Por Wal Cordeiro

brazil5

Ser brasileiro é ser ingênuo. É ser sonhador. É saber que foi roubado, mas crê na recuperação de quem o roubou. Foi enganado, mas não desiste de lutar por uma nova realização. Não tem a casa própria, mas espera um dia consegui-la. Talvez, através de um milagre divino, ou quem sabe ganhar na mega- sena?

Brasileiro é simples, mas convicto. Isso me motiva a crer no Brasil. A orar pelo Brasil. Visualizar uma pátria nova e reformada pelos valores bíblicos. Esperar que Deus manifestasse sua infinita glória e majestade nessa terra distante e misteriosa.

Quem não gosta do Brasil? Quem não se encanta com o Brasil? Quem não se envolve com o Brasil?

O Brasil é lindo, grande, misterioso e rico. Riqueza escassa, que não se encontra em qualquer lugar. Não estou falando de dinheiro, sim de riqueza. Riqueza essa, que enobrece uma pátria pelos seus valores naturais e culturais.  O Brasil a tem, e a tem em abundância!

Aqui tudo que se planta colhe em beleza e vigor. Tudo que se escava encontra em brilho e magnitude. Tudo que se cria dá certo em expansão e naturalidade. O Brasil é rico. É especial.

Se você quiser banhar-se nas praias mais belas do mundo, vá ao Nordeste. Se quiser comer o melhor churrasco do mundo, vá ao Sul. Se quiser assistir o melhor futebol do mundo, vá ao Sudeste. Se quiser passear na maior riqueza natural do mundo, vá ao Norte. Se quiser comer o melhor arroz com pequi e conhecer a segunda maior praça do mundo, vá ao Centro Oeste.

O Brasil é como uma folha verde de Taioba. Depende de quem a prepara. Tem que está no ponto! Pode ser uma delícia na hora do almoço, ou uma folha amarga e indesejada mais tarde.  Depende do ponto de vista de cada um. O meu desafio neste texto é de absorver esperança, e o seu?

Críticas e desânimos em relação a nossa pátria já têm muito. Então, vamos deixar de lado a parte amarga da Taioba e vamos ver as coisas boas que ela pode nos proporcionar na hora do almoço brasileiro. Você sabia que a Taioba é desprezada em muitos lugares? Algumas pessoas a jogam fora na hora de colher às folhas comestíveis.

Vamos ver o que Deus pensa e tem para nós. É melhor olhar assim, pelo menos sofreremos menos e teremos mais condições de experimentar e ver um futuro melhor.

A ingênua euforia da Copa do mundo de futebol toma conta do coração do sofredor brasileiro.  Todos reclamam de Neymar mas, não perdem um jogo. As eleições que se aproximam e nos dá um sentimento de invalidez e dúvida. As informações catastróficas da operação Lava Jato que a mídia tem prazer em jogar em nossas casas todos os dias. A insegurança nas escolas e ruas, que tiram o sono dos pais preocupados em ver os filhos sobreviverem na guerra diária deste mundo cão.

A minha última esperança é que: caso você consiga terminar de ler este texto, tenha uma nova expectativa do nosso país. O veja como um gigante poderoso adormecido. Que está dormindo mansamente e em breve se despertará do seu sono.  Ninguém o deterá. Ninguém o impedirá de fazer a quilo que Deus tem sonhado desde a criação do mundo. Glorificá-lo nas nações. Simplesmente glorificá-lo!

Ser brasileiro é ser ingênuo. Isso ajuda a mudar e ser mudado.

Você pode juntamente comigo, pelo menos orar pelo Brasil?

Wal Cordeiro é autor de oito livros