CORREIO

Servidores municipais, além de estudantes universitários e do ensino médio fecharam no início da tarde desta quinta-feira (2) a BA 522, na entrada de Candeias, município da Região Metropolitana de Salvador. Após realizarem uma manifestação no centro da cidade, eles seguiram para a rodovia e provocaram um congestionamento de cerca de 10 km. Os servidores terceirizados, como vigilantes, professores municipais, garis e trabalhadores de cargos comissionados reclamam que estão há três meses sem receber salário.

Segundo informações do Sindicato dos Servidores Públicos de Candeias, os manifestantes exigem uma audiência com a prefeita Maria Maia. Os profissionais de segurança afirmam que também estão sem receber vale alimentação. Já os alunos de ensino médio da cidade e os estudantes universitários que estudam em Salvador dizem que estão sem transporte, pois as empresas que prestam serviço ao município não recebem pagamento há quatro meses.

De acordo com Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a manifestação começou por volta do meio dia, mas já foi concluída. Neste momento, tráfego segue normal na rodovia. Porém, conforme informado pelo presidente do sindicato dos servidores, Jucelino Santos, eles voltam a protestar amanhã a partir das 5h.