REDE BAHIA | G1

Perito do IML diz que família fez reconhecimento da jovem Mariana Noleto. Duas pessoas seguem desaparecidas desde sexta-feira (17).


Equipes que patrulhavam a região do acidente com um helicóptero na praia de Itapororoca, em Trancoso, sul da Bahia, localizaram o corpo de uma mulher pouco antes da meia-noite deste domingo (19). De acordo com funcionário do IML de Porto Seguro, familiares teriam reconhecido o corpo como sendo o da jovem Mariana Noleto, namorada do filho do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Corpo de Mariana Toledo, namorada do filho de Sérgio Cabral, foi reconhecido por familiares na noite deste domingo

O acidente com o helicóptero ocorreu na noite de sexta-feira (17). A aeronave levava sete pessoas que tinham deixado o Rio para passar o fim de semana no resort do empresário Marcelo Mattoso Almeida, que estava pilotando o helicóptero. Duas pessoas seguem desaparecidas.

De acordo com o vice-almirante Carlos Autran de Oliveira Amaral, comandante do 2° Distrito Naval, a guarda noturna localizou o corpo boiando no mar e o encaminhou para o Departamento de Perícia do Instituto Médico Legal (IML) de Porto Seguro. A Marinha mantém na área os navios Patrulha Gravataí e Varredor Albardão, que prestam auxílio nas buscas na região.

O perito do IML Antônio Manoel informou, por telefone, que o corpo da jovem estava conservado e que a família fez o reconhecimento por volta das 2h desta segunda-feira (20).

Buscas retomadas

Mergulhadores da Marinha e do Corpo de Bombeiros reiniciaram, por volta das 5h40 desta segunda, as buscas por duas pessoas que seguem desaparecidas. Nesta manhã, segundo a Capitania dos Portos, as buscas se concentram dentro da cabine do helicóptero, localizada no domingo. A possibilidade de remoção da aeronave ainda está sendo avaliada pela Marinha. O helicóptero encontra-se a 250 metros da costa e a uma profundidade de cerca de 10 metros.

A cabine do helicóptero, ainda segundo a Marinha, está bastante danificada. Por esse motivo, associado à baixa visibilidade da água, não foi possível verificar a presença de vítimas no interior da aeronave no domingo. Continuam desaparecidos Jordana Kfuri Cavendish e o empresário Marcelo Mattoso Almeida, que estava pilotando a aeronave. Sete pessoas estavam a bordo do helicóptero e quatro corpos já foram enterrados.

Felipe Gomes explica como piloto teria tido acesso à habilitação dele:

Vítimas reconhecidas

Antes do corpo localizado no fim da noite de domingo, tinham sido resgatados os corpos do filho de Jordana, Luca, da irmã dela, Fernanda Kfuri, de 35 anos, do sobrinho, Gabriel Kfuri Gouveia, de 2 anos, e da babá das crianças, Norma Assunção, de 49 anos.

Os corpos de Fernanda, que é ex-mulher do vocalista Bruno Gouveia, e do filho deles, Gabriel, foram enterrados no domingo (19) no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.