Os jornalistas Pedro Doria, editor-chefe de conteúdos digitais do Estado de São Paulo, e Rafael Sbarai, editor do site da revista Veja, debateram ontem (19/1) na Campus Party, em São Paulo, as estratégias da imprensa escrita na integração às redes sociais. Para elevar a audiência do portal Estadão, Doria abriu espaço para uma ferramenta de web. “A gente quase duplicou o número de blogs”, disse o editor-chefe que logo atestou o saldo positivo desta aposta. “Os blogs dão mais audiência que as notícias”, garantiu.

A segunda investida do projeto digital do Estadão foi em expandir seu conteúdo para o Twitter, como “uma maneira de acompanhar o noticiário”, segundo Doria. Sobre a representativade do Estado de S. Paulo nesta rede social, Doria avalia. “Não medimos pelo número de followers, procuramos avaliar engajamento: quantos retweets por followers” e completou dizendo “nisso, o Estado é líder no Brasil”.

Já na Veja, Sbarai explica a importância de produzir conteúdo para redes sociais quando a busca é centrada num maior número de clicks por matéria. Segundo o jornalista, que está no veículo desde 2008, a quantidade de pessoas que acessam o portal da Veja pelo Twitter e Facebook aproxima-se ao número de internautas que digitam o endereço eletrônico. “O Twitter é a nossa terceira fonte de tráfego, atrás do Direct (endereço eletrônico) e buscas pelo Google.”

Leitura de seguidores

Com a recente contratação de 50 jornalistas no seu expediente, a redação de Veja, de acordo com Sbarai, está hoje igualmente dividida entre as equipes que produzem conteúdo online e impresso. O jornalista de 24 anos também é responsável pelas estratégias de Veja nas redes sociais, espaço onde ele consegue diferenciar quem está na web e quais são os seus anseios. “De manhã, publicamos assuntos voltados à economia e Brasil; de tarde, temos um público que quer dar retweet em algo que foge do noticiário; de noite agendamos tweets que atiçem o usuário a clickar em notícias”, explicou Sbarai sobre os seguidores de Veja no Twitter.

Renan Justi

Fonte: Comunique-se