Foto: Max Haack/BN

Apesar de a imprensa internacional ressaltar os bons resultados do governo Lula na área econômica, na análise dos presidenciáveis, a opção de dois importantes veículos é pelo candidato da oposição José Serra (PSDB).  Na quinta-feira (21), o jornal britânico “Financial Times” sugeriu que o tucano seria preferível a Dilma Rousseff (PT) porque o Brasil precisaria ter uma política fiscal mais austera. Nesta sexta-feira (22) foi a vez da revista “The Economist”, também do Reino Unido, que publicou uma reportagem defendendo o mesmo candidato, usando basicamente o mesmo argumento. “Após oito anos sob o PT, o Brasil seria beneficiado por uma mudança de comando”, defende o semanário.  O “Financial Times” classifica Serra como “o candidato de direita”; já a “Economist” chama ambos de “social-democratas”. Do Bahia Noticias