Info Online

Luiz Eduardo Falco anunciou o que vem por aí na Oi.

A Oi deve oferecer planos de banda larga fixa popular ainda este ano, segundo o presidente da operadora, Luiz Eduardo Falco. A companhia trabalha com planos de oferecer pacotes com velocidades de 300 Kbps, 600 Kbps e 1 Mbps, mas os preços poderão variar de estado para estado, já que para entrar em operação o serviço depende da desoneração, por parte dos governos estaduais, do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Falco afirmou nesta quinta-feira (11) que os governadores demonstram disposição para a isenção do tributo e disse que a banda larga popular deve chegar a todas as unidades da federação em que a companhia já atua em telefonia fixa, o que significa que apenas São Paulo ficaria de fora. Pará, Distrito Federal, Acre, Paraná, Pernambuco, Sergipe, Ceará, Paraíba e Pernambuco já se dispuseram a desonerar a banda larga popular da Oi.

De acordo com o executivo, o serviço seguirá a legislação definida pelo Conselho de Política Fazendária (Confaz), que prevê preço inferior a R$ 30 pela assinatura da internet de 300 Kbps. Ele afirma que a ideia é que os planos sirvam como uma porta de entrada na rede mundial de computadores para a população ainda não atendida pela banda larga.

“Nossa operadora é a maior desinstaladora de pontos de internet e isso nos permite saber que as pessoas desinstalam o serviço porque a relação custo-benefício não compensa”, explicou. “Muita gente paga mais por maior capacidade e não usa”. Ele destacou ainda que os planos para banda larga popular por enquanto só contemplam a rede fixa.

Oi TV

Para reverter perdas com a base de telefonia fixa, que não deve registrar aumento nos próximos anos, a Oi deve investir em ofertas convergentes para os clientes residenciais. A estratégia é crescer em banda larga fixa e em TV por assinatura, produto que atualmente chega a 14 estados e ao Distrito Federal. Segundo Falco, até o fim de 2001, todas as unidades federativas do Brasil estarão cobertas pelo serviço.

O aumento de capital com a entrada da Portugal Telecom na operadora deve acontecer até 31 de março de 2011. De acordo com o diretor de Finanças e Relações com Investidores da Oi, Alex Zornig, a conclusão do processo pode significar um aumento de R$ 7 bilhões no caixa da empresa, “em uma estimativa conservadora”.

iPad e Galaxy Tab

A Oi anunciou nesta quinta-feira que trará para o Brasil até o fim do ano os tablets iPad, da Apple, e Galaxy Tab, da Samsung. A informação partiu do presidente da empresa, Luiz Eduardo Falco, e do CFO, Alex Zornig. Segundo ele, o Galaxy S chegará até o natal às lojas da Oi. O aparelho não terá seu valor subsidiado por meio de algum contrato, assim como a empresa faz com seus celulares e smartphones.

Os diretores foram mais reservados com relação ao iPad. Questionado sobre sua chegada ao Brasil por outras operadoras, marcada para o último trimestre deste ano, Falco afirmou que a Oi não ficará de fora da lista. No entanto, não houve mais detalhes sobre a possível estreia.