A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu nesta quinta-feira incluir um dígito nas linhas de telefones celular da área 11, que incui a cidade de São Paulo, como forma de resolver a escassez nos números. Atualmente, todos os celulares do País têm oito dígitos. Existem cerca de 27 milhões de números ocupados nesta área.

 A Anatel tinha a opção de incluir mais um código de área, o 10, para os novos números desta região, deixando-a com dois. Contudo, a agência decidiu manter a padronização.

 Foi instituído um grupo de trabalho, coordenado pela Anatel, para acompanhar a implementação das alterações.

 

Estão na área 11: Alumínio, Aracariguama, Arujá, Atibaia, Barueri, Biritiba-Mirim, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Cabreúva, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarulhos, Igaratá, Itapecerica da Serra, Itapevi, Itaquaquecetuba, Itatiba, Itú, Itupeva, Jandira, Jarinu, Joanópolis, Jundiaí, Juquitiba, Mairinque, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Morungaba, Nazaré Paulista, Osasco, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Salto, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Lourenço da Serra, São Paulo, São Roque, Suzano, Taboão da Serra, Tuiuti, Vargem, Vargem Grande Paulista e Várzea Paulista. 

Confira outras decisões tomadas:
A utilização de série especifica de numeração para os modens 3G e outros dispositivos que não façam comunicação de voz.
A fixação de prazo para a implantação de mecanismos de alocação dinâmica de numeração que permita a atribuição de numeração ao chip somente no momento da ativação do usuário
Redução do período de quarentena para reutilização da numeração liberada pelos usuários
A identificação de outras séries de numeração que possam ser utilizadas no SMP 

Terra