CORREIO

Após denúncias anônimas, foi presa na manhã desta quinta-feira (29), a “quatro de espadas” do Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública. Nevolanda Santos Souza, de 45 anos, conhecida como Nel, é a única mulher a fazer parte das cartas que listam os mais procurados pela polícia baiana.

Procurada desde outubro de 2010, Nevolanda foi presa em sua residência, na cidade de Itabuna, a 433 quilômetros de Salvador, por volta das 6 horas de hoje.  Ela é acusada de envolvimento com o tráfico de drogas no sudoeste da Bahia e seria sogra de um dos criminosos mais perigosos da região, de acordo com informações da TV Bahia.

Novas cartas
A Secretaria da Segurança Pública (SSP) atualizou novamente o Baralho do Crime. Os nomes de cinco bandidos procurados pela polícia foram incluídos. A atualização foi feita na segunda-feira (26) após a captura e morte de alguns dos criminosos presentes nas últimas versões do
baralho.As novas cartas são ocupadas por Edmilson Bispo, conhecido
como Júnior, Luan Almeida Barreto, Joseval Nascimento Conceição, conhecido como
Binho Lagartixa, José Antônio Santos de Jesus, o Cascão, e Fabiano Santos
Ferreira.

Edmilson – o “As” de Copas – atua no tráfico de drogas na
região do Recôncavo; Luan – o 5 de Copas – é procurado há mais de três anos por
homicídio em Alagoinhas; Joseval – o 4 de Ouro – foi condenado por homicídio e é
fugitivo da Penitenciária Lemos de Brito; José Antônio – o 3 de Ouro – é
investigado por tráfico de drogas na Região Metropolitana de Salvador; e Fabiano
– o Rei de Ouro – foi indiciado por tráfico de drogas e também atua na região de
Salvador.

Com a prisão de Arenildo Almeida Brito, 25 anos, o Rei de
Paus, no último fim de semana, já são nove cartas fora do baralho. Sete
criminosos foram presos e dois morreram em confronto com a polícia.

O baralho foi lançado pela SSP em junho deste ano para ajudar
a população a reconhecer os procurados e denunciá-los. Cada carta traz o nome da
pessoa e o crime pelo qual é acusada. O baralho completo pode ser conferido no
site do Disque Denúncia.

Qualquer
informação refente ao paradeiro dos procurados deve ser informada à polícia
através dos números 3235-0000 (Salvador) e 181 (interior do estado).