Um grupo de missionários que está em Roraima para ajudar refugiados flagraram crianças venezuelanas chorando ao receberem alimentos.

Uma foto compartilhada pela Aliança de Misericórdia mostra uma menina chorando ao receber um sanduíche no último domingo (24), durante uma visita que os missionários fizeram às ruas e abrigos de Boa Vista.

“A criança chorou quando deu a primeira mordida. Meu coração [chorou] muito mais”, contou a missionária Maria Clara, ao divulgar o depoimento na página do grupo católico no Facebook.

A menina fica em um abrigo voltado para crianças de até 13 anos. Eles vivem em barracas e recebem apenas uma refeição por dia. Segundo relatos, mães e pais dessas crianças passam a maior parte do dia pedindo esmolas pelas ruas e, alguns casos, até mesmo se prostituindo.

A equipe enviada para Roraima conta com cinco padres e 28 missionários vindos do Ceará e São Paulo. Para o padre José Vicente dos Santos, da Diocese do Crato (CE), que faz parte da ação missionária, a  situação dos refugiados é dramática.

“O momento é de tensão, choro e fome. Precisamos realmente ajudar porque a situação está muito caótica”, disse ele em entrevista ao UOL.