Projeto será votado na próxima sessão. (Foto: Lay Amorim/Brumado Notícias).

Na noite dessa segunda-feira (19), foi apresentado o projeto que viabiliza o aumento do número de vereadores, na Casa Legislativa, em Brumado. Ainda em fase de apresentação,  o projeto  gerou discussão entre os vereadores, pois a maioria opina por 13 assentos, mas o vereador José Ribeiro Neves (PMDB) defende 15. “Quando eram quinze, antigamente, o município tinha uma maior representatividade e os recursos que recebíamos antes continuam os mesmos. Podemos sim ter quinze vereadores de qualidade, mas é a comunidade quem elege o seu representante. A proposta de quinze dá a oportunidade de mais comunidades terem representantes dentro da Casa”. Com isso, o Brumado Notícias fez uma enquete com alguns vereadores para saber a opinião deles sobre o assunto: “Treze vereadores já representariam muito bem hoje o município. Do meu ponto de vista, dez já é o suficiente, mas temos que respeitar a opinião da maioria que opinou por treze”, declarou o vereador Alessandro Lobo (PSL), que foi apoiado pelo vereador Édio Pereira (PCdoB): “Opino por treze. Partimos para o principio da razoabilidade e entendemos  que treze é um número razoável, tanto para a representação quanto para o aspecto financeiro da casa”. “Respeito a opinião dos outros, mas  opino por treze, mas se por ventura a maioria decidir por mais eu sozinho não vou contrariar e poderei mudar meu voto, poderemos entrar em um consenso”, declarou Miguel Lima Dias (DEM). O presidente Aguiberto Lima Dias (DEM), também opina por treze: “A lei nos permite até quinze, mas a maioria opinou por treze. Durante essa semana, ainda vamos nos reunir para definir melhor a discussão e na próxima semana colocaremos em votação”. Brumado Noticias