FELIPE RECONDO – Agência Estado/BRASÍLIA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o registro da candidata ao governo do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB). Os ministros rejeitaram o pedido de impugnação de sua candidatura com base na Lei da Ficha Limpa.

 Roseana foi condenado por propaganda eleitoral antecipada nas eleições de 2006. O Tribunal Regional Eleitoral do Estado, apesar dessa condenação, deferiu seu registro, mas o candidato a deputado estadual Anderson Lago, primo do candidato ao governo Jackson Lago, recorreu da decisão ao TSE.

Os ministros do TSE entenderam que a aplicação de multa a Roseana Sarney por propaganda eleitoral antecipada não é suficiente para gerar sua inelegibilidade, mesmo após a aprovação da pela Lei da Ficha Limpa.

A vice-procuradora geral eleitoral, Sandra Cureau, deu parecer favorável à impugnação do registro de candidatura de Roseana Sarney. Ela justificava que Roseana está inelegível por já ter sido condenada em uma representação eleitoral, o que estaria previsto na lei da Ficha Limpa.

O julgamento definitivo ocorre dois dias antes do primeiro turno das eleições, neste domingo.