do Congresso em Foco

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, divulgou nota em que nega ter tido qualquer participação na elaboração do dossiê contra o então candidato do PSDB ao governo de São Paulo em 2006, José Serra. O episódio, cuja responsabilidade é atribuída a assessores do hoje ministro da Ciência e Tecnologia, Aloízio Mercadante, ficou conhecido como “escândalo dos aloprados”. Reportagem da revista Veja desta semana envolve Ideli no episódio. Ela nega ter tido envolvimento no caso.

Leia a íntegra da nota:

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

A respeito da reportagem publicada na última edição da Revista Veja intitulada “Ministério dos Aloprados”, tenho a informar:
1 – Nunca elaborei nem participei da confecção de dossiês políticos;
2 – Conforme declarou o ministro Aloísio Mercadante é falaciosa a tentativa de me envolver na participação da elaboração do suposto dossiê citado pela revista
Veja;
3 – Não participei de reuniões que tivessem como tema a elaboração de material contra o candidato ao Governo do Estado de São Paulo, José Serra, no ano de 2006. Na condição de Líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores no Senado fui chamada ao gabinete do então Líder do Governo, Aloísio Mercadante, para uma reunião em setembro do mesmo ano para tratar de um depoimento que seria dado ao Conselho de Ética do Senado;
4 – Naquela ocasião, como bem declarou o ministro Aloísio Mercadante, apenas expressei que o Conselho de Ética não seria o fórum adequado para debater tal assunto;
5 – Por fim, destaco que minha atuação partidária é absolutamente alheia ao contexto político em que estaria envolvida a divulgação do suposto dossiê detalhado na reportagem da revista
Veja;

Ideli Salvatti
Ministra de Relações Institucionais da Presidência da República”