WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: 17/set/2019 . 9:49

Rick Warren dá conselhos para quem luta com pensamentos suicidas

Por Gospel Prime

Rick Warren. (Foto: Reprodução / Youtube)

Muitas igrejas e líderes religiosos estão envolvidos na campanha do Setembro Amarelo que visa conscientizar as pessoas e propor ações para o enfrentamento do suicídio.

Warren, pastor da Igreja Saddleback, perdeu um filho para o suicídio e desde então tem liderado trabalhos com foco em evitar que outras pessoas cometam a mesma atitude.

Em sua página no Facebook, ele comentou que os pensamentos suicidas afetam pessoas de todas as idades e por isso ele fez um apelo a todos que possam ter contato com sua mensagem: “Quero dizer a todos que sinto muito pela dor que está sentindo. Por favor, saiba que você não está sozinho. Não importa o quão sombrias as coisas, sempre há esperança”.

Warren incentivou aqueles que lutam com pensamentos suicidas a se lembrarem de três coisas: existe um propósito para sua vida; você é amado e é necessário neste mundo.

Mais de 100 mil pessoas se convertem após missionários exibirem o filme ‘Jesus’, na Índia

Aldeias quase inteiras estão se convertendo após a exibição do filme Jesus por missionários, na Índia. (Foto: Jesus Film Project / Reprodução)
Aldeias quase inteiras estão se convertendo após a exibição do filme Jesus por missionários, na Índia. (Foto: Jesus Film Project / Reprodução)

Dois missionários cristãos visitaram a vila de Anaya* no estado de Bihar (Índia), mas o povo não recebeu bem a mensagem que que eles pregaram.

“Nós não sabíamos quem eles eram, por que eles vieram até nós e não conseguimos entender a mensagem deles”, disse Anaya ao site ‘JESUS ??Film Project’. “Eles tentaram nos ajudar, mas de alguma forma sentimos que não eram bem-vindos, principalmente pelos espíritos”.

Após a visita dos missionários, o moradores da vila tentaram apaziguar a fúria dos espíritos malignos com sacrifícios.

“Oferecemos nossos animais, nossas poucas colheitas e até filhos para eles, mas eles ainda vinham e às vezes para nos matar”, disse ela. “Eles chegavam à noite como fantasmas e como uma presença maligna em nossas casas, nos aterrorizando durante o sono”.

Os dois missionários adoeceram durante a visita e quatro moradores morreram repentinamente.

“Pensamos que um grande espírito estava descontente”, contou Anaya.

Então, algo notável aconteceu. Depois que os missionários partiram, um homem misterioso apareceu nas nuvens, e muitos testemunharam isso.

“Nós o vimos, centenas de nosso povo o viu”, relatou Anaya. “Um homem com uma túnica esvoaçante apareceu, vagando nas nuvens acima de nossas aldeias. Ele caminhou pelas colinas chorando, como se estivesse orando. Alguns o viram passando pelas aldeias à noite e durante o dia. Ele não era como ninguém que já vimos. Ele estava com muita tristeza”.

Então, subitamente como Ele veio, ele se foi. Algum tempo depois, outra equipe de missionários chegou, desta vez, trazendo o filme JESUS.

“A maioria de nós nunca tinha visto uma coisa dessas”, disse Anaya. “No momento em que o vimos na tela, uma comoção surgiu. Ficamos surpresos! Todo mundo estava gritando.

“É ele; é ele, o homem que apareceu nas nuvens! Aquele que vimos chorando!”, eles exclamaram.

No filme, Anaya descobriu que Jesus tem poder sobre os espíritos malignos, como os demônios que aterrorizaram sua aldeia.

“Vimos seus milagres, que ele curou as pessoas de suas doenças. Ficamos convencidos de que este homem é divino. Ele é o Filho de Deus”, destacou.

Mas depois que Jesus foi preso, julgado, espancado e crucificado, os telespectadores sentiram-se momentaneamente tristes.
“Como isso pode ser?” Anaya se perguntou. “Nossa esperança voltou ao medo e às trevas, mas então, ficamos surpresos que Jesus voltou à vida, completamente inteiro, vivo, para nos dar vida. Ficamos extasiados de alegria. Agora entendemos que ele nos ama e nos oferece perdão e vida eterna”.

Em resposta, Anaya entregou sua vida a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador e nasceu de novo, junto com a maior parte de sua aldeia.

Após as muitas conversões naquela ocasião, igrejas foram plantadas quase que imediatamente na aldeia. Como resultado do filme, estima-se que 100.000 pessoas ou mais sejam seguidoras de Cristo no Estado de Bihar.

“É como a eletricidade que passa pela multidão quando eles ouvem a Palavra de Deus em sua própria linguagem do coração. Na verdade, as ideias viajam na carruagem da linguagem. Em Bihar, 20.000 aldeias ainda não ouviram o evangelho pela primeira vez ”, de acordo com o JESUS ??Film Project.

*Nomes fictícios usados por motivos de segurança das pessoas citadas.

‘Ateísmo é irremediavelmente simplista’, diz ex-ateu professor de Oxford

Alister McGrath (à esquerda) debatendo Deus e religião com Bret Weinstein (à direita). (Foto: Reprodução/Premier Christian Radio)
Alister McGrath (à esquerda) debatendo Deus e religião com Bret Weinstein (à direita). (Foto: Reprodução/Premier Christian Radio)

O professor de Oxford e ex-ateu Alister McGrath disse em um debate recente sobre ciência e religião que, para ele, o ateísmo é “irremediavelmente simplista”, enquanto o cristianismo oferece uma estrutura mais convincente para explorar a ciência.

“Eu senti que [o ateísmo] era irremediavelmente simplista, ou pelo menos as formas que eu conhecia. E eu acho que o que realmente me atraiu ao cristianismo foi esse profundo sentimento de que ele me ofereceu uma imagem maior das coisas”, disse ele.

Alister McGrath é citado pela filha do vice-presidente americano Mike Pence, Charlotte, como uma das pessoas que causaram um impacto em sua fé ao orientá-la de volta às crenças cristãs.

Um dos mais importantes apologistas cristãos da atualidade, McGrath  diz que o cristianismo lhe deu “uma maneira de entender a mim mesmo, a nosso mundo, e também fornecer espaço conceitual para a ciência”.

“Em outras palavras, continuei a amar a ciência como algo que realmente importava, mas com uma estrutura na qual eu poderia encaixá-la”, declarou.

O professor McGrath estava debatendo o biólogo americano Bret Weinstein, uma das principais vozes da ‘dark web intelectual’ que não acredita na existência de uma divindade sobrenatural.

Weinstein foi professor de biologia na Evergreen State College, em Washington, até 2017, quando foi forçado a se afastar depois de criticar um ‘Dia da Ausência’ que sugeria que estudantes e funcionários brancos deveriam ficar em casa.

Embora ele não acredite em uma divindade, Weinstein reconheceu que Deus era um “truque” que as pessoas precisavam aprender do certo do errado.

“No catolicismo, o fato de você fazer algo errado conta contra você de uma maneira que você pode se livrar da dívida, mas precisa confessá-la a alguém que está em posição de lhe dar orientação”, disse ele.

“Novamente, é um truque. Ensina corretamente que isso está errado através de algum mecanismo que precisa ser instanciado no mundo real e que pode ser feito através de metáforas”, explicou.

Ele admitiu que não conseguia pensar em nada que pudesse ser tão eficaz para instilar esse tipo de bússola moral nas pessoas.

“Você pode, se você está ciente de que não há ninguém lá realmente assistindo, escrever um código que seja igualmente eficaz para que as pessoas não se comportem dessa maneira? Isso vai ser difícil”, disse.

“Por outro lado, não tenho certeza se temos uma escolha. Isso deve ser feito agora através de insight e iluminação e isso não será fácil”, acredita.

O professor McGrath argumentou que o cristianismo não servia apenas como uma “função útil” na sociedade, mas que era a existência de Deus que dava sentido aos conceitos de certo e errado.

“Eu acho que uma das coisas importantes sobre acreditar em um Deus justo é esse profundo sentimento de que, quando a sociedade dá muito errado, há algo contra o qual estamos sendo julgados”, disse ele.

“E se você observar, por exemplo, a Alemanha no final dos anos 30, verá um ressurgimento do tipo de abordagem que você e eu provavelmente chamaríamos de ‘lei natural’. Em outras palavras, a lei está sendo manipulada para, de fato, todas essas coisas. Tem que haver alguém acima disso que seja capaz de dizer “isso não está certo”.

“Eu acho que há muitas razões para pensar que nós, como seres humanos, estamos tentando ver como nos encaixamos em uma imagem maior. Se você articular isso em termos de Deus, na verdade, estará se encaixando em uma imagem maior que realmente lhe dá uma noção de quem você é. Qual é o objetivo das coisas “.

O debate foi filmado na frente de uma plateia ao vivo no Institute of Mechanical Engineers em Westminster para o primeiro episódio da segunda temporada da série The Big Conversation da Unbelievable? (A Grande Conversa da Inacreditável?).



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia