DIA 21

14 DE MAIO

 

Opovo da Caxemira vive em um lugar geograficamente interessante: com o Paquistão muçulmano a oeste, a Índia hindu ao sul e o Tibete budista no leste. Todas as três religiões influenciaram a Caxemira e ainda hoje ela contém um dos lugares mais sagrados de peregrinação para os hindus.

No entanto, o povo étnico da Caxemira é majoritariamente muçulmano. Vivendo na fronteira entre a Índia e o Paquistão, com uma população de aproximadamente 8 milhões de pessoas, a grande maioria deles vive nos estados indianos de Jammu e Caxemira. Desde a independência da Índia da Grã-Bretanha em 1947, a região está em conflito: tanto porque a Índia e o Paquistão reivindicam o território como seu, quanto porque os caxemires não sentem que pertencem a nenhum desses países.

Não é o extremismo islâmico que leva as caxemires a desejarem um estado independente, embora esse tenha sido um dos muitos movimentos destinados a influenciá-los. Pelo contrário, é a sua identidade como caxemires. Na verdade, devido às influências significativas do sufismo (uma forma islâmica de misticismo) os caxemires são geralmente convencidos, mas não extremistas, de sua fé.

Ainda assim, pode-se observar que os caxemires se tornaram mais conservadores nos últimos quinze anos, em parte devido a avisos de um famoso pregador de TV muçulmano de que os cristãos tentariam convertê-los. Apesar de traços de trabalho missionário em sua área, presentes a mais de cem anos, quase não existem seguidores de Jesus entre eles.

Como podemos orar?

  1. Os esforços atuais para alcançar os caxemires com o evangelho são poucos, embora os missionários indianos estejam trabalhando duro na região. Orem por seus esforços.
  2. Muitas influências competem pela atenção e devoção dos caxemires. Ore para que eles tenham uma direção clara para criar paz e estabilidade na região.
  3. Ore para que os líderes políticos e separatistas envolvidos no conflito busquem a unidade em prol do povo caxemira.