CAIRO – O Conselho do Comando Supremo das Forças Armadas Egípcias está reunido nesta sexta-feira, 11, e fará um “importante comunicado ao povo”, segundo a agência de notícias estatal Mena. “O Conselho Supremo para as Forças Armadas, presidido pelo ministro da Defesa, Hussein Tantawi, realizou uma reunião importante nesta manhã”, disse a agência.

Mais cedo, um graduado representante dos militares ligado ao Conselho Supremo disse à agência AFP que os generais continuavam reunidos em “sessão permanente” e deveriam fazer um comunicado ainda nesta sexta-feira.
 

Em meio aos protestos de rua contra o regime do presidente Hosni Mubarak, os principais generais do Egito anunciaram na quinta-feira, 10, que “em apoio às demandas legítimas do povo” eles “tomariam medidas para proteger a nação”.

Alguns interpretaram este “comunicado número 1” como uma ameaça de lançar um golpe de Estado, mas o próprio Mubarak apareceu na televisão estatal no final do dia para anunciar que ficará no cargo até as eleições presidenciais de setembro.
Os manifestantes pró-democracia ficaram enfurecidos com a decisão do presidente e muitos pediram uma intervenção das Forças Armadas para tirá-lo do poder. Eles convocaram para esta sexta-feira demonstrações de protesto maiores do que as já realizadas. As informações são da Dow Jones.  

 Estadão