WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


junho 2019
D S T Q Q S S
« maio   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: jun/2019

Paquistão tem 218 cristãos presos por blasfêmia, diz organização

Asia Bibi

Asia Bibi. (Foto: AP)

Segundo a Release International, um ministério cristão interdenominacional que apoia cristãos perseguidos, há 218 cristãos presos pelo crime de blasfêmia, o mesmo que chegou condenar Asia Bibi à morte.

A cristã paquistanesa de 48 anos, ficou nove anos presa e agora, após ser absolvida da acusação, mora com sua família no Canadá. Mas há outras centenas de cristãos na mesma situação que ela enfrentou.

“O Paquistão precisa fazer algo para proteger sua minoria cristã . A Release International está pedindo a libertação de 218 outros cristãos que também foram acusados ??de blasfêmia no Paquistão”, disse Andrew Boyd, da Release International.

Há cerca de 2 milhões de cristãos no Paquistão, mesmo assim são minoria dentro de um estado muçulmano que persegue e pune severamente seguidores de outras crenças.

Assim como foi com Asia Bibi, muitos muçulmanos usam a lei de blasfêmia para se vingar de desafetos, acertar contas ou até mesmo para ‘atingir metas’ de prisões.

A Release Internacional tem acompanhado esses casos e tem lançado campanhas para que os países revoguem a lei de blasfêmia, garantindo assim a liberdade religiosa de toda a população. Gospel Prime

Igrejas protestantes em Cuba lançam aliança evangélica

Igreja em Cuba. (Foto: Portas Abertas)

Por não se sentirem representados, sete denominações protestantes cubanas resolveram se juntar e criar a Aliança Evangélica das Igrejas Cubanas, formada por igrejas que se opuseram às mudanças da nova constituição daquele país.

Criada em 11 de junho, a criação da aliança acontece após um referendo realizado no início do ano onde os cubanos votaram a favor de uma nova constituição e onde os cristãos de diferentes denominações se encontraram em oposição a certos elementos do projeto de lei.

“Nesse processo tornou-se mais evidente que o Conselho Cubano de Igrejas não agiu a favor da doutrina da Igreja, mas a favor dos interesses particulares e políticos do regime”, disse Rosanna Ramirez, analista de perseguição da Portas Abertas, organização que pesquisa a perseguição aos cristãos e apoia cristãos perseguidos no mundo.

Recentemente um pastor e sua esposa foram presos por ensinar seus filhos em casa porque não querem que eles sejam expostos a ensinamentos comunistas do Estado. A prisão tem aproximado as igrejas aliadas que, ao contrário do conselho existente, não apoiam a forma como o governo comunista tem tratado os cristãos.

“As igrejas que são membros da aliança são conhecidas por serem os principais grupos que se opuseram às mudanças da nova Constituição, especialmente em relação ao tratamento da liberdade religiosa. Elas foram os que ousaram desafiar o regime e mostrar seu desacordo abertamente, sem medo de represálias”, disse Ramirez.

O regime já negou todos os vistos religiosos solicitados pelas igrejas que se juntaram à nova aliança, disse uma fonte local à Portas Abertas sob condição de anonimato para garantir a segurança. Após o referendo constitucional, as cinco maiores igrejas protestantes disseram que o governo os impediu de receber visitantes do exterior. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia