Um grupo de três jornalistas foi detido por ordem do ditador Nicolás Maduro por terem filmado venezuelanos comendo lixo. Os profissionais da Univision Notícias, rede de televisão dos Estados Unidos com programação em espanhol, foram deportados.

Os jornalistas ficaram quase três horas no Palácio Miraflores, sede do governo venezuelano. Eles entrevistavam o ditador que se sentiu contrariado ao ver as pessoas comendo o que encontravam no lixo e ordenou que o material gravado e os equipamentos fossem confiscados.

Segundo o jornalista Jorge Ramos, eles foram soltos após três horas, mas seus equipamentos, registros e artigos pessoais não foram devolvidos.

Pelo Twitter, Enrique Acevedo, parte da equipe da Univision, publicou o vídeo que Jorge Ramos mostrou a Nicolás Maduro. É possível ver claramente três venezuelanos buscando restos de comidas no caminhão de lixo. Um dos homens fala com os jornalistas dizendo que está com fome e que pela primeira vez na sua vida está buscando alimentos no lixo.

Vídeo incorporado

Enrique Acevedo

?@Enrique_Acevedo

Estas son las imágenes que ?@jorgeramosnews? le mostró a Nicolás Maduro y que provocaron que Maduro se levantara de la entrevista,? que retuvieran al equipo de Univision y que confiscaran su trabajo. Esto es lo que Maduro no quiere que vea el mundo.

“Maduro não serve como presidente, estamos na rua porque você não serve como presidente”, disse o homem enquanto segurava nas mãos o alimento que colhera no lixo.

“O que eu disse Nicolas Maduro é que milhões de venezuelanos e muitos governos ao redor do mundo não o consideram um presidente legítimo, mas um ditador. Isso é o que eu disse Nicolas Maduro, obviamente, não gostou e por isso parou a entrevista“, disse o jornalista Jorge Ramos. As informações são do site Gospel Prime