WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2010
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: 2/nov/2010 . 15:45

Embaixadas em Atenas são alvo de atentados pelo segundo dia consecutivo

Da Agência Brasil

Brasília – Pelo segundo dia consecutivo, pelo menos cinco embaixadas em Atenas, capital da Grécia, foram alvos de explosões de bombas enviadas dentro de pacotes. Os ataques estão sendo atribuídos pela polícia a militantes de extrema esquerda que se opõem às medidas de austeridade econômica impostas na Grécia, que no próximo fim de semana terá eleições regionais.

Também hoje, a polícia alemã encontrou um pacote suspeito no gabinete da chanceler Angela Merkel, em Berlim. Um porta-voz de Merkel disse que o pacote está sendo analisado para confirmar se continha explosivos. :: LEIA MAIS »

Oposição em Vitória da Conquista atribui resultado à insatisfação do eleitor

Para o presidente do PSDB conquistense, a população anseia por mudança 

A estratégia do PT para tentar reverter a tendência pró-Serra em Vitória da Conquista não deu certo. O tucano venceu com 82.688 votos contra os 65.195 de Dilma, a despeito de o município, que tem à frente o prefeito Guilherme Menezes, ser o maior reduto do PT no País, com 16 anos ininterruptos de governo. Em Itapetinga outro município administrado pelo PT, Serra também saiu vitorioso no segundo turno, com 71 votos de frente. Foram 15.629 votos contra 15.558. Nem mesmo a visita da própria Dilma a Vitória da Conquista, na reta final da campanha, conseguiu evitar a derrota. O presidente do Sindicato dos Bancários de Conquista e Região, Delson Coelho, disseque a votação surpreendeu, mas preferiu dar outra conotação aos votos de Serra. “Os votos partiram de grupos conservadores”. Para ele, houve interpretação errada do que considera “projeto político” do PT. “A elite conquistense não compreendeu que o projeto de Dilma é único. É o projeto de Wagner, dos deputados federais e estaduais. Não há tendência pró-Serra em Conquista”, assinalou. Os 17.493 votos de frente foram comemorados como uma vitória da oposição local.  O presidente do PSDB municipal, Claudionor Dutra, foi um dos que mais vibraram com a votação. “A população de Conquista anseia por mudança”.  Ele enfatizou o apoio do PMDB local. O prefeito Guilherme Menezes não foi localizado na cidade. As informações são do A TARDE.

Antonio Palocci é um dos nomes cotados para a equipe da nova presidente

CORREIO

De um lado, Antonio Palocci, coordenador da campanha. Do outro, José Eduardo Dutra, presidente do Partido dos Trabalhadores. Dois homens que estiveram com Dilma o tempo todo, tomando decisões importantes.

Palocci vai coordenar a transição de governo que deve começar ainda esta semana. Dutra vai fazer a negociação com os dez partidos que apoiaram a candidatura. :: LEIA MAIS »

‘Até logo’ de Serra desagrada a tucanos, que defendem renovação no partido

Roberto Almeida e Julia Duailibi, de O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO – A declaração do candidato derrotado à Presidência da República, José Serra (PSDB), que em discurso sobre o resultado de anteontem disse que não dava um “adeus”, mas um “até logo”, causou polêmica entre tucanos e aliados, que reservadamente defendem uma renovação dos quadros da oposição nos próximos anos.

Serra, ao reconhecer a vitória da candidata do PT, Dilma Rousseff, sinalizou que não sairá da vida pública, embora não tenha mencionado se pretende voltar a disputar algum cargo eletivo. Houve repercussão negativa da declaração junto a aliados que se incomodaram com a frase “o povo não quis que fosse agora”, usada por ele para falar da derrota. :: LEIA MAIS »

Eleitor vai votar e descobre que está morto para a Justiça Eleitoral, em MG

image
Homem não votou, mas recebeu um certificado que esteve na sessão

Falha aconteceu durante o cancelamento de outro título

Um eleitor de 67 anos não conseguiu votar no segundo turno das eleições para presidente, na tarde deste domingo (31) em Poços de Caldas, por ter sido considerado morto pela Justiça Eleitoral. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Minas Gerais, o incidente aconteceu porque no momento que iam cancelar o título de outra pessoa, que realmente havia falecido, foi registrado no nome dele por engano.
Segundo o TRE, no momento em que foram informados do problema, eles iniciaram o procedimento para correção da falha, mas não puderam fazê-lo a tempo do eleitor votar. O homem recebeu uma Certidão de Quitação Eleitoral, um documento oficial, que prova que ele compareceu à sessão, mas não votou devido ao erro.
G1

Comparecimento de Tiririca em teste de alfabetização é facultativo

Do G1, em São Paulo

Eleito deputado federal mais votado do país, com 1,35 milhão de votos, Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), o Tiririca, deverá decidir em breve se irá comparecer a uma audiência que colherá material gráfico para comprovar que ele sabe ler e escrever. O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloisio Sérgio Rezende Silveira, informou que marcará a audiência, mas não definiu ainda a data. Após votar no domingo (31), em São Paulo, o humorista fez apenas uma afirmação sobre a possibilidade de realizar o teste: “Tranquilo”.

O encontro deverá ser fechado para evitar constrangimento. O comparecimento do humorista não é obrigatório, mas seu advogado, Ricardo Vita Porto, afirmou que, se for determinado pelo magistrado, Tiririca não irá se opor à realização do teste que pode comprovar sua alfabetização. “Foi levantado o questionamento e ele vai provar que é alfabetizado”, garante Vita Porto.

Caso Tiririca compareça à audiência e o material seja colhido de forma satisfatória, ou seja, se ele for capaz de ler um texto simples e de escrever poucas frases, ele poderá ser absolvido sumariamente, segundo o juiz. No entanto, se o magistrado não considerar as provas satisfatórias, será dada continuidade ao processo, com depoimentos de testemunhas.

De acordo com a assessoria da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), mesmo que o exame seja realizado e comprove o analfabetismo, ele será diplomado em dezembro. Caberá à PRE solicitar a cassação da diplomação e, com isso, impedir que ele tome posse. No caso de isso ocorrer, os votos em Tiririca serão considerados nulos e haverá mudanças nos deputados que foram eleitos graças ao coeficiente eleitoral.

Tiririca vota em São Paulo
Tiririca conversou com jornalistas após votar no domingo (31) (Foto: Daigo Oliva/G1)

Denúncias
O promotor eleitoral Maurício Ribeiro Lopes é o responsável pelas duas denúncias apresentadas à Justiça. Em uma delas ele afirma que Tiririca é analfabeto, o que descumpre uma exigência constitucional para aqueles que pretendem ocupar cargos eletivos. :: LEIA MAIS »

Candidatos que participaram do primeiro turno têm até amanhã para prestar contas à Justiça Eleitoral

da Agência Brasil

Brasília – Os comitês financeiros, partidos e candidatos, inclusive a vice e suplentes, têm até amanhã (2) para enviar à Justiça Eleitoral a prestação de contas referente ao primeiro turno. A regra, prevista na legislação eleitoral, exclui os candidatos que participaram do segundo turno, que devem prestar contas até o dia 30 de novembro. :: LEIA MAIS »

Dilma Rousseff diz que anunciará ministério ‘por blocos’

A presidente eleita Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (1º), em entrevista ao vivo ao “Jornal Nacional“, que a composição do futuro ministério vai se definir por critérios técnicos e políticos.

Nós vamos ter de ver a composição do governo, que tem esses dois aspectos. Eu vou me esmerar para ter um governo em que o critério de escolha dos ministros e dos cargos da alta administração sejam providos por esses dois critérios”, afirmou.

Ela disse que o anúncio dos integrantes do ministério não será “fragmentado”.  Segundo a presidente eleita, ainda não há nomes definidos.

“Não digo que vou anunciar um bloco inteiro, todo o governo, mas eu pretendo não fazer anúncios fragmentados, espalhados ou individualizados [e sim]  fazer por blocos”, declarou.

Dilma disse que nos primeiros dias de seu governo pretende fazer uma reunião com os governadores eleitos para tratar de saúde e segurança. :: LEIA MAIS »

Após vitória de Dilma, internautas protagonizam embate Nordeste x Sudeste

  Logo após a confirmação da vitória de Dilma Rousseff nas urnas, a internet pegou fogo. A princípio, os internautas, em sua maioria, comemoraram a vitória da petista, mas, logo em seguida, os eleitores de José Serra (PSDB) no Twitter protestaram e atribuíram o resultado da eleição aos “esfomeados do Nordeste”. Na manhã desta segunda-feira, 01, veio a forte reação: a hashtag #orgulhodesernordestino foi o primeiro entre os assuntos mais comentados pelos brasileiros no microblog e chegou a atingir também o topo do ranking internacional.
A polêmica teria tomado corpo após o post da usuária Mayara Petruso, que tuitou ainda na noite de domingo: “@mayarapetruso: Nordestisto não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado!”. Mayara, cuja conta no microblog foi excluída na manhã de segunda, teria usado o termo “nordestisto” como uma junção de nortista, moradores do Norte do país, e nordestino, moradores do Nordeste. Dilma venceu a eleição nas duas regiões.

http://www.atarde.com.br/arquivos/2010/11/203156.jpg

Veja outros posts de caráter preconceituoso:

@Vovo_Panico Gente, o que nois do Sul/Sudeste estamos fazendo no twitter ? vamos trabalhar pra sustentar mais 4 anos de Bolsa Familia do Norte/Nordeste !

@DanielCAmaral E esta eleição só comprovou algo que já sabemos há anos: a carência do nordeste é extremamente conveniente à política!

@Aka_NOT As calotas polares estão derretendo por culpa desse povo do Norte/Nordeste

:: LEIA MAIS »

Bolsa Família será reajustado, diz a presidente eleita Dilma Rousseff

da Agência Brasil

Brasília – A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) afirmou hoje (1), em entrevista à TV Brasil, que pretende reajustar o valor do Bolsa Família – programa de distribuição de renda lançado no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela disse que ainda não decidiu se o reajuste do benefício fará com que o governo revise o Orçamento da União aprovado para o próximo ano.

“Eu pretendo ver isso com mais detalhe. Agora, eu pretendo reajustar os benefícios do Bolsa Família”, afirmou. “O Orçamento é uma peça que está sempre num quadro com o qual você opera. É possível conseguir que haja mais recursos para aquilo, dependendo de suas prioridades. Agora, eu tenho o objetivo de reajustar e garantir os recursos do Bolsa Família para que eles não tenham perdas inflacionárias e que tenham ganho real”, disse Dilma, durante o programa Brasilianas.org. :: LEIA MAIS »

Cristãos paquistaneses acusados falsamente de blasfêmia

Dois cristãos paquistaneses foram acusados de blasfêmia por muçulmanos locais em 16de outubro, na vila Rahwali, que resultou em ameaças para queimá-los vivos.
Nasir, de 20 anos, e Hanif, de 24 anos, são conhecidos por serem melhores amigos na vila Rahwali, um subúrbio de Gujranwala, Punjab no Paquistão. Eles foram envolvidos no que é alegado ser um caso falso de blasfêmia sob o artigo 295-C do Código Penal paquistanês, de acordo com um repórter do CLAAS (Center for Legal Aid Assistance Settlement) obtido pela Assiste News Service (ANS). :: LEIA MAIS »

Nos jornais: derrota em Minas acirra ânimos no PSDB

Folha de S. Paulo

Derrota em MG acirra ânimos no PSDB

No tabuleiro político interno do PSDB, a derrota de José Serra significa, automaticamente, a ascensão de Aécio Neves, preterido na disputa pelo Planalto. Mas Serra deu sinais, ontem, de que pretende manter no tucanato paulista o controle do partido. A decepção com o resultado das urnas em Minas Gerais foi estopim para uma mudança de visão de Serra. O coordenador do programa de governo de Serra, Xico Graziano, expressou esse sentimento no Twitter, pouco depois das 19h.

“Perdemos feio em Minas Gerais. Por que será?!”, escreveu Graziano. Em seu discurso após reconhecer a derrota para Dilma Rousseff (PT), Serra não mencionou, nem indiretamente, Aécio. Ao mesmo tempo, o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi objeto dos principais agradecimentos. Aécio Neves havia prometido a vitória do tucano no Estado, segundo maior colégio eleitoral do país. Não conseguiu. Serra conquistou apenas 1,1 milhão de votos a mais no Estado em relação ao primeiro turno. O crescimento do tucano foi menor que o de Dilma. A petista teve mais 1,2 milhão de votos.

Primeira mulher eleita tem 56% dos votos

Dilma Vana Rousseff, 62, foi eleita ontem a primeira mulher presidente da República do Brasil. Com 99,98% dos votos apurados, ela tinha 56% dos votos válidos. Seu triunfo é uma vitória pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que escolheu uma técnica neófita em eleições para sucedê-lo, à revelia de seu partido, o PT.

Dilma teve uma escalada de 8% de intenções de votos no fim de 2008, segundo o Datafolha, para a vitória num acirrado segundo turno.
José Serra (PSDB), 68, que disputou o cargo pela segunda vez, teve 44% dos válidos. Dilma teve 12 milhões de votos a mais que Serra, 10,7 milhões só no Nordeste. Também venceu no Sudeste, graças a votações maciças no Rio e em Minas -Estado de Aécio Neves, que terá de costurar com os paulistas para se sagrar novo líder tucano.

Dilma diz que vai “bater à porta” de Lula

Em seu primeiro pronunciamento como presidente eleita, Dilma Rousseff afirmou que vai “bater muito à porta” de Lula, em seu governo, se comprometeu a zelar pelos valores democráticos, como as liberdades de imprensa e religiosa, e estabeleceu como principal meta a erradicação da miséria.

Em 25 minutos de discurso lido, Dilma se emocionou e chorou ao falar de Lula, que há oito anos, ao tomar posse, também elencou a miséria como foco de seu governo. “Não podemos descansar enquanto houver brasileiros com fome, enquanto houver famílias morando nas ruas, enquanto crianças pobres estiverem abandonadas.”

Após vitória, presidente e eleita se abraçam e choram

No primeiro encontro após o resultado, Lula e a presidente eleita Dilma Rousseff se abraçaram e choraram. O encontro foi testemunhado pelos integrantes da coordenação da campanha petista e por vários ministros que estiveram ontem à noite no Palácio da Alvorada. Lula discursou para os convidados dizendo que sua sucessora foi uma “guerreira” ao longo de toda campanha e merecedora da vitória. Em meio à comemoração, Dilma disse que pretende descansar alguns dias nesta semana e depois acompanhar Lula em uma viagem à África e ao G20.

Eleita, Dilma promete erradicar a miséria

Em seu primeiro discurso como presidente eleita, ontem à noite, em Brasília, Dilma Rousseff (PT) disse que seu principal compromisso é erradicar a miséria no país. “Ressalto, entretanto, que essa ambiciosa meta não será realizada apenas pela vontade do governo. Essa meta é um chamado a nação. [É preciso] o apoio de todos para superar esse abismo que nos separa de ser uma nação desenvolvida”, disse a ex-ministra em hotel na capital federal, onde se concentravam petistas e aliados, como o vice Michel Temer (PMDB).

Lula defende manter Mantega e Meirelles

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já aconselhou a sucessora, Dilma Rousseff, a manter Guido Mantega no Ministério da Fazenda e Henrique Meirelles no comando do Banco Central. Apesar de Lula dizer publicamente que não interferirá no governo Dilma, a Folha apurou que ele já teve algumas conversas com ela sobre a formação do ministério.

Lula disse a Dilma que acha que deu certo a “dobradinha” entre Mantega, tido como mais desenvolvimentista, e Meirelles, mais conservador, na crise econômica internacional de 2008/ 2009. Para Lula, a manutenção deles sinalizaria uma continuidade que acalmaria o mercado numa hora de preocupante valorização do real em relação ao dólar e de possibilidade de guerra cambial entre os países.

“Serra sai menor” da campanha, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva Lula disse ontem que José Serra “sai menor dessa campanha”, pela agressividade contra Dilma Rousseff, e evitou falar de conciliação após a eleição. “Essa campanha foi muito mais violenta de uma parte para outra. Eu sinceramente acho que o candidato Serra sai menor dessa campanha, porque a agressividade deles [tucanos] à companheira Dilma Rousseff é uma coisa que eu imaginava que já tivesse terminado na política brasileira”, afirmou Lula, após votar pela manhã, em São Bernardo do Campo. :: LEIA MAIS »

Scolari rompe o silêncio, faz ameaças e nega desculpas por incidentes

  • Luiz Felipe Scolari começou a ter atritos com a imprensa após o clássico diante do CorinthiansLuiz Felipe Scolari começou a ter atritos com a imprensa após o clássico diante do Corinthians

O técnico Luiz Felipe Scolari, finalmente, voltou a conceder uma entrevista coletiva. Após todos os problemas envolvendo o treinador e os jornalistas na última semana, o comandante palmeirense surpreendeu e resolveu falar. Ainda demonstrando muita mágoa com os problemas recentes, o gaúcho se negou a pedir desculpas e ainda fez ameaças contra supostos desafetos da imprensa.

“A minha participação foi com o presidente de vocês [da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo]. As pessoas representativas da entidade, que me solicitaram que não tomasse nenhuma atitude com coisas que tenho em mãos, para que não haja nenhuma retaliação. Eu tenho uma grande coisa na minha mão, um trunfo na manga”, afirmou Scolari, sem revelar qual seria este grande trunfo. :: LEIA MAIS »

Primeira presidente da África equilibra papéis de ‘mãe’ do povo e ‘dama de ferro’

Da BBC Brasil em São Paulo

 Ellen Johnson Sirleaf (Foto: AFP)

Liberiana assumiu país vindo de ditaduras e guerra civil

A liberiana Ellen Johnson Sirleaf, 72, tornou-se em 2006 a primeira mulher a comandar uma nação africana, com o desafio de unir seu país no pós-guerra e de restaurar a confiança em suas instituições.

Ela é uma das 17 mulheres líderes mundiais atualmente, grupo ao qual se somará agora Dilma Rousseff.

Chamada de “Dama de Ferro”, ela contou por telefone à BBC Brasil que o apelido lhe agrada, porque “as pessoas precisam saber que sou capaz de tomar decisões difíceis” no comando de um país que veio de ditaduras (de Charles Taylor, em julgamento em Haia por crimes de guerra em Serra Leoa) e de uma guerra civil sangrenta.

Quase cinco anos após a posse de Sirleaf, a Libéria (oeste da África) ainda enfrenta enormes desafios sociais. Cerca de 80% da população de 3,4 milhões vive abaixo da linha de pobreza. A expectativa de vida é de apenas 41,84 anos (no Brasil, chega perto de 72 anos).

Por outro lado, a eleição de Sirleaf – economista educada nos EUA – ajudou a atrair investimentos externos à Libéria, e a comunidade internacional levantou sanções às exportações do país. :: LEIA MAIS »

Wagner diz que Dilma terá um compromisso “muito forte” com a Bahia

CORREIO

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), declarou que a vitória de Dilma Rousseff (PT) para a presidência representa “a continuidade do projeto com renovação do condutor”. Wagner ressaltou em nota divulgada para a imprensa nesta segunda-feira (1) que sai um homem e em seu lugar entra uma mulher “com características pessoais diferentes”.

Wagner disse ter certeza de que Dilma fará um bom governo. “Com certeza a gente vai viver mais quatro anos de realizações, crescimento econômico e inclusão social”. :: LEIA MAIS »

Dilma exclui PMDB da primeira reunião para definir nomes da equipe de transição

João Domingos e Eugênia Lopes, de O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – Mesmo com o vice na chapa, o PMDB foi alijado da primeira reunião da presidente eleita, Dilma Rousseff, realizada ontem de manhã e à tarde na casa da petista, no Lago Sul, um dos bairros nobres de Brasília, quando foram escolhidos os primeiros nomes da equipe de transição.

Essa equipe será comandada pelo presidente do PT, José Eduardo Dutra, e pelo ex-ministro Antonio Palocci. Só foram convidados para a reunião com a presidente eleita os petistas mais próximos e cada um recebeu a sua missão para a futura equipe de transição.

Entre os peemedebistas, notava-se um misto de decepção pela ausência de um representante do partido na reunião com a presidente eleita, e a certeza de que o partido será tratado assim mesmo, à distância, porque os lugares mais próximos a Dilma estão reservados aos petistas.

:: LEIA MAIS »

Caetité decreta emergência devido a seca

O prefeito de Caetité, no sudoeste baiano, José Barreira de Alencar Filho (PSB), decretou situação de emergência devido a seca que atinge o município. “Caetité está passando por um longo período de estiagem com situação agravante na zona rural, em virtude de ser uma área pobre em recursos hídricos e, em sua grande parte, não possui água canalizada, razão pela qual seus moradores dependem diretamente das águas das chuvas para sobreviverem. Os açudes, cacimbas, barragens e demais reservatórios localizados na zona rural já estão praticamente sem água, gerando grande sofrimento para a população rural, além de comprometer a própria sobrevivência”, afirma o decreto. Blog do Anderson



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia