CORREIO

Comércio exterior  As exportações baianas somaram US$ 679,7 milhões no mês passado, resultado 17,5% superior a igual mês do ano anterior. Mas quem se destacou mesmo foram as importações.

O aumento da procura por mercadorias importadas para as festas de fim de ano fez as compras externas crescerem três vezes mais, cerca de 52%, atingindo US$ 619,1 milhões em novembro. Esse desempenho fez o saldo da balança comercial baiana atingir, em novembro, o segundo pior resultado desde janeiro: apenas US$ 60,5 milhões, 65% inferior a novembro de 2009.

A lenta retomada do crescimento das principais economias do mundo, a maior competição pelo fornecimento a esses mercados e a valorização do real frente ao dólar vêm reduzindo o fôlego das vendas externas pelo segundo mês consecutivo. Os números de novembro foram 11,7% menores em relação a outubro, que por sua vez foram 14,2% inferiores a setembro.