O atacante Washington, 35 anos, vai anunciar hoje o encerramento de sua carreira. O centroavante, campeão brasileiro com o Fluminense em 2010, convive há sete anos com problemas cardíacos –detectados em 2003, quando ele defendia o Atlético-PR.

Desde então, Washington defendeu os clubes japoneses Verdy Tokyo e Urawa Red; no Brasil, jogou pelo São Paulo e Fluminense.

O contrato do jogador com o clube carioca terminou em 31 de dezembro de 2010. Em todos os contratos que Washington assinou desde 2003, era seu cardiologista particular Constantino Constantini quem se responsabilizava pela saúde do jogador.

Desta vez, médico e atleta entraram em um consenso de que não valia a pena continuar. Além dos problemas cardíacos, Washington tem diabetes. “Ele tomou a decisão certa, porque vai se retirar como campeão. Do ponto de vista médico, não há problema, mas foi uma opção dele e eu concordo”, declarou o médico Constantini ao SporTV.

Outro fator que pesou para a decisão de abandonar a carreira é o fato de ter sido reserva em boa parte da campanha do Fluminense em 2010 –teve que brigar por espaço com Fred, Emerson e Rodriguinho. Agora, o jogador ainda teria a concorrência de Araújo, novo reforço para o ataque do Tricolor carioca.

“O Washington tem condições de jogar, mas ele tem que saber que não é mais um menino para praticar esporte de alto risco”, finalizou.

A coletiva que irá anunciar a aposentadoria do jogador será no hotel onde o time carioca está concentrado em Mangaratiba e terá as presenças de Washington, do vice de futebol do clube, Alcides Antunes, e do presidente da patrocinadora, Celso Barros.