham esperando se conectar com Deus”.

“Estamos lidando com pessoas reais, lugares reais, eventos reais”, continuou ele. “Os relatos [bíblicos] não são mitologia. As moedas que escavamos hoje são de Herodes, o Grande; Pôncio Pilatos; Thestos; Félix; Agripa I e Agripa II. A Bíblia fala sobre essas pessoas. Nós temos a imagem bem aqui”.

Escavações em Siló
Escavações em Siló. (Foto: CBN)

Essa “imagem” que ele se refere inclui um muro fortificado construído pelos cananeus. A equipe de arqueólogos encontrou um verdadeiro tesouro de artefatos ali, que inclui moedas antigas e cerca de 2.000 peças de cerâmica.

“Agora, este foi de ontem”, disse ele. “Essas são as alças dos vasos de pedra. Lembra do primeiro milagre de Jesus em Caná? Havia jarros de pedra cheios de água. Essa era a cultura ritual da pureza do primeiro século”.

Mesmo um arqueólogo como Dr. Stripling acredita que escavar locais bíblicos pode mudar sua vida. “Você pode ler a Bíblia, você pode andar pelos lugares da Bíblia, mas o último passo é cavar a Bíblia”, compara. “A areia está em nosso corpo, nossa boca e nariz… Ela se torna quase uma parte de você. É como se ao cavamos o solo, nos conectamos com Deus e uns com os outros, penso eu, de uma maneira muito importante.”. :: LEIA MAIS »

Missionários alcançam tribos “escondidas” há 500 anos

Final Frontiers
Final Frontiers em Rio Arriba. (Foto: God Reports)

Nos últimos seis anos, a missão Final Frontiers tem ministrado aos índios Tolupan, de Hondura. Eles são considerados o último “grupo de não alcançados” naquele país.

Várias organizações cristãs já tentaram levar o evangelho a eles, mas as aldeias mais remotas nas montanhas permaneciam alheias ao mundo moderno. “Ninguém visitou todas as 45 aldeias que estão no alto das montanhas, acessíveis apenas por trilhas de mulas”, diz John Nelms, fundador da Final Frontiers.

A maioria só visitou as duas aldeias “acessíveis” desta tribo, que está dividida, explica o experiente missionário. As dificuldades vão além da geografia. “Em grande parte eles não aceitam estrangeiros com medo de sermos outra leva de conquistadores brancos, que, como fizeram nossos predecessores, vieram pilhar, estuprar, assassinar … e escravizá-los.”

Em várias ocasiões, quando um estrangeiro se aproximou, os Tolupan ateavam fogo em sua aldeia e fogem para as montanhas. “Tem sido assim há cerca de 500 anos”, reitera Nelms.

Somente agora a Final Frontiers está conseguindo evangelizar completamente os tolupans que vivem nessas aldeias remotas. “Em breve eles passarão de não alcançados a saturados com o Evangelho!”, comemora.

O ‘segredo’ para isso foi a amizade feita com alguns chefes do passado de ambos os ramos. Foi assim que os missionários receberam permissão para viajar a cada aldeia para pregar e distribuir materiais cristãos a todas as famílias da tribo. :: LEIA MAIS »

Igrejas são queimadas na Índia, em nova onda de intolerância contra cristãos

Igreja Cristã do Advento
Igreja Cristã do Advento. (Foto: Morning Star News)

Três igrejas foram incendiadas em seis semanas no estado de Tamil Nadu, no sul da Índia. Trata-se do maior número de ataques contra cristãos neste ano, parte de uma nova onda de intolerância religiosa por parte dos extremistas hindus.

O templo de uma dessas igrejas, em Seekanankuppam, foi vítima de um incêndio criminoso depois que os cristãos se recusaram a doar para um festival hindu anual. Os membros da Igreja do Reino de Deus voltavam para casa depois de um culto noturno dia 11 de junho quando foram avisados que seu prédio fora incendiado.

O pastor Arul Ruben, de 37 anos, disse que correu para o local, mas em 20 minutos, o fogo já havia se espalhado pela estrutura de madeira e palha e não conseguiram apagar. Somente quando os bombeiros chegaram as chamas foram controladas, porém era tarde demais.

Segundo o pastor, os hindus radicais da aldeia ficaram furiosos após nenhuma das 25 famílias cristãs que frequentavam sua igreja aceitaram contribuir para o tradicional festival hindu realizado em maio. “Eles humilharam os cristãos e ameaçaram destruir a igreja se nós não contribuíssemos para a celebração anual de sua divindade”, relata. :: LEIA MAIS »

Artigo: Deus existe?

 

 

 

 

 

 

 

 

(por Marilyn Adamson)

Pelo menos uma vez na vida, você não adoraria que alguém simplesmente lhe mostrasse a prova da existência de Deus? Sem quebra-de-braço, sem afirmações como: “Você tem que acreditar”. Bem, tentaremos apresentar aqui algumas das razões que sugerem a existência de Deus.

Mas, considere que, se alguém se opõe radicalmente à possibilidade de Deus existir, então qualquer prova ou explicação apresentada aqui poderá ser imediatamente refutada. Ou seja, isso seria como se uma pessoa se recusasse a acreditar que o homem andou na lua. Nenhuma informação, por melhor que fosse, iria mudar o seu modo de pensar. Imagens via satélite de homens andando na lua, entrevistas com os astronautas, pedras lunares… todas as provas seriam sem valor porque a pessoa já concluiu que o homem não pode ir à lua.

Quanto à existência de Deus, a Bíblia diz que há pessoas que têm prova suficiente de que Ele existe, mas encobrem essa verdade (Romanos 1:19-21). Por outro lado, há aquelas que querem saber se Deus existe; a essas Ele diz: “Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo coração. Eu me deixarei ser encontrado por vocês…”. (Jeremias 29:13-14) Antes que você olhe para os fatos relacionados à existência de Deus, pergunte-se: “Se Deus realmente existe, eu gostaria de conhecê-lo?”.

1. Deus Existe? Durante a história, em todas as culturas do mundo, as pessoas vêm sendo convencidas de que há um Deus.

Podemos dizer, com algum grau de confiança, que todas essas pessoas estiveram ou estão erradas? Bilhões de pessoas, que representam diversos compostos sociológicos, intelectuais, emocionais, educacionais etc., todas chegaram à mesma conclusão de que há um Criador, um Deus para ser adorado:

Pesquisas antropológicas atuais indicam que entre os povos primitivos mais distantes e remotos, existe uma crença universal em Deus. E, nas primeiras lendas e histórias dos povos de todo o mundo, o conceito original era de um único Deus, o qual foi o Criador. Um Deus altíssimo e original parece ter, uma vez, estado em suas consciências, mesmo naquelas sociedades que hoje se apresentam politeístas (Paul E. Little, Saiba O Porquê Você Acredita, Victor Books, 1988, pág. 22).

2. Deus Existe? A complexidade do nosso planeta aponta para um Desenhista, que, intencionalmente, não apenas criou nosso universo, mas também o sustenta hoje.

Poderiam ser dados muitos exemplos mostrando o desenho que Deus fez da criação, e, possivelmente, não chegaríamos ao fim desse desenho. Mas aqui estão alguns traços dele: :: LEIA MAIS »

Missões: Igreja Batista constrói 20 casas para membros da comunidade

Casas construídas pela igreja
Casas construídas pela igreja. (Foto: Reprodução / WBIR)

A atitude da Igreja Batista Crossroads Community, sediada em McCreary, Kentucky (EUA), vem chamando a atenção de toda a cidade. Eles estão construindo 20 pequenas casas para ajudar membros da comunidade que lutam para se recuperar do vício em drogas e estão desempregados.

Seu líder, o pastor Grant Hasty, lembra que 32% da população de McCreary vive abaixo da linha da pobreza. “Quando alguém quer ajuda e não tem uma rede de apoio por trás… facilmente têm problemas de recaída”, explica o líder religioso.

A decisão da igreja foi construir as casas de madeira em um terreno que compraram anos atrás e acabou não sendo utilizado. Além de ajudar os dependentes a permanecerem sóbrios, desenvolveram um programa para ajudá-los a se recuperar financeiramente.

A voluntária do programa, Vicki Kidd, disse que o desejo da igreja é ajudar quem precisa de “um recomeço”. “Eles não tinham muita esperança”, avalia, deixando claro que o espaço é para que eles possam morar até conseguirem se refazer na vida. Por isso, a igreja não cobra aluguel nem despesas de água e luz. Quando uma família sair, dará espaço para outra entrar. :: LEIA MAIS »

Nigéria é o local mais mortífero do mundo para ser cristão, denuncia ativista

Emmanuel Ogebe

Emmanuel Ogebe em entrevista à CBN (Foto: Reprodução)

Na Nigéria, uma nova onda de ataques do jihadistas da etnia fulani contra cristãos levou um proeminente ativista pelos direitos humanos a pedir que os Estados Unidos iniciem uma investigação sobre o assunto.

Segundo a denúncia do advogado Emmanuel Ogebe, “A Nigéria é hoje o lugar mais mortífero do mundo para os cristãos”. Conforme destaca, “o que testemunhamos é um genocídio. Eles estão tentando expulsar os cristãos, tentando tomar suas terras e impor sua religião aos ‘infiéis’ e ‘pagãos’, como eles chamam os cristãos”.

Duas semanas atrás, 238 pessoas foram mortas em um massacre nas aldeias na região centro-norte da Nigéria. Seis parentes de Ogebe estavam entre as vítimas.

“Pelas informações que conseguimos reunir”, explica, “enquanto um homem tentava tirar sua esposa grávida da sua casa durante a invasão… eles se depararam com os fulani, que atiraram nos dois e depois entraram na casa deles, mataram o filho de quatro anos e a filha de seis, que que estavam dormindo em suas camas.”

Ogebe lamenta que as autoridades não permitiram que os cadáveres de seus parentes fossem enterrados da maneira correta. Acabaram sendo jogados em uma vala coletiva, junto com as outras vítimas.

Conforme vem sendo denunciado, há uma escalda da violência contra os cristãos nos últimos meses. O governo insiste na narrativa que é um conflito étnico, uma vez que os fulani são um povo seminômade, que leva seus rebanhos de gado pelo país, eventualmente entrando em conflito de terras com os fazendeiros cristãos. A maioria dos órgãos da imprensa internacional repete essa narrativa. :: LEIA MAIS »

“Testemunho de Lukaku”, destaque da Bélgica, viraliza nas redes

Lukaku
Lukaku agradecendo a Deus após jogo.

Um dos destaques da surpreendente Bélgica, que eliminou o Brasil nesta sexta (6), o atacante  Romelu Lukaku, foi visto orando no gramado após os jogos ou apontando para os céus após marcar gols. Católico devoto, ele já falou várias vezes sobre a importância da fé em sua vida.

Enquanto disputa a vaga de artilheiro nesta edição da Copa do Mundo, ele valoriza ainda mais o seu passe. Atualmente no Manchester United, tem salário de aproximadamente 9,6 milhões de libras por ano (R$ 50 milhões). Sua contratação custou 75 milhões de libras aos cofres do clube, mas sua vida nem sempre foi fácil.

Logo que a Copa começou, uma carta-testemunho, escrita pelo atacante falando sobre sua infância, viralizou nas redes sociais do mundo inteiro. O camisa 9 contou nela como conviveu com a pobreza antes de ser um atleta profissional.

“Eu me lembro do momento exato em que soube que estávamos quebrados. Ainda consigo visualizar minha mãe na geladeira e o olhar no rosto dela”, contou ele logo no início da carta, narrando eventos que aconteceram quando ele tinha apenas seis anos de idade.

“Naquele dia, cheguei em casa e entrei na cozinha, onde vi minha mãe na geladeira com uma caixa de leite, como sempre. Mas, naquela vez, ela estava misturando algo. Ela estava balançando, sabe? Eu não entendi o que estava acontecendo. Ela trouxe o almoço e estava sorrindo, como se tudo estivesse bem. Mas eu percebi na hora o que estava acontecendo. Ela estava misturando água no leite”, continuou. :: LEIA MAIS »

Missionária brasileira na Tailândia pede oração por meninos presos na caverna

Meninos tailandeses presos na caverna
Meninos tailandeses presos na caverna. (Foto: Reprodução)

Desde o final de junho o mundo acompanha a situação dramática de 12 meninos entre 11 e 16 anos e um técnico de futebol de 25 anos presos na caverna Tham Luang, na Tailândia.

Contando com a ajuda de voluntários de vários lugares do mundo, neste domingo 4 meninos foram retirados da caverna. Há uma luta contra o tempo pois as chuvas que caem no local dificultam a retirada de todos.

 Chama a atenção o número de campanhas de oração pela libertação dos meninos. Em um país onde quase a totalidade da população é budista, os cristãos estão dando testemunho. Nos últimos dias estiveram na entrada do complexo de cavernas colegas de alguns dos meninos presos, que frequentam uma escola cristã.

Mesmo que seus amigos não consigam ouvi-los, eles cantaram: “Acredite em Deus. Só a fé pode mover as montanhas”, um hino baseado em Mateus 17. Outros fizeram orações.

A missionária brasileira Elisa Dell’Antonio – que juntamente com seu marido, Jonathas Correia, está na Tailândia – explica que há muitos cristãos do país orando pela situação. “Acreditamos que quanto mais pessoas se juntarem a nós, mais rápido será o resgate”, afirmou ela à Gazeta.

O casal trabalha com a missão Ásia (Asian Mission Outreach Foundation) naquele país desde o início do ano.

Muçulmanos ameaçam cristãos de morte dentro de campo de refugiados

Estudo bíblico no campo de refugiados
Crentes iranianos que são convertidos foram atacados por radicais islâmicos durante o culto de domingo. (Foto: ICC)

Cristãos iranianos foram brutalmente atacados por muçulmanos, que os ameaçaram de morte com facas e com gasolina, em um campo de refugiados na Grécia. Dois deles ficaram gravemente feridos e foram encaminhados a um hospital.

Segundo relatou a Missão 222, que ajuda ex-muçulmanos convertidos a Cristo, as agressões ocorreram enquanto um pequeno grupo realizava um estudo bíblico no Campo de Refugiados de Koutsochero. Os iranianos vieram da Turquia para a Grécia, em busca de asilo. A presença de cristãos atraiu a atenção dos muçulmanos que vivem no local.

“Eles foram ameaçados com facas e espancados. Dois cristãos acabaram hospitalizados. As duas mulheres e duas crianças pequenas que estavam no estudo também foram ameaçadas. Gasolina foi derramada na barraca. Eles foram chamados de ‘infiéis’, enquanto os agressores os mandavam saírem do acampamento”, disse um representante do 222.

Os missionários acreditam que o ataque partiu de outros iranianos. Após uma queixa formal à polícia, as vítimas foram transferidas para uma casa em outra parte da cidade. Ninguém foi responsabilizado ou preso.

Claire Evans, líder regional da International Christian Concern, que monitora a perseguição a cristãos, disse que os muçulmanos que decidem seguir a Jesus sempre enfrentam grandes riscos.

“Os ex-muçulmanos muitas vezes são rejeitados e violentamente perseguidos por seus próprios familiares e amigos, que os consideram apóstatas. Frequentemente eles precisam fugir de suas casas e começar a vida do zero em outro lugar. Não é coincidência que esses cristãos em Koutsochero tenham sido escolhidos pelos muçulmanos do local”, disse Evans.

Ela ressalta que esse não é um caso isolado e que as autoridades têm dificuldades para controlar o que ocorrem nos campos de refugiado, onde as minorias frequentemente são agredidas pelos islâmicos.

Orações e louvores diante da caverna onde meninos estão presos na Tailândia

Crianças cantam em frente a caverna da Tailândia.

Crianças cantam em frente a caverna da Tailândia. (Foto: Reprodução / Twitter)

Os 12 meninos e seu treinador de futebol presos numa caverna na Tailândia estão recebendo a atenção de todo o mundo, enquanto voluntários de vários países se oferecem para ajudar no resgate.

Do lado de fora do complexo de cavernas em Chiang Rai, que se estende por 10 km, formou-se um acampamento barulhento. Além de soldados do exército, estão mergulhadores, espeleólogos, autoridades e dezenas de jornalistas.

 De acordo com a BBC, com o atual nível da água, um mergulhador experiente demoraria cerca de 4 horas para se deslocar na água lamacenta, explicam os socorristas. A previsão de mais chuva faz com que se intensifiquem os projetos para retirá-los o quanto antes.

A empresa israelense MaxTech doou um sistema de comunicação de alta tecnologia, que facilita a comunicação em áreas sem sinal de celular. Os equipamentos, se vendidos, custariam mais de U$ 100 mil. É com ele que as equipes de resgate coordenam esforços para a extração.

Yo Sato, que atua como tradutor voluntário, explica que foram dias de angústia, mas “Ver essas crianças vivas apenas muda o humor das pessoas”.

Nesta quarta-feira, os colegas de classe dos jovens presos chegaram até o acampamento para mostrar seu apoio. Mesmo que seus amigos não consigam ouvi-los, eles cantaram: “Acredite em Deus. Só a fé pode mover as montanhas”, um hino baseado em Mateus 17. Outros faziam orações. :: LEIA MAIS »

O que é uma universidade cristã?

por  Físico-químico, deixou a Universidade de Illinois para fundar, junto com Loren Cunningham, a Universidade das Nações. Faleceu em 2003 deixando grande legado para a obra missionária, especialmente na Jocum.

Perguntam-me com frequência: “O que é uma Universidade Cristã?” e “Como é ela diferente das outras universidades?” Em primeiro lugar, creio que uma Universidade Cristã é um povo -um povo chamado por Deus, um povo de destino eterno.
É, tipicamente, um povo de muitos lugares, um povo com várias funções e responsabilidades, mas com um enfoque na Criador do universo. Os prédios e o equipamento são importantes – MAS pessoas são a VIDA da universidade. TODAS as pessoas associadas direta ou indiretamente com a universidade são importantes. Elas incluem os alunos, os funcionários ligados ao ensino e à administração, funcionários ligados à operações e manutenção, e as famílias, amigos e associados de alunos e funcionários. Estas são PESSOAS que SÃO a UNIVERSIDADE.

Quando eu era professor na Universidade de Illinois nos Estados Unidos, eu geralmente perguntava aos meus alunos de doutorado: “Qual seria a solução realmente IDEAL para seu projeto de pesquisa?” Dois anos atrás, em uma conferência científica, vários de meus antigos alunos, alguns há 20, 30 e alguns até 40 anos mais tarde, me relataram que agora estavam perto da resposta ideal à pergunta. Disseram-me que a pergunta sobre “o ideal” que lhes perguntei que previssem tantos anos antes para suas áreas de pesquisa científica havia sido o catalizador e os desafiou a procurarem a resposta, “quais são as características que fariam uma “Universidade Cristã” ideal?

Consideremos algumas dessas características:

  1. As pessoas, que são a universidade, conheceriam a Deus intimamente, e teriam em seus corações um ardor intenso de fazê-lo conhecido.
  2. As pessoas seriam comprometidas e se engajariam na Grande Comissão dada por Jesus em Mateus 28:18-20.
  3. A comunidade do campus expressaria o amor de Jesus de inúmeras maneiras tangíveis. João 17:20-23
  4. As pessoas trabalhariam juntas em unidade e seriam um catalizador para unidade no corpo de Cristo. John 17:20-23
  5. As pessoas seriam obedientes à Palavra de Deus.
  6. Os programas, curso e atividades seriam inspiradas pelo Espírito Santo e seriam projetados para liberar os dons de criatividade de Deus nos alunos e obreiros, BEM COMO nos grupos que eles servissem em ministério.

E a lista poderia ir mais e mais longe. O que você adicionaria a esta lista? Será possível atingir o ideal? :: LEIA MAIS »

Missões! Vida ou Morte?

Por Wal Cordeiro

Um casal de missionários recém chegados para trabalhar na Índia, estavam à beira do rio Ganges. Rio que corta quase todo país indiano. O casal orava e observava atentamente as pessoas que ali faziam suas preces; que banhavam nas águas sujas do rio, depositavam os cadáveres de seus entes queridos que morreram seguindo as leis do Hinduísmo e a multidão de turistas que ali estavam para fotografar e receber uma bênção especial do rio mais sagrado, misterioso e adorado da Ásia.

De repente uma cena estranha e bizarra lhes roubou a atenção. Uma mulher que descia em direção ao rio, com passos firmes e rápidos, segurava em seus braços uma criança imóvel e indefesa. Aquela mulher ao aproximar-se da margem do rio, desenrolou a criança que estava se mexendo lentamente e a lançou com toda força nas correntezas do Ganges. Tudo foi muito rápido, estranho e inesperado.

As águas barrentas do rio engoliram ferozmente a pobre criança indefesa, que não teve nem tempo de dar o último suspiro. Como será a reação de alguém que está se afogando em águas fundas e escuras de um rio? E como se sente uma criança de colo que se afoga sem ter o direito de chorar?

Após essa ação trágica e triste, a jovem mulher prostrou-se diante das águas e começou a fazer alguns rituais e súplicas. Coisas estranhas aos olhos humanos de um cristão, que não está acostumado a ver tais práticas.

O casal de missionários perplexos, resolveu se aproximar da jovem mulher para abordá-la e fazer-lhes algumas perguntas e quem sabe talvez, ajudá-la a mudar de vida:
– Quem era aquela criança? – Perguntou o casal.
– Era meu filho – Respondeu firmemente a jovem mulher.
– Você o amava? :: LEIA MAIS »

Começando do ponto zero para implantar um departamento missionário na igreja

Texto do livro Missão Sem Fronteiras de Wal Cordeiro

Visão, amor pelos perdidos e disposição

Para iniciar um departamento missionário numa igreja, é necessário globo

primeiramente que, aquelas pessoas interessadas em fazê-lo, se prontifiquem a compreender a vontade de Deus em relação ao assunto. Para isso, precisam ter a visão certa: a visão de Deus. Então podemos fazer algumas perguntas para entendermos melhor sobre essa necessidade. As perguntas lhe ajudarão a saber em que posição missionária você se encontra e quais são as áreas que precisam melhorar em sua vida. Responda friamente e faça uma análise do ponto mais fraco em sua vida que você acha que precisa mudar.

– O que você sente no coração quando ouve alguém falar sobre as necessidades do mundo?

– Idéias novas e diferentes surgem em sua mente quando alguém lhe fala sobre missões?

– Você ora constantemente pelos missionários que estão no campo?

– Você tem influenciado outros para se envolverem com missões?

– Quando alguém compartilha contigo a respeito do seu chamado, você o incentiva a continuar?

– Você já mobilizou pessoas alguma vez a enviar uma oferta missionária para missões?

– Você gosta de participar de conferências, congressos, acampamentos que abordam o tema missões?

– Você envia periodicamente oferta para algum missionário no campo?

Deu para sentir que as perguntas acima apontam uma ligação inquebrável das três áreas necessárias na vida da igreja, para alguém iniciar um departamento missionário. Essas áreas são, na verdade, a essência do compromisso missionário que todo cristão deve ter no seu dia a dia, elas são:

VISÃO + AMOR PELOS PERDIDOS + DISPOSIÇÃO = MISSÕES

VISÃO – Olhar para o mundo sob a perspectiva bíblica. Saber que Jesus morreu por todos os homens. Conhecer as necessidades do homem e ter a verdadeira consciência sobre as  responsabilidades conferidas a você para mudar tal situação. :: LEIA MAIS »

Missões: Os 10 principais perseguidores de cristãos em todo o mundo

Igreja Perseguida
No Paquistão, bombardeios, ataques e ameaças contra os cristãos pelo Islã radical são predominantes. (Foto: Portas Abertas)

Em todo o mundo, mais de 215 milhões de cristãos sofrem perseguição, incluindo intimidação, violência, prisão e até a morte simplesmente por sua fé em Jesus Cristo. A missão Portas Abertas publicou um novo tipo de relatório, listando os 10 principais perseguidores do cristianismo.

O material mostra que a hostilidade é particularmente intensa em algumas áreas “devido aos esforços de um sistema maior em destruir ou expulsar dos cristãos naquela região.” Metade dos 10 principais violadores dos direitos humanos são grupos terroristas muçulmanos, incluindo o Estado Islâmico, também conhecido como ISIS, o nigeriano Boko Haram.

O objetivo da Portas Abertas ao compilar esta lista é lembrar que não são apenas governos que instituem a repressão, como faz a missão em seu conhecido ranking anual de perseguição. Também deseja ver os cristãos de todo o mundo orando especificamente pela difícil situação pelo que passam seus irmãos.

Os critérios para a lista não são por ordem crescente de importância. A numeração serve apenas para distinguir um do outro.

Este são os 10 maiores perseguidores:

1- Estado Islâmicos (EI ou ISIS)

Nos últimos anos, os ataques brutais e seletivos do Estado Islâmico levaram muitos cristãos a fugir de países como o Iraque, onde o cristianismo está presente há quase dois mil anos.

Dez anos atrás, havia cerca de 1 milhão de cristãos vivendo no Iraque, com uma grande maioria da população vivendo em Mosul. Hoje, o EI foi quase totalmente expulso do Iraque e da Síria, mas constituiu células no sudeste da Ásia e norte da África. :: LEIA MAIS »

Missões: Pastor é preso após protestar contra massacre de cristãos

Protestos em Plateau

Protestantes a caminho da residência do governador do estado de Plateau em Jos, Nigéria. (Foto: Morning Star News)

Um pastor da Assembleia de Deus, juntamente com sua esposa e filho, estão entre os mortos nos ataques de muçulmanos da etnia fulani em áreas predominantemente cristãs da Nigéria. Estima-se que chegou a 218 o número de cristão assassinados na onda de violência nas últimas duas semanas somente no estado de Plateau.

A liderança da Assembleia de Deus na região afirma que o governo ordenou a prisão dos pastores que organizaram protestos contra o massacre religioso na região. Isa Nenman, foi preso na quinta-feira (28) após a marcha organizada por ele levar manifestantes até a residência do governador de Plateau.

Nenman é presidente da Associação Cristã da Nigéria (CAN, na sigla original) em Plateau.

“Após o protesto pacífico de ontem promovido pela CAN, o nosso líder foi levado pela polícia. Há uma diretiva da capital para fazer essas prisões”, denuncia o pastor Paul Dekete, um dos organizadores da marcha de protesto.

O evento reuniu milhares de cristãos vestidos de preto até a residência do Governador. Eles pediam o fim dos ataques realizados pelos Fulani. Juntamente com o protesto, as igrejas da região de Plateau fizeram uma campanha de dois dias de jejum e oração por essa situação.

O pedido dos cristãos é que o governo declarasse os jihadistas fulani como grupo terrorista e tomasse iniciativa para prender seus líderes, que são conhecidos. O governador se recusou a receber os manifestantes.

O presidente das Assembleia de Deus da Nigéria, Chidi Okoroafor, confirmou que o pastor Musa Choji e sua família foram assassinados em 24 de junho, quando o templo da igreja foi incendiado. “Pedimos orações pelas famílias de todas as vítimas e para que o governo cumpra sua responsabilidade, punindo os autores deste ato ímpio”, afirmou, deixando claro que se trata de uma ação motivada por questões religiosas.

Presidente tenta esconder os dados

Segundo Samson Ayokunle, pastor batista e presidente nacional da CAN, cristãos foram mortos em 44 aldeias atacadas pelos militantes islâmicos. A organização definiu como “tragédia” e “massacre” o que está ocorrendo no estado de Plateau.

“Além do grande número mortes, ainda há pessoas desaparecidas”, disse ele, prevendo que o número ainda pode aumentar. O governo divulgou que são apenas 86 os mortos. As organizações cristãs da Nigéria vêm dizendo que o presidente Muhammadu Buhari é conivente com a situação e tenta minimizar os ataques porque pertence à etnia fulani. Ele já está em campanha para ser reeleito.

Oficialmente, os cristãos são 51,3% da população da Nigéria, enquanto os muçulmanos totalizam 45%. A Nigéria está em 14º lugar no ranking mundial de perseguição da missão Portas Abertas em 2018. Com informações de Morning Star

Artigo: Por que adoração sem fronteiras?

Por Wal Cordeiro

Adoração nos dias de hoje é sinônimo de música, choro, riso, pulos, coreografias e danças. Adorador na igreja é aquele que toca, fala, canta muito bem e consegue prender a atenção do público. Adorador para muitos é aquele que gravou um CD ao vivo e suas músicas estão no auge do sucesso. Tudo muito bonito e envolvente, mas…

Será que a visão de Deus é limitada apenas para essas pequenas facetas da adoração? O adorador é aquele que têm algum tipo de habilidade na igreja e consegue levar as pessoas ao êxtase emocional? Ou é algo mais profundo e comprometedor com o reino de Deus?

Será que: Deus só usa na terra aqueles seres especiais, músicos dotados de dons e preparo musical?

Será que adoração é uma arma poderosa usada somente quando estamos congregados cantando na igreja, ou é algo mais amplo para respirarmos, vivermos e experimentarmos a todo instante? Será que adorador é apenas o levita, ou todos são levitas e por isso adoram? E a glória de Deus, qual é a posição dela na adoração? Ela é focalizada? É compreendida? Está em nosso meio? É o nosso foco principal?

Neste livro, não tenho interesse de seguir os caminhos convencionais do ensino teológico sistemático sobre o assunto proposto, pois isso é muito amplo e inesgotável, embora seja importante e indispensável. Talvez num outro livro.

Adoração Sem Fronteiras traz uma proposta ampla e reflexiva sobre o verdadeiro papel daquele que busca conhecer o Senhor na mais íntima e esperançosa comunhão com Ele. Daquele que quer viver para Deus e não daquele que quer usar Deus para viver para si, principalmente quando estão congregados num momento de cânticos espirituais.

Traz para você um estudo profundo sobre a glória de Deus, que nos confronta a assumirmos o verdadeiro papel do adorador (todo cristão). Assumir a visão do reino. Visão de Deus, único autor dessa visão.

Este livro foi escrito para todo cristão, numa linguagem simples, objetiva. Foi escrito para: ministros de louvor, músicos, regente de coral, vocalista de banda, porteiro da igreja, diácono, cozinheira, pastor, missionário, motorista, vendedor, e todos os cristãos que querem achegar-se mais e mais diante do trono de Deus, nosso Criador e Senhor, que nos fez para desenvolvermos uma comunhão constante com Ele. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia