G1

Acidente aconteceu em Americana, no interior do estado. Nove pessoas morreram e cerca de 15 ficaram feridas.

 

Acidente com trem deixou nove mortos na noite desta quarta-feira

A estudante Gabrielle Helena dos Santos Souza, de 17 anos, escapou praticamente sem ferimentos do acidente envolvendo um ônibus e um trem em Americana, no interior de São Paulo, ocorrido na noite de quarta-feira (8), na região central da cidade. Segundo ela, o ônibus já estava atravessando a linha férrea quando o trem apitou.

O número de mortos com a colisão já chega a nove. De acordo com informações atualizadas na manhã desta quinta-feira (9), seis pessoas morreram no local do acidente, duas a caminho do Hospital Municipal Waldemar Tedaldi e uma já no hospital, após atendimento, durante a madrugada.

 

Cerca de 15 pessoas ficaram feridas – cinco permanecem internadas em estado grave. O acidente ocorreu numa passagem de nível no cruzamento da Rua Carioba com Avenida Antônio Lobo, na região central de Americana, próximo ao terminal de ônibus urbano do município. O veículo havia acabado de sair do terminal e seguia no sentido bairro, para sua última viagem do dia.Gabrielle pega o mesmo coletivo diariamente no mesmo horário, quando volta da escola onde cursa a terceira série do ensino médio. “Normalmente, toca [a buzina] antes de o trem chegar. Tinha que ter tocado a buzina antes”, disse.

Ela disse que estava acabando de pagar a passagem quando o acidente aconteceu. Ela só conseguiu escapar porque se segurou às ferragens da composição.“Acabei segurando no que eu achei. Fiquei com medo de cair e ele [o trem] passar por cima de mim”, afirmou a estudante que deixou o hospital municipal de Americana por volta das 10h30 desta quinta. “Pensei que ele teria que parar logo porque eu não aguentaria segurar por muito tempo”, contou. A garota ainda sente dores em uma perna e teve leves escoriações pelo corpo.

“Como o sangue estava quente, eu nem senti (as dores na perna). Consegui ir a pé até o terminal de ônibus”, contou.

O motorista do ônibus não ficou ferido. O cobrador morreu. O maquinista está em estado de choque. O trem vinha do Alto Araguaia e ia em direção ao Porto de Santos. A composição tem 70 vagões e transportava mais ou menos 7.500 toneladas de grãos, de acordo com a assessoria da companhia férrea. A velocidade média dos trens é de 30 km/h.