O prefeito Guilherme Menezes se reuniu no início dessa tarde com o ministro da Educação, Fernando Haddad, para solicitar a criação da Universidade Federal do Sudoeste da Bahia. A audiência foi articulada pelo deputado federal Emiliano José e contou com  o prefeito de Brumado, Eduardo Vasconcelos; prefeito de Barra do Choça  e presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Sudoeste, Oberdan Rocha; prefeita de Mortugaba e presidente da Associação dos Municípios das Regiões do Rio do Antônio e Rio Gavião, Rita de Cássia Cerqueira; prefeito de Planaltino e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Jiquiriçá e Mercovale, Zeca Braga;  prefeito de Santana, Marco Aurélio Cardoso, e prefeito de Santa Maria da Vitória, padre Amaro Santana. Também estavam presentes os deputados federais Valmir Assunção, Nelson Pelegrino, Amauri Teixeira e o deputado estadual Marcelino Galo.
Ao justificar a necessidade de criação da Universidade Federal do Sudoeste para o ministro, o prefeito Guilherme destacou que estava acompanhado de prefeitos que representam mais de 60 municípios cuja população seria diretamente beneficiada. Lembrou ainda que, antes, as pessoas saíam de Vitória da Conquista para estudar em outros centros e que, agora, com a implantação de cursos superiores, a cidade se tornou referência na área. Os prefeitos presentes na audiência destacaram a liderança do prefeito Guilherme Menezes no processo de consolidação da proposta de criação de uma universidade federal que beneficiará uma vasta região.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que os Governos Lula e Dilma vêm investindo maciçamente na expansão do ensino superior, já tendo sido criados, desde 2003, 126 campi federais e 214 institutos federais em 340 cidades brasileiras. Sobre as demandas levadas pelo deputado Emiliano José e pelos prefeitos baianos, o ministro afirmou que solicitará aos técnicos do MEC visitas à região para construção de pareceres sobre o assunto. SECOM/PMVC