WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


junho 2018
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


:: 13/jun/2018 . 17:04

Coalizão de Latinos por Israel celebra abertura de embaixadas em Jerusalém

Mario Bramnik
Mario Bramnik

Líderes da Iniciativa de Fé da Casa Branca se reuniram no centro de aprendizado judaico Aish HaTorah, tendo ao fundo o Monte do Templo, nesta terça-feira (15) para comemorar a abertura da embaixada dos EUA em Jerusalém.

O presidente da Coalizão Latina para Israel (LCI), ministério evangélico que promove a união de forças de cristãos e judeus, pastor Mario Bramnick, é um colaborador do portal Gospel Prime, que estava representado no evento.

Bramnick afirmou que: “Como líderes religiosos, devemos celebrar a mudança da Embaixada dos Estados Unidos para Jerusalém, a cidade que simboliza a pátria ancestral do povo judeu por milhares de anos”. Ele acredita que há um cumprimento profético em andamento à medida que outros países se propõem a fazer a mesma coisa.

A pastora Paula White, a congressista Michele Bachmann, o pastor Jim Garlow, o pastor Steven Khoury e o bispo Harry Jackson também estiveram presentes na reunião. Além deles, lideranças importantes como o embaixador dos EUA em Israel, David Friedman, o tenente-coronel Marco Moreno e Danny Ayalon, ex-vice-ministro das Relações Exteriores de Israel, fizeram discursos. :: LEIA MAIS »

Copa do Mundo deve movimentar mais de R$ 20 bilhões no país

Uma pesquisa realizada nas capitais brasileiras pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) projeta que cerca de 60 milhões de consumidores brasileiros devem gastar com produtos ou serviços relacionados à Copa do Mundo. Apenas 25% dos entrevistados na pesquisa não devem consumir produtos ligados ao Mundial. Segundo o estudo, os jogos do Mundial devem movimentar cerca de R$ 20,3 bilhões nos setores de comércio e serviços em todo o país.

A pesquisa ouviu 1.061 consumidores de ambos os gêneros, de todas as classes sociais, acima de 18 anos e em todas as capitais para detectar o percentual de quem vai assistir e acompanhar a Copa do Mundo. Depois, a pesquisa se aprofundou a partir de 843 entrevistados que pretendem acompanhar ao evento. Os entrevistados poderiam optar por mais de uma resposta.

Segundo a projeção, o foco da maior parcela de gastos está ligado ao consumo de alimentos e bebidas para o acompanhamento das partidas nas próprias residências dos torcedores, como tira-gostos (56%), pipocas (37%), salgados (39%), cerveja (74%), refrigerantes (72%), água (69%) e itens para churrasco (49%). Esses gastos representam 91% dos entrevistados. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia