DIA 18

11 DE MAIO

 

Oano de 1979 foi significativo para o Irã e para todo o mundo muçulmano. Injustiças sociais generalizadas, líderes exilados, políticas e influências religiosas baseadas na realidade ocidental levaram a uma revolta. A monarquia persa foi substituída por uma república islâmica. O famoso aiatolá Khomeini voltou ao Irã de seu exílio na França para ser o líder da revolução e estabelecer um novo estado islâmico.

O Irã trocou influências culturais ocidentais por uma teocracia muçulmana conservadora com a segregação de mulheres e a censura da mídia e da cultura. Essas mudanças se espalharam por muitos países muçulmanos vizinhos. Estados árabes como o Egito também se tornaram mais conservadores, restringindo a liberdade de seus cidadãos e influenciando a vida cotidiana de milhões de pessoas.

No Irã, mais de 40 anos após a revolução, a população está envelhecendo; muitos dos que poderiam sair do país, foram embora e muitos dos que permaneceram estão insatisfeitos com os resultados. A situação econômica parece sem esperança, a taxa de dependência de drogas é uma das mais altas do mundo e muitas pessoas estão desiludidas com seus líderes muçulmanos.
Mas, ao mesmo tempo, a mídia cristã e as revelações sobrenaturais estão levando muitos iranianos a seguir Jesus.

Nosso próximo artigo lhe mostrará mais sobre o crescimento de igrejas domésticas secretas no Irã. A revolução islâmica teve um impacto em toda a região do Oriente Médio e no mundo, mas o mesmo aconteceu com a mensagem do Evangelho quando chegou. Talvez ela o fará novamente.

Como podemos orar?

  1. Ore para que os líderes e o povo do Irã busquem uma nova revolução pela paz, estabilidade e liberdade.
  2. Ore pelo o povo iraniano que sofre sob difíceis condições econômicas e sociais. Inspire-se no Salmo 63.
  3. Ore pelo novo movimento que está acontecendo no Irã (o movimento de se tornar discípulos de Jesus) para que ele também cresça e se espalhe para outras nações.