image
Outras dezessete pessoas ficaram feridas

A suspeita é de que o motorista tenha cochilado

Uma das quatro vítimas fatais do acidente ocorrido na madrugada deste domingo (2), na BR-101, na altura da cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas, era a baiana Maria Yvelise Cerqueira Souza, de 67 anos, nascida no município de Feira de Santana.

Os outros mortos foram identificados como Adriana Andrade Sucupira, 35, e Claúdio José Mendonça, 38. O nome da quarta vítima ainda não foi informado. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo teria saído da pista e capotado. Outras dezessete pessoas ficaram feridas.

O coletivo Top Class, de número 3033 e placa JSN-41231 pertence da  empresa baiana Bomfim saiu de Salvador na tarde de ontem (1º), segundo informações da Polícia Civil de Maceió. As vítimas foram levadas para o hospital Geral do Estado (HGE).

A suspeita é de que o motorista tenha cochilado e acabou causando o ocorrido. Também há informação de que quatro estrangeiros viajavam no coletivo (dois chilenos, uma francesa e um africano). Uma assistente social da Bahia irá à Alagoas para acompanhar os feridos e entrar em contato com os familiares das vítimas fatais.ONIBUSACIDENTE2_826393095.jpg

Os representantes da empresa Bomfim estiveram no local e informaram a PRF que tomarão as providências que forem necessárias para ajudar as vítimas, e até formaram um grupo com funcionários de Alagoas, da Bahia e Sergipe, para dar apoio aos envolvidos no acidente.

Os feridos foram Iraci Maria de Lima, de 60 anos; José Roberto de Oliveira, de 28; Bárbara Gonzales, de 27; os chilenos Manoel Ramon Martinez do Passo,de 44, e Phillipe Gerard Truan Saxton, de 26; o africano David J. Georgiades, de 27; a francesa Maria Bordg, de 29; Marli Santos Cardoso, de 29 anos; Ednaldo Ferreira Lima, de 28; Daniel Matos Oliveira, de 35; Júlio César Rodrigues da Paixão, de 31; Ramsa Costa Gomes, de 60 anos; Alexsandro Santos Lima, de 18; Roque Lima de Oliveira, de 32; Isabella Caroline Barbosa do Nascimento, de 18; e Laís Suellen Gonzaga Almeida, de 22, e Cláudia de Barros Silva. CORREIO