do Congresso em Foco

Os dados que seguem tomam por base os resultados das pesquisas eleitorais mais recentes para os governos estaduais.

Todos os índices de intenção de votos são para perguntas estimuladas, isto é, aquelas em que o eleitor escolhe o candidato a partir de uma lista de nomes apresentada pelo entrevistador.

Foram descartadas pesquisas muito antigas ou não registradas na Justiça eleitoral.

Veja como está a disputa para os governos estaduais, estado por estado.

ACRE

Conforme pesquisa realizada entre 12 e 14 de julho pelo Ibope, o senador Tião Viana (PT) tem 63% das intenções de voto; Tião Bocalom (PSDB), 18%; e Gouveia Tijolinho (PRTB), 2%. Brancos, indecisos e nulos somam 17%. O levantamento foi realizado por encomenda da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), entrevistou 602 eleitores, e tem margem de erro de quatro pontos percentuais. Registrado no TRE-AC com o número 6.306/2010.

ALAGOAS

Segundo pesquisa do Ibrape realizada entre 9 e 13 de julho, o ex-presidente da República e atual senador Fernando Collor (PTB) lidera a disputa, com 38% das intenções de voto. O ex-governador Ronaldo Lessa (PDT) tem 26%. O atual governador, Téo Vilela (PSDB), 21%. Mário Agra (Psol), 1%. Jeferson Piones (PRTB) e Tony Cloves (PCB) tiveram menos de um ponto percentual. O levantamento, contratado pelo PMDB alagoano, teve 2 mil entrevistas e foi registrado no TRE-AL com o número 7.322/2010.

AMAPÁ

Não há pesquisas recentes disponíveis. Os principais candidatos são Camilo Capiberibe (PSB) e Lucas Barreto (PTB).

AMAZONAS

O atual governador, Omar Aziz (PMN), que era vice de Eduardo Braga (que deixou o governo para disputar o Senado), apareceu com 51% em levantamento realizado pelo Ibope entre 12 a 17 de junho. O ex-ministro dos Transportes e atual senador Alfredo Nascimento (PR) está com 36%. Luiz Navarro (PCB) e Herbert Amazonas (PSTU) têm 1% cada um. A pesquisa foi realizada por encomenda da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, e ouviu 812 eleitores. Margem de erro de três pontos percentuais. Registrado no TRE-AM com o número 14.206/2010.

BAHIA

Pesquisa realizada pelo Datafolha entre 20 de 23 de julho indicou que Jaques Wagner (PT) pode ser reeleito no primeiro turno. Conforme o instituto, se a eleição fosse hoje, ele teria 44% dos votos. Seus adversários somariam 37% da votação. O segundo colocado é o ex-governador e ex-senador Paulo Souto (DEM), com 23%. O candidato do PMDB, o ex-ministro da Integração e deputado federal Geddel Vieira Lima, tem 12%. A margem de erro é de três pontos percentuais, e a pesquisa foi registrado no TRE com o número 51.099/2010. A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo.

Em pesquisa realizada pelo Vox Populi entre 8 e 11 de maio deste ano, Geddel aparecia com 9%, Paulo Souto (DEM) com 32%, e Jaques Wagner (PT) tinha 41%. 

CEARÁ

Pesquisa feita pelo Datafolha entre os últimos dias 14 e 15 apontou grande vantagem para o atual governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição. Com 47% dos votos na pesquisa estimulada, ele reúne mais intenções de voto que a soma (36%) de todos os demais concorrentes: o ex-governador Lúcio Alcântara (PR), 26%; Marcos Cals (PSDB), 7%; Francisco Gonzaga (PSTU), 2%; e Soraya Tupinambá (Psol), 1%. Marcelo Silva (PV) e Maria da Natividade (PCB) tiveram menos de 1%. O levantamento foi contratado pelo jornal O Povo, ouviu 912 pessoas, tem margem de erro de três pontos percentuais e foi registrado no TRE-CE com o número 35.709/2010.

DISTRITO FEDERAL

O favorito é o ex-governador Joaquim Roriz (PSC), mas não se sabe se sua candidatura vai se manter, já que ele foi impugnado pelo Ministério Público Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa. Segundo pesquisa realizada pelo Datafolha entre 20 e 23 de julho, com 706 eleitores, Roriz possui 40% das intenções de voto. Agnelo Queiroz (PT) tem 27%. Toninho do Psol (Psol), 3%. Eduardo Brandão (PV) e Rodrigo Dantas (PSTU), 1% cada. Newton Lins (PSL) e Ricardo Machado (PCO) ficaram com menos de 1%. Roriz, que tenta o quinto mandato de governador, possui no momento, portanto, oito pontos percentuais a mais que a soma das intenções de voto de todos os demais candidatos.
 
A soma dos votos brancos, nulos e dos que não sabem em quem votar está entre as mais altas do país – quase 30%. A pesquisa, encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo, foi registrada no TRE-DF com o número 51.059/2010. A margem de erro é de quatro pontos. 

ESPÍRITO SANTO 

A julgar pelas pesquisas, é outro estado em que são grandes as chances de a eleição se decidir no primeiro turno. Conforme o instituto local Futura, o senador Renato Casagrande (PSB) tem 59,8% das intenções de voto. O deputado federal Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB), 19,6%. Brice Bragato (Psol), 2,8%. Gilberto Caregnato (PRTB), 1%. O levantamento foi contratado pelo jornal A Gazeta, ouviu 800 pessoas, tem margem de erro de 3,5 pontos percentuais e foi registrado no TER-ES com o número 9.667/2010.

GOIÁS

Disputa apertada entre dois ex-governadores, o senador Marconi Perillo (PSDB) e o ex-ministro da Justiça Iris Rezende (PMDB). De acordo com pesquisa realizada entre 5 e 9 de julho pelo instituto Serpes, Marconi está em pequena vantagem, com 46,1% das intenções de voto. Iris Rezende apareceu no levantamento com 39,3%. Vanderlan Cardoso (PR) teve 6,5%. Marta Jane (PCB), 1,2%. Washington Fraga (Psol), 0,3%. A pesquisa foi encomendada pelo jornal O Popular, ouviu 1.001 eleitores, tem margem de erro de 3,1 pontos percentuais, e foi registrada no TRE-GO com o número 84.479/2010.

MARANHÃO

Não há pesquisas recentes, e com abrangência estadual, disponíveis. Os principais candidatos no estado são o deputado federal Flávio Dino (PCdoB), o ex-governador Jackson Lago (PDT) e a atual governadora, Roseana Sarney (PMDB).

MATO GROSSO

Pesquisa do Ibope, realizada entre os últimos dias 10 e 13 de junho por encomenda da TV Centro América, deu empate entre os dois principais candidatos, Silval Barbosa (PMDB) e Wilson Santos (PSDB), ambos com 29% de intenções de votos. Mauro Mendes (PSB) teve 17%. A soma de votos brancos, nulos e daqueles que ainda não sabiam em quem votar atingia 25%. A pesquisa ouviu 812 eleitores, tem margem de erro de três pontos percentuais, e foi registrada no TRE-MT com o número 16.012/2010.

MATO GROSSO DO SUL 

O governador eleito em 2006, André Puccinelli (PMDB), candidato à reeleição, tem 51% das intenções de voto, segundo pesquisa realizada pelo Ibrape entre 8 e 14 de abril. O ex-governador Zeca do PT (PT) tem 32% e a senadora Marisa Serrano (PSDB) aparece com 8%. Brancos, nulos e indecisos somavam 9%. A pesquisa foi encomendada pelo jornal Correio do Estado, ouviu 1.647 pessoas, tem margem de erro de cinco pontos percentuais e foi registrada no TRE-MS com o número 6.706/2010.

MINAS GERAIS 

De acordo com o Datafolha, o senador e ex-ministro das Comunicações Hélio Costa (PMDB) tem 44% das intenções de voto, muito à frente do atual governador, Antonio Anastasia (PSDB), que tem 18%. Vanessa Portugal (PSTU) e Professor Luiz Carlos (Psol) têm 2% cada um. José Fernando (PV), Edilson Nascimento (PTdoB), Fabinho (PCB) e Pepê (PCO) possuem, cada qual, 1% das intenções de voto. A soma dos que pretendem votar em branco, nulo, estão indecisos ou não quiseram responder é de 30% (uma das mais altas do Brasil, juntamente com o Distrito Federal e Santa Catarina). A pesquisa, realizada entre 20 e 23 de julho, foi encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo. Foram ouvidas 1.269 pessoas. A margem de erro é de três pontos percentuais. Pesquisa registrada no TRE-MG com o número 51.059/2010.

PARÁ

Não há pesquisas recentes disponíveis. Os principais candidatos são a atual governadora Ana Júlia Carepa (PT) e o ex-governador Simão Jatene (PSDB).

PARAÍBA

O atual governador e ex-senador José Maranhão (PMDB), que assumiu o mandato após a cassação pelo TSE do governador Cássio Cunha Lima (PSDB), apareceu com 43,75% das intenções de voto em pesquisa realizada pelo instituto Consult entre 13 e 17 de junho deste ano. Seu principal adversário, o ex-prefeito de João Pessoa Ricardo Coutinho (PSB), ficou com 32,7%. Foram entrevistados 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais. A pesquisa, encomendada para o jornal Correio da Paraíba, foi registrada no TRE com o número 17.353/2010.

PARANÁ

Pesquisa Datafolha realizada de 20 a 23 de julho aponta empate técnico entre o senador Osmar Dias (PDT) e o ex-prefeito de Curitiba Beto Richa (PSDB). No levantamento, que ouviu 1.225 eleitores e tem margem de erro de três pontos percentuais, Beto Richa tem 43% das intenções de voto e Osmar Dias, 38%. Paulo Salamuni (PV) teve 1%. Os demais candidatos tiveram menos de 1%. A pesquisa, feita para o jornal Folha de S. Paulo e Sociedade Rádio Emissora Paranaense, foi registrada no TRE com o número 15.687/2010. 

PERNAMBUCO

Na mesma data (20 a 23 de julho), o Datafolha verificou que o governador Eduardo Campos (PSB) tem 59% das intenções de voto, apresentando assim grandes chances de se reeleger no primeiro turno. Seu principal adversário, Jarbas Vasconcelos (PMDB), tem 28%. Sérgio Xavier (PV), 1%. Os demais candidatos tiveram menos de 1% das indicações dos entrevistados. Foram ouvidos 1.098 eleitores. A pesquisa, feita para o jornal Folha de S. Paulo e para a TV Globo, foi registrada no TRE com o número 32.333/2010. Margem de erro de três pontos percentuais.

PIAUÍ

Pesquisa do instituto Amostragem apontou que, entre 18 e 21 de junho, o ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB) tinha 36,5% das intenções de voto, seguido pelo atual governador, Wilson Martins (PSB), com 24,89%; e João Vicente Claudinho (PTB), com 22,43%. Brancos, nulos e indecisos somavam 14,16%. Os demais candidatos tiveram menos de 1% da preferência dos eleitores entrevistados. Foram ouvidas 1.137 pessoas. Encomendada pelo Sistema Meio Norte de Comunicação, a pesquisa tem margem de erro de 2,85 pontos e foi registrada no TRE-PI com o número 13.518/2010.

RIO DE JANEIRO 

Depois que o ex-governador Anthony Garotinho (PR), ameaçado pela Lei da Ficha Limpa, desistiu da disputa, as condições parecem muito favoráveis à reeleição de Sérgio Cabral (PMDB) no primeiro turno. Conforme pesquisa Datafolha realizada de 20 a 23 de julho, ele tem 53% das intenções de voto, quase o triplo do percentual de 18% obtido pelo seu principal concorrente, o deputado federal Fernando Gabeira (PV). Cyro Garcia (PSTU) e Eduardo Serra (PCB) têm 3% cada um. Jefferson Moura (Psol) e Fernando Peregrino (PR) ficaram com 1% cada. A margem de erro é de três pontos. Foram ouvidos 1.264 eleitores. A pesquisa, feita para o jornal Folha de S. Paulo e para a TV Globo, foi registrada no TRE com o número 59.653/2010.

RIO GRANDE DO NORTE

É o estado em que o DEM que tem mais chances de obter vitória na disputa de um governo estadual. A senadora Rosalba Ciarlini, integrante do partido, é apontada pelas primeiras pesquisas eleitorais como a favorita na disputa. Segundo pesquisa feita pelo Vox Populi de 8 a 12 de maio, ela tinha à época 49% das intenções de voto, contra 16% de Carlos Eduardo Alves (PDT), 15% de Iberê Ferreira de Souza (PSB), 2% de Miguel Mossoró (PTC), 1% de Sandro Pimentel (Psol) e 1% de Simone Dutra (PSTU). Ou seja, de acordo com os números da época, ganharia a eleição no primeiro turno, com 14 pontos de vantagem sobre a soma de todos os concorrentes. Foram entrevistados 700 eleitores. A margem de erro da pesquisa – realizada para a Rádio e TV Bandeirantes e registrada no TRE com o número 10.515/2010 – é de 3,7 pontos percentuais.

RIO GRANDE DO SUL 

Pesquisa Datafolha realizada de 20 a 23 de julho mostra uma disputa com grande possibilidade de se definir somente no segundo turno. O ex-ministro da Justiça Tarso Genro (PT) está em vantagem, com 35% das intenções de voto. O ex-senador e ex-prefeito de Porto Alegre José Fogaça (PMDB) tem 27%. A governadora Yeda Crusius (PSDB) tem 15%. Dos demais candidatos, somente Pedro Ruas (Psol) alcançou 1% da preferência. O levantamento, que ouviu 1.215 eleitores e tem margem de erro de três pontos percentuais, foi feito para o jornal Folha de S. Paulo e para o grupo de comunicação RBS. O registro no TRE-RS tem o número 31. 879/2010. 

RONDÔNIA

Quem apareceu na dianteira, em pesquisa realizada entre 14 e 19 de junho pelo instituto Phoenix, foi o ex-senador Expedito Junior (PSDB), cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por compra de votos e cuja candidatura já foi impugnada pelo Ministério Público com base na Lei da Ficha Limpa (veja a lista completa). De qualquer maneira, a julgar pelos números desse levantamento, a disputa está bem apertada. Expedito Junior tinha 23,8%; Confúcio Moura (PMDB), 21,4%; João Cahulla (PPS), 18,2%; Eduardo Valverde (PT), 8,9%. A pesquisa incluiu dois outros nomes que não foram registrados para a disputa: Melki Donadson (PHS) e Dra. Rosângela (Psol), que obtiveram, respectivamente, 8,5% e 1,5%. Os votos brancos, nulos e indecisos totalizaram 17,6%. Foram entrevistadas 900 pessoas. A margem de erro é de três pontos percentuais. A pesquisa, contratada pelo jornal Alto Madeira, foi registrada pelo TRE-RO com o número 13.950/2010.

RORAIMA

Não há pesquisas recentes disponíveis. Os principais candidatos são o ex-governador e atual deputado federal Neudo Campos (PP), impugnado com base na Lei da Ficha Limpa, e José de Anchieta Jr. (PSDB). 

SANTA CATARINA 

Segundo apurou o instituto Mapa entre 7 e 9 de julho deste ano, Angela Amin (PP) tinha 33,5%; o senador Raimundo Colombo (DEM), 20,6%; Ideli Salvatti (PT), 15,9%; Rogério Novaes (PV), 1,2%; Valmir Martins (Psol), 1%; Amadeu Hercílio da Luz (PCB), 0,8%; José Carmelito Smieguel (PMN), 0,6%; e Gilmar Salgado (PSTU), 0,1%. O índice de votos nulos, brancos e daqueles que estão indecisos ou não responderam está entre os mais altos apurados em pesquisas eleitorais recentes – 26,3%. A pesquisa, realizada para o grupo RBS, ouviu 1.008 eleitores, tem margem de erro de 3,1 pontos percentuais, e foi registrada no TRE-SC com o número 37.021/2010.

SÃO PAULO 

Pesquisa Datafolha realizada de 20 a 23 de julho aponta vitória no primeiro turno do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB). No levantamento, que ouviu 2.083 eleitores e tem margem de erro de dois pontos percentuais, ele tem 49% das intenções de voto. A soma de todos os demais candidatos não passa de 33%. O senador Aloizio Mercadante (PT) ficou com 16%; o deputado federal Celso Russomano (PP), com 11%; o empresário Paulo Skaf (PSB), com 2%; Fábio Feldman (PV), Anaí Caproni (PCO), Mancha (PSTU) e Paulo Búfalo (Psol) tiveram 1% cada um. Igor Grabois (PCB) não chegou a 1% da preferência dos entrevistados. A pesquisa, feita para o jornal Folha de S. Paulo e para a TV Globo, foi registrada no TER-SP com o número 51.059/2010.
 
Em relação ao levantamento anterior do Datafolha, ocorrido entre 25 e 26 de março, houve queda de Alckmin, que tinha 53% (quatro pontos a mais), e de Feldman, que estava com 3% (dois pontos a mais). Mercadante, que estava com 13%, ganhou três pontos percentuais. Russomano, que tinha 10%, está agora com um ponto percentual a mais.

SERGIPE

Segundo o instituto Dataform (últimos dias 15 a 17 de junho), o governador Marcelo Déda (PT) lidera as pesquisas com 41%, seguido pelo ex-governador João Alves (DEM), com 34,4%. Vera Lúcia (PSTU) tem 3,2%; Pastor Arivaldo (PSDC), 1,6%; Nilson Lima (PPS), 1,3%; Reynaldo Nunes (PV), 0,8%; Leonardo Dias (PCB), 0,4%. A pesquisa foi realizada para o jornal Cinform, ouviu 1.067 eleitores, tem margem de erro de três pontos percentuais e foi registrada no TRE-SE com o número 5.829/2010.

TOCANTINS

Apenas dois candidatos registraram candidatura para a disputa pelo governo estadual: o atual governador, Carlos Gaguim (PMDB), que tomou posse após a cassação do então governador Marcelo Miranda e seu vice, Paulo Sidnei, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e o ex-governador Siqueira Campos (PSDB). Conforme pesquisa realizada entre 25 e 28 de junho pelo instituto Serpes, Siqueira tem 46,8% dos votos. Gaguim, 40,5%. A pesquisa foi encomendada pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins, ouviu 1.001 pessoas, tem margem de erro de 2,83 pontos percentuais, e foi registrada no TRE-TO com o número 6.987/2010.