Relatório mostrou que 80% dos pais estão preocupados com a mídia

 Mães estão preocupadas com sexualidade infantil

Desde que a União das Mães do Reino Unido divulgou um novo relatório, muitos pais perderam o sono. Elas fizeram um alerta sobre a excessiva sexualidade infantil mostrada pelo marketing e pela mídia massiva.
O relatório mostra que 80% dos pais acham que os meios de comunicação e marketing deixam o conteúdo sexual muito acessível para as crianças e que os tornam conhecedores sexuais muito cedo.

Cerca de 61% dos pais entrevistados disseram que a mídia incentivou as crianças a agir mais do que queria, enquanto 67% acreditam que o conteúdo impróprio estava sendo exibido na TV antes das 9h da manhã.

A presidente da União das Mães, Kempsell Rosemary, disse que estava preocupado com os crescentes níveis de marketing destinados às crianças. “Marcas utilizadas deliberadamente podem incentivar uma cultura do poder ou da utilização de técnicas de manipulação”, disse ela.

União das Mães pediu para não vender ou comercializar produtos de natureza sexual para menores de 16 anos. “Este é um efeito de longo alcance sobre os valores das crianças e de sua vida familiar. Muitos comerciantes exploram as crianças para o lucro, mas isso é errado”.

O sonho da chefe de Fé e Política da União das Mães, Fleur Dorrell, é ver uma mudança cultural, com novos códigos de boas práticas postas em prática para garantir que a infância seja respeitada e não visto apenas como uma oportunidade de lucro. 
Fonte: Christian Today / Redação CPAD News