Karina Costa/A Tarde

Xando Pereira/Agência A TARDE

Exame Nacional de Desempenho do Estudante em 2009. Amanhã, nova aplicação

Exame Nacional de Desempenho do Estudante em 2009. Amanhã, nova aplicação

Cerca de 40 mil estudantes farão domingo, 21, em toda a Bahia, o Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade) 2010, a ser realizado às 12h (13h no horário de Brasília). Os universitários convocados têm até domingo para preencherem o questionário socioeconômico do Ministério da Educação (MEC), que está disponível pela internet, no endereço eletrônico (clique aqui para acessar).

O Enade deste ano vai mensurar a qualidade dos cursos de graduação em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social, terapia ocupacional e zootecnia. Também serão avaliados discentes de cursos tecnólogicos em agroindústria, agronegócios, gestão hospitalar, gestão ambiental e radiologia, de instituições públicas e privadas.

Foram convocados mais de 650 mil estudantes em todo o País, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), sendo que 261.745 são ingressantes do ensino superior, ou seja cursaram menos de 25% da carga horária total do curso em que estão matriculados.

O número de concluintes é 161. 151 – aqueles que cursaram acima de 75% da carga horária. Outros 227. 170 graduandos, que também farão o exame, são formandos  convocados para exame anterior, que não fizeram a prova e precisam regularizar a situação para obter o diploma do curso já concluído.

Chegar cedo – O Inep recomenda aos universitários que cheguem 45 minutos antes ao local das provas, divulgado desde o dia 5 no site do instituto.

A produtora cultural Natália Matos, 22, está entre os 19.581 universitários convocados em Salvador. Ela deparou-se com uma situação complicada. Natália foi convocada a fazer o Enade 2010 pelo curso de Comunicação, com habilitação em Relações Públicas, na Universidade Católica do Salvador (Ucsal), trancado há três semestres.

Porém, ela foi convocada também a fazer a prova do curso que concluiu, o de Comunicação Social/Produção Cultural na Universidade Federal da Bahia (Ufba). A estudante procurou o colegiado do curso que concluiu e foi orientada fazer a prova pelo que cursou completamente. “Seria impossível fazer a prova para os dois, porque são no mesmo horário e em locais diferentes”, contou ela.

O Inep recomenda em casos como esse, o estudante envie e-mail para [email protected]

Como é a prova

A prova possui 40 questões, sendo dez da parte de formação geral, e 30 da formação específica de cada área. As duas partes contêm questões discursivas e de múltipla escolha. O estudante tem até as 17h (18h no horário de Brasília) para concluir o exame, mas não precisa obter pontuação mínima. Basta fazer a prova. É recomendado levar caneta preta. Os equipamentos eletrônicos são proibidos pela organização.