Agência Estado

A presidente Patrícia Amorim reuniu nesta segunda-feira todo o time do Flamengo no centro do gramado, na Gávea, e fez um alerta. Ela quer que o caso do goleiro Bruno, preso sob acusação de participar do desaparecimento de Eliza Samudio, sirva de exemplo para todos. A dirigente exigiu dos atletas mais cuidado no comportamento extra-campo.
Patrícia Amorim cobrou também concentração total no clássico de quarta-feira, contra o Botafogo, no Maracanã, no primeiro jogo do Flamengo após a Copa do Mundo da África do Sul. A presidente pretende tirar o assunto policial da pauta do time e valorizar o futebol com a retomada do Brasileirão.
Um dos reforços do time para o segundo semestre, o meia Marquinhos participou da conversa no gramado da Gávea, mas ainda não foi apresentado. A diretoria do clube decidiu lançar as três novas contratações (Marquinhos, Cristian Borja e Vinícius) nesta terça-feira, com a presença de Zico, diretor executivo de futebol.

TREINO
Depois da conversa entre a presidente e os jogadores, o técnico Rogério Lourenço comandou um coletivo de preparação para o clássico com o Botafogo, no Maracanã. A equipe principal treinou com Marcelo Lomba; Leonardo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Willians, Correa, Kleberson e Petkovic; Diego Maurício e Vinícius Pacheco. Os titulares venceram os reservas por 2 a 0, com gols de Willians e Vinícius Pacheco.