A TARDE On Line

Os corpos de 10 crianças que morreram no Lago de Sobradinho, após acidente com o barco em que viajavam, estão sendo velados na Câmara de Vereadores de Pilão Arcado nesta terça-feira, 14.

O corpo de Jucicarla Ferreira Lacerda, de 10 anos, que foi encontrado por volta das 6h15 desta terça, já foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Juazeiro e depois seguirá para Pilão Arcado, da mesma forma que aconteceu com as outras vítimas. No entanto, ainda não há informações sobre quando o transporte irá acontecer. O prefeito João Ubiratan Queiroz Lima decretou luto oficial de 3 dias e escolas e repartições públicas estão fechadas nesta terça.

O enterro das crianças Matias Souza Mangueira, de 5 anos e Marcus Vinícius Souza Mangueira, de 6, será realizado no povoado de Nova Holanda, que fica a 180 km da cidade de Pilão Arcado. No entanto, não há informações sobre o horário, uma vez que os corpos ainda não chegaram ao município onde será realizado o velório.

Dos 7 sobreviventes, apenas uma criança contou como conseguiu se salvar. Jaqueline Ferreira Falcão, 10 anos, é filha do condutor da embarcação, Ailton Andrade, e perdeu o irmão, Jackson Ferreira Falcão, no acidente. “O irmão do meu padrasto me salvou, achei que fosse morrer”, disse a garota, referindo-se a Raimundo Lopes de Andrade.

Segundo o delegado Arnóbio Dionísio Soares, o condutor do barco, Ailton Andrade, que foi ouvido na última segunda-feira na delegacia de Pilão Arcado, deve ser indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Na próxima semana, as mães e a avó das crianças mortas também serão ouvidas.

Ivan Cruz | Agência A Tarde
Pescadores da região participaram das buscas pelos 11 corpos


Última vítima –
O corpo de Jucicarla Ferreira Lacerda, de 10 anos, foi o último a ser resgatado após o naufrágio do último domingo, 12, no lago de Sobradinho, próximo à cidade de Pilão Arcado, cerca de 774 km de Salvador.

Nesta segunda-feira, foram encontrados os corpos de Íris Vitória Ferreira Lacerda, de 1 ano e 8 meses; Ézio Carlos Teixeira Lacerda Sobrinho, de 1 ano e 11 meses; Pablo Ferreira Lacerda, de 8 anos; Lindinês Ferreira Lacerda, 16 anos; Marcos Vinicius Souza Mangueira, de 6 anos; Rian Lacerda, também de 6 anos; Cauã Lacerda, de 5 anos; Tarcísio Lacerda, 6 anos; Jackson  Lacerda, de 11 anos; e Matias Souza Mangueira, de 5 anos. Outras 7 pessoas sobreviveram ao acidente.

Também sobreviventes do acidente, Levenita Franscica de Souza, de 55 anos, perdeu 10 netos e um bisneto, todos com idade entre de 1 ano e meio e 15 anos.

Acidente – Na noite do último domingo, 12, um barco – conhecido como ‘rabeta’ – com 18 pessoas a bordo, a maioria da mesma família, virou nas águas do Lago de Sobradinho, na altura do povoado de Alto do Galvão, região de Pilão Arcado.

De acordo com o delegado titular da Delegacia da cidade, Arnóbio Dionísio Soares, o barco tinha capacidade para conduzir apenas três pessoas – ou até seis no caso de não carregar objetos pesados.

As buscas foram dificultadas por que a ajuda mais próxima seria das unidades do Corpo de Bombeiros das cidades de Juazeiro e Petrolina (PE), que ficam a uma distância de cerca de 280 km do local do acidente. Por este motivo, os moradores e a Polícia Civil trabalharam em conjunto para tentar encontrar sobreviventes ou resgatar corpos.

O Lago de Sobradinho possui 400 km de extensão e 4.214 km² de área. Em alguns trechos, a largura chega a 25 km. Foi construído na década de 1970, com o represamento das águas do São Francisco.